RATIONAL REFLEXIONS (3)

o-tempo-cronologico-e-uma-deformacao-da-pureza-racional-da-eternidade

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdYmxKSXAwcWJ3MVU  (Click in the link to hear the audio)

download1

(Gilberto Carnasciali, a student of Rational Culture, Miguel Pereira, RJ)

(*)

THE CRONOLOGICAL TIME IS A DEFORMATION OF ETERNITY´S RATIONAL PURETY

 

TIME IS AVAILABLE FOR EVERYONE, ALL THE TIME.

WHO USES THE TIME UNPROPERLY IS WASTING TIME IN SO FAR AS TIME ITSELF AND, THEREFORE, IN SO FAR AS ONESELF.

TIME NEVER ENDS. WHAT HAS AN ENDING ARE THE LIVES THAT EXTINGUISH THEMSELVES IN A DETERMINED PERIOD OF TIME.

ONE CAN SEE TIME BY WHATCHING A LANDSCAPE, LISTEN TO TIME IN THE TWITTER OF THE BIRDS AND FEEL TIME IN THE PASSING OF THE YEARS.

ONE CANNOT DEFEAT TIME, FOR TIME IS NATURE´S MOST POWERFUL AND LONG-LIVED ELEMENT IN THE MATTER.

BUT TIME ACCEPTS NEGOTIATING ITS TIME WITH THE LIVING ONES. A GOOD DEAL CONSIDERED BY TIME, IS THE ONE THAT CONCERNS HUMANITY´S SALVATION.

THUS, TIME IS ALWAYS IN FAVOR OF THE STUDENT OF RATIONAL CULTURE AND AGAINST THE LIVING PERSON THAT DOES NOT CARE FOR HIS OR HER SALVATION.

THESE DO NOT KNOW HOW TO USE TIME IN THEIR FAVOR.

SINCE TIME IS INEXAUSTIVE, IT MAY LACK EVERYTHING ON EARTH; FROM THE DRINKING WATER TO THE AIR THAT WE BREATHE, BUT TIME WILL ALWAYS REMAIN PRESENT.

THEREFORE, STOP WASTING TIME DOWN THERE, IN THAT ENDURED AND NO ENDING PROCESS OF SEEING THE LIGHT, LIVING AND DYING.                                                                 

DO NOT GO THROUGH THE 21 ETERNITIES OF YOUR STIFF TERRESTRIAL LIVES IGNORING THE SUPREME WORLD, FOR THAT IGNORANCE WILL LEAD YOU TO A MUCH LONGER, SEVERE AND PAINFUL SUFFERING.

RECOVER THE WASTED TIME LEARNING HOW TO REASON, READING ATTENTIVELY THE SAVING LITERATURE “UNIVERSE IN DISENCHANTMENT”, IN ORDER TO REACQUIRE THE CLEANNESS AND NATURAL PERFECTION OF YOUR RATIONAL NATURE.

KEEP YOUR BROTHERS RATIONALLY WELL INFORMED ALL THE TIME ABOUT THE TEACHINGS PROVIDED BY THE RATIONAL CULTURE AND NARRATED IN THE BOOKS “UNIVERSE IN DISENCHANTMENT”.

STRIVE TO GO BACK TO YOUR WORLD OF ORIGIN, TO THE RATIONAL PLAIN WHERE YOU CAME FROM, WHERE TIME NEVER  EXISTED, WHERE LIFE IS ETERNAL AND THE WORLD: RATIONAL.

o0o

AUTHOR´S NOTE: THE READERS WHO WISH TO HAVE ADITIONAL RATIONAL INFORMATION ABOUT THE SUBJECT, MAY FIND IT IN THIS BLOG IN THE LIST OF WRITTEN AND RECORDED TEXTS, AS FOLLOWS:

TIME – MATTER´S ELLUSIVE ELEMENT, FOLLOWING LINK:

https://nalub7.wordpress.com/2016/02/07/time-matters-illusive-element/

RATIONAL REFLEXIONS (2) – TIME, FOLLOWING LINK:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/23/rational-reflexions-2/

 

 

(*) Text in Portuguese:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/25/reflexoes-racionais-3/

 

 

 

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , | 1 Comentário

REFLEXÕES RACIONAIS (3)

o-tempo-cronologico-e-uma-deformacao-da-pureza-racional-da-eternidade

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdSXE5OVBIT3pmUTA  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira, RJ)

(*)

O TEMPO CRONOLÓGICO É UMA DEFORMAÇÃO DA PUREZA RACIONAL DA ETERNIDADE

 

O tempo está disponível para todos, todo o tempo.

Quem não usa bem o tempo está perdendo o tempo para o tempo e, portanto, para si próprio.

O tempo nunca finda. O que se acaba são vidas em um determinado espaço de tempo.

Pode-se ver o tempo mirando uma paisagem, ouvir o tempo no canto dos pássaros, sentir o tempo no passar dos anos.

Só não se pode é derrotar o tempo, pois ele é o mais poderoso e longevo elemento da natureza na matéria.

Mas, o tempo aceita negociar seu tempo com o vivente. Um bom negócio para o tempo é aquele que diz respeito à salvação da humanidade.

Assim, o tempo está sempre a favor do estudante de Cultura Racional e contra o vivente que não está nem aí para sua salvação.

Esses não sabem usar o tempo a seu favor.

Sendo o tempo inesgotável, pode faltar tudo, desde a água de beber até mesmo o ar para respirar, mas o tempo nunca se ausentará.

Sua presença é permanente.

Portanto, parem de perder tempo aí embaixo, nesse sofrido nasce, vive e morre sem fim.

Não passem pelas 21 eternidades de suas duras vidas terrenas ignorando o Mundo Supremo, pois, isso os levará a um sofrimento futuro muito mais longo, severo e doloroso.

Recuperem o tempo perdido aprendendo a raciocinar, lendo atentamente a Obra Salvadora “UNIVERSO EM DESENCANTO” para readquirirem a pureza, a limpeza e a perfeição natural de sua natureza Racional.

Mantenham seus irmãos informados todo o tempo sobre os ensinamentos providos pela Cultura Racional e descrita nos livros “UNIVERSO EM DESENCANTO”.

Façam por onde para regressar ao seu Mundo de Origem, para a PLANÍCIE RACIONAL de onde vieram, onde o tempo nunca existiu, onde a vida é eterna e o Mundo: RACIONAL.

o0o

NOTA DO AUTOR: os leitores que quiserem informações Racionais adicionais sobre o assunto, poderão encontrá-las neste blog nos textos escritos e gravados, conforme segue:

O TEMPO – ELEMENTO ILUSÓRIO DA MATÉRIA, link a seguir:

https://nalub7.wordpress.com/2016/02/07/o-tempo-elemento-ilusorio-da-materia/

REFLEXÕES RACIONAIS (2) – O TEMPO, link a seguir:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/23/reflexoes-racionais-2/

 

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/25/rational-reflexions-3/

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

RATIONAL MOMENT 19

momento-racional-19

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdU21XZ0ZWYW9FUkU  (Click on the link to hear the audio)

download1

(Compiled from the Rational Literature of the RATIONAL SUPERIOR)

(*)

COMING TO KNOW ONESELF

 

“Today, in the Rational Phase it is when everyone is coming to know oneself.

And everyone that came to know oneself, is already with the Reasoning developed, on the way to stop being thus, for knowing how to return to the first world, your true World of Origin, the RATIONAL WORLD.

To see that the knowing of oneself is the greatest treasure of everyone´s life.

It is the greatest richness of everyone´s life the knowing of oneself definitively and definitely.

The knowing of who you are, that the illusion is so much, incapable to define your own “I”.

 Why?

For living ignoring yourself.

To see that the knowing oneself and in knowing oneself is the absolution of stopping to be that way: sufferer and mortal.

For that reason, everyone who came to know oneself, who already is with the Reasoning well developed, is already absolved of that court of sufferer and mortal and of anguish that seemed no ending.

And today, everyone who came to know oneself, knows who they are, knows the why everyone are thus, knows why that second world is thus, knows where they are from and knows where they came from and to where they are going and how they came and how they are going, and where they would go if they did not come to know oneself.

Where were you going?

To the irrational animal class.

And for that reason, today, everyone who came to know oneself, the will of everyone who came to know oneself is that everyone in the world, universally, come to know themselves, to find the lost equilibrium, the true equilibrium, the Rational equilibrium.

Everyone with the Reasoning developed, there will be the humanity’s union, universally.”

 

(*)  Text in Portuguese:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/25/momento-racional-19/

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , | 1 Comentário

MOMENTO RACIONAL 19

momento-racional-19

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdTTZCR0NpYkdqY0E  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Compilado da Literatura Racional do RACIONAL SUPERIOR)

(*)

PASSANDO A SE CONHECER

 

“Hoje, na Fase Racional é que todos estão passando a se conhecer.

E todos que já passaram a se conhecer, já estão com o Raciocínio desenvolvido, a caminho de deixarem de assim ser, por saberem como voltar para o primeiro mundo, o seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

Para ver que o se conhecer é o tesouro maior da vida de todos.

É a riqueza maior da vida de todos o se conhecer definitivamente e definidamente.

O saber quem és tu, que a ilusão é tanta, incapaz de definir o teu “eu”.

Por quê?

Por viver sem se conhecer.

Para ver que o se conhecer e o no se conhecer, está a absolvição de deixar de assim ser: sofredor e mortal.

E por isso, todos os que já passaram a se conhecer, que já estão com o Raciocínio bem desenvolvido, já foram absolvidos desse tribunal de sofredor e mortal e de angustia que parecia que não tinha fim.

E hoje, todos que já passaram a se conhecer, sabem quem são, sabem o porquê todos assim são, sabem o porquê esse segundo mundo assim é, sabem de onde são e sabem de onde vieram e para onde vão e como vieram e como vão, e para onde iam se não passassem a se conhecer.

Iam para onde?

Para classe do animal irracional.

E por isso, hoje, todos que passaram a se conhecer, vivem felicíssimos e estão felicíssimos.

Não existe mais aquela angústia eterna dentro de si.

E por isso, hoje, todos que já passaram a se conhecer, a vontade de todos que já passaram a se conhecer é que todos no mundo, universalmente, passem a se conhecer, para encontrar o equilíbrio perdido, o verdadeiro equilíbrio, o equilíbrio Racional.

Todos com o Raciocínio desenvolvido haverá a união da humanidade universalmente.”

(*)   Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/25/rational-moment-19/

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

PINEAL GLAND: A CONCEPTUAL ANALYSIS – PART 2

glandula-pineal-uma-analise-conceitual

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdNlh5Z1d0a2NIUFE  (Click on the link to hear the audio)

download1

(By Porfírio das Neves)

(*)

That is right, the human mind has three mechanics; of composition, of development and of ruling, and not just two, as it was postulated by Philosophy and by Science, which based themselves on the thought and the imagination.

That is the root of the human unbalance: the thought and the imagination, two varying forces, polarized and environmental, always acting in cycles.

The Reasoning is ternary; it is not dual or Cartesian, Reasoning is the divine identity within these two universal substances.

They confounded and still many confound the Cartesian Reasoning that was necessary for the investigation of the body-soul duality, with the Rational-Reasoning which contemplates the true origin of everything and everyone : God – the Supreme Reasoning.

Now, talking about the pineal gland, what will be really your opinion in face of these considerations?

Have you considered that many birds and fish use their pineal gland to migrate?

The pineal gland, in these animal classes, work as a sensorial organ linked to the geomagnetism, which explains these migrations.

It also works as a sensorial organ of the electric and magnetic field variations that affect the discernment and the logic of the body-soul Cartesian thought.

What one did not know, but must now be considered, is that the pineal gland can also work as the sensorial organ of the “res-divina”.

The Reasoning development of the “res-divina” must not be confounded with the Cartesian development of the body and soul Reasoning, although one complements the other.

In a simple way, it is said: First Millennium, Second Millennium and Third Millennium, as regards the three development phases of the human mind, because they were millenary processes of different evolutive phases.

Thus, knowing that the pineal gland houses these three developments, it is necessary and extremely important to remind the following:

The Rational “res-divina” is not spiritism, or Science, nor Philosophy and, to be felt, it is necessary its reciprocal development with the Third Energy, and never through the two other substances components of the Universe.

Spiritism was necessary to elucidate the body-soul duality question and now, the Rational Culture is necessary to unveil and balance the universal trinity.

Exercises to activate the pineal gland, based on the electromagnetic field do not make any sense, or bring any benefit to the development of the Reasoning Rational of the third Millennium.

All the exoteric, spiritual, philosophic and scientific practices with the pineal gland are inside the context of these two energy fields: electric and magnetic field (dual); correlated with these two universal substances: mind and body.

The Third Millennium practice is to establish the pineal gland sensorial connection with the Rational Energy, through the Rational Immunization method.

This is the natural method based on the Rational Knowledge of oneself.

The reading of the Book UNIVERSE IN DISENCHANTMENT is recommended.

 

READ THE BOOKS “UNIVERSE IN DISENCHANTMENT”

HUMANITY´S TRUE ORIGIN!

 

(*)  Text in Portuguese:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/21/glandula-pineal-uma-analise-conceitual-parte/

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Não categorizado, Saúde e bem-estar | Marcado com | 1 Comentário

PINEAL GLAND: A CONCEPTUAL ANALYSIS – PART 1

glandula-pineal-uma-analise-conceitual

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdcVZxZFdmNmUtVlk  (Click on the link to hear the audio)

download1

(By Porfírio das Neves)

 (*)

Until not long ago, in the middle of the twentieth century, the pineal gland, or epiphyses, was seen as a residual organ by the scientific milieu ; a gland without a relevant function.

Philosophically, René Descartes, three hundred years before, already reputed the pineal gland as the SEAT OF THE SOUL; a throne of the mind where a human soul seats.

As the scientific observations about the pineal gland increased, demystifying  thus, the concept of a residual organ, the esoteric and spiritual concept increased to the extent of, in less  than half a century, become the most important gland, as much as for the body´s aspect, as well as for the soul aspect.

Today, we are aware that this gland is fundamental for the comprehension of the Reasoning´s concept.

But, which Reasoning? The one “I think, therefore I exist”, or God´s Reasoning?

René Descartes, with his famous phrase “I think therefore I exist”, founded the Cartesian thought and trying to make plain the mind-body question, he rightly reputed that the pineal gland is the human body´s organ responsible for that dual interaction.

What this and other philosophers as well as scientists did not notice in the employment and development of their methods, is the ternary composition suggested by René Descartes himself about the Universe: God, Matter and Thought. Descartes claimed that besides God (my underlining), the universe was constituted by two other substances.

One of them was the “res extensa” (from the Latin, “extensive thing”) and the other substance was the “res cogitans” (from the Latin, “thinking thing” or soul).

The soul was characterized by Descartes as something immaterial and, for that reason, with no extension.

And where did the first substance, the “res-divina” (can we call it that?) remain?

That first substance stopped to be considered in the occidental Cartesian thought, much probably because no one knew the divine substance, or the divine thing.

Truly, one could not experiment the divine substance that composes the Universe, but just speculate.

And the modern science did not accept speculations, only experiments and reproductive methods.

René Descartes then based the modern philosophy and the mathematic science with the Cartesian thought of the body-soul duality instead of basing on the God-body-soul trinity, for God was just a speculation, or a belief, for the philosophers of his time.

But now, in the Third Millennium, God stops being a speculation with the Rational Culture.

I think, therefore I exist, for I am of divine origin, of Rational origin; therefore God exists and He is not a thought or soul, He is Rational, He is the existing origin.

The “res-divina”, or Rational, is the true origin of the two other substances that compose the universe.

Today we are aware of that through the study of the Rational Culture, the “res-divina” that unveils to us this third part of the Universe; really the first.

And in spite of René Descartes be very right in his Cartesian logic about the body-soul duality, neither the Philosophy, or the Science, nor the Spiritism, all resulting from the human thought, could make it right with the “res-divina”.

That is what we may conceive with the Rational Culture: the Three Millennia of the human mind energetic composition.

 

(Continue in Part 2)

 

(*)  Text in Portuguese:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/21/glandula-pineal-uma-analise-conceitual-parte-1/

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

AS FASES DA HUMANIDADE

People generations at different ages in flat style

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdLUk1TkJQd1Y2QUE  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Prof. Porfírio das Neves)

 

O ser humano é gerado, cresce, se desenvolve e chega à maturidade e depois se extingue.

Passa por várias fases durante a sua vida. A fase do feto, a infância, puberdade, adolescência, fase adulta e, por ultimo, a velhice.

Verifiquem em um recém nascido. Observamos, atualmente, os progressos que a criança vai fazendo, o primeiro choro, os olhos se abrindo, os ouvidos escutando, enfim, os órgãos um a um vão se adaptando ao meio ambiente. Os olhos distinguindo as cores, as formas; começam assim os primeiros entendimentos da criança com o meio ambiente. Cada progresso destes constitui uma fase, ou várias fases.

Os entendimentos vão aumentando; os adultos ensinam a falar, a rir, e aos poucos vão transformando aquele ser, de acordo com os seus padrões sociais e culturais. Vai sendo formada assim uma base de entendimentos e pensamentos para o futuro ser humano adulto que poderá agir por si só, livremente.

Mas, quando ele crescer, já será tarde para pensar sozinho, pois, na realidade, a base de seus pensamentos não é sua, foi legada  por outros, pelos pais, parentes, sociedade e até pelo meio ambiente.

É claro que existe o livre pensamento, nós sabemos disso. Mas, na verdade, este livre pensamento também é “pré-fabricado” no berço e nas primeiras escolas. E não poderia deixar de ser assim! Alguém tem que nos ensinar  a ser livre, porque ninguém nasce sabendo, nem mesmo o que é liberdade.

Existe também as transformações do pensamento durante as fases da vida, porque os pensamentos acabam ficando todos diferentes, mas não se consegue libertar dos primeiros passos, dos primeiros entendimentos. A percepção de cada um é variável, mas cada progresso é montado em cima daquela base do recém nascido. De modo semelhante, a humanidade também não conseguiu se libertar da sua formação de feras primitivas.

Ninguém escolhe o berço em que vai nascer, nem hora, nem pai, nem mãe. Pelo menos é assim que entendemos, até então.

Numa simples ilustração, observem que aquele que nasce no Brasil jamais se entenderá, ou se sentirá, como sendo japonês e vice-versa. Este é um dos exemplos que constituem a base de pensamento adquirida no berço e da qual ninguém consegue se libertar, mesmo sendo livre pensador e livre para imaginar o que quiser. Conclusão disto: não é possível negar sua origem.

Contudo, se não fosse dito a uma criança, ao adolescente, como ele nasceu e, se ele não visse outras crianças nascerem, ele nunca poderia se aperceber que tinha sido gerado no ventre de sua mãe, ele não saberia entender a sua origem biológica, o seu nascimento, muito menos o seu antes de ser assim, até que chegasse um dia em que, por consequência natural, no encontro do sexo oposto, ele comprovasse como é a reprodução, como é gerado um ser humano (lembram do filme “Lagoa Azul”?).

E só aí é que ele compreenderia como é que tinha nascido. Como veio parar neste mundo.

ASSIM É A HUMANIDADE, NA SUA EVOLUÇÃO CÓSMICA!

Nasceu, cresceu, se desenvolveu e chegou à maturidade. Passou por inúmeras fases. Em cada fase, cada época, muitos e muitos aspectos diversos que constituem, em verdade, um número infinito de fases. E agora está à beira de comprovar sua real existência, como ser eterno que é.

Em todo esse tempo, a humanidade foi livre pensador, mas jamais conseguiu se libertar do elo de sua origem. E o que manteve a humanidade presa à sua origem, inconscientemente, foi justamente a boa índole que todos nós temos, como que um porta-voz adormecido, latente.

 – Chamamos esta índole de senso de humanidade.

Este sempre foi o nosso desejo: procurar pureza e perfeição, todos querendo acertar, comprovando que a nossa origem é de puros, limpos e perfeitos.

Se nunca alcançamos a pureza e a perfeição, é porque estávamos desconhecidos do nosso ser, da nossa razão de sermos assim.

Inventamos tudo que sabemos hoje e muitas coisas até já esquecemos e, é claro, que de imaginações não poderiam nascer certezas, porque é tudo imaginário.

Mas, assim como o corpo humano na maturidade é adequado ao acasalamento, o ser humano, por ser um centro astrológico, também, com o tempo, tinha de chegar à conclusão de encontrar em si mesmo a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, e nela o porta voz da verdade das verdades, por a natureza dos viventes ser adequada a conhecer a sua Origem verdadeira, que é a Natureza que nos fez.

A IMUNIZAÇÃO RACIONAL é a Energia que faz a ligação do ser humano com o Mundo de Origem.

O porta voz da verdade das verdades, mesmo que ainda materializado em forma de máquina do Raciocínio, através da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, vem nos esclarecer a nossa origem, nossa “infância”, nossa “adolescência” e vem nos mostrar o verdadeiro caminho, agora que estamos entrando na maturidade da nossa existência, antes que a “velhice” e a extinção natural liquide esta humanidade.

Já estamos vivendo a mais linda fase da humanidade: a fase do desenvolvimento do Raciocínio, pela ligação natural de todos ao nosso verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional.

A Fase agora é Racional, querendo dizer com isto que a Humanidade está prestes a se libertar de toda a ignorância fermentada no atraso do desconhecimento de si mesmo.

Deixa de ser crente e temente ao Criador, para ser consciente e digno de coexistir com o verdadeiro Criador.

Onde aprendi isto e com quem aprendi?

Simples: existe um Livro que me transmite toda esta realidade existencial: o Universo em Desencanto. E este Livro tem um Dono! E é com Ele que estou aprendendo.

 

LEIAM OS LIVROS: “UNIVERSO EM DESENCANTO”

A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE!

 

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

OS GRANDES GÊNIOS DA HUMANIDADE

sem-titulo

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdcDRYWm16OEwyVlE  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Prof. Porfírio das Neves)

 

A grande síntese do Conhecimento Humano está, aparentemente, representada pelas figuras históricas da civilização: os gênios da humanidade.

Entretanto, qual seria a fonte de tanta genialidade? E por que um gênio sempre foi incompreendido?

Estes são os dois aspectos aqui abordados e, em consequência desta compreensão, verificamos a existência do “maior gênio”  que a humanidade poderia conhecer.

OS GRANDES GÊNIOS

Uma breve repassada em nossos livros da história da civilização, não nos deixará ficar desapercebida a notoriedade de uma ou outra personagem que, por sua capacidade criativa distinguiu-se da grande massa, projetando o conhecimento humano várias décadas ou séculos à frente de sua época. Nesse quadro de nomes podemos citar um Leonardo da Vinci, um Copérnico, um Einstein, um Pasteur, um Cervantes, um Thomas Edison, um Newton, um Kepler, um Mozart, etc. – desculpem-me os não citados.

O que quero destacar neste tipo de pessoas são dois aspectos importantes: o primeiro é, evidentemente, o conhecimento que demonstraram na sua época, que os conduziu à celebridade histórica. O segundo, como não poderia deixar de ser, é a incompreensão que sofreram da sociedade em que viveram. Assim, tipo Santos Dumont.

Sobre o aspecto do conhecimento genial, querendo dizer conhecimento do gênio, perguntamos: – qual a fonte verdadeira? Como poderia brotar das cabeças dessas pessoas idéias tão brilhantes? Como um menino de oito anos poderia compor uma sinfonia? Com que capacidade um cérebro pode criar mais de mil invenções?

Respostas para estas questões podem ser sofismáticas e redundantes se não tivermos um verdadeiro pensamento crítico, a menos que cada um de nós seja o grande gênio da interpretação, o que, convenhamos, sem nenhum demérito, está bem longe da realidade.

À luz de um conhecimento lógico racional podemos afirmar que não há efeito sem causa. As próprias palavras, os símbolos usados no nosso alfabeto, têm sua causa e por isso cada uma com seu significado. A palavra “gênio”, por exemplo, pode ser enquadrada na mesma família da palavra “gêneses”, sinônimo de origem. Portanto um gênio pode ser interpretado como um aparelho da origem e por isso suas criações são “sui generis” ou originais, da origem. Suas intuições, suas inspirações foram e são da origem; quero dizer com isso que não são propriamente deles, mas sim da Origem.

Que Origem?

Origem, horizonte ou horizontal – plano ou Planície.

Associações de palavras como esta podem transparecer uma certa infantilidade, mas não esqueçam, devemos nos manter sempre críticos e não juízes quando estamos examinando um assunto. Ninguém pode se considerar dono da verdade para se dizer absolutamente certo, e ir dando suas opiniões como verdades; haja visto a situação universal.

O que quero dizer com isto é que há na Terra um Conhecimento que, a exemplo dos grande gênios, hoje enriquece e ilustra a mente de milhões de pessoas, elucidando todos esses mistérios sobre a Origem da Humanidade. Trata-se da CULTURA RACIONAL, enfocada nos livros Universo em Desencanto. Este conhecimento é genial, querendo dizer, da Origem. E leva o ser humano ao conhecimento de si próprio. Citando Sócrates: “conhece a ti mesmo”.

Então, nada neste mundo é insólito se conhecidas as verdadeiras causas. Se alguma coisa poderemos chamar de insólito sobre a Terra é a ignorância de “meia dúzia” que persiste e teima em manter “enredados”, presos pelas rédeas, os seus seguidores, só para prevalecerem sobre os mesmos como figuras imponentes, monstros sagrados, representantes das suas próprias verdades –  pura conveniência dos mais espertos.

Citando a CULTURA RACIONAL, os gênios podem ser vistos como aparelhos da origem ou “ferramentas da natureza” onde cada um nasceu com o dom de descobrir, transmitir ou criar isto ou aquilo; nada que faça é de si próprio e sim da origem, da gênesis, do “gênio”.

Assim é a forma pela qual o Conhecimento de Cultura Racional chega até nós, após a evolução e o desenvolvimento do pensamento e da imaginação. Existe um Gênio, um ser da Origem, com o dom de transmitir o Conhecimento Racional: Manoel!

Falando agora sobre a incompreensão, é natural que muitas pessoas não aceitem esclarecimentos desta natureza. Mas, com o tempo, o reconhecimento será universal em razão da nossa própria evolução e do nosso sentimento empreendedor do universo em que vivemos.

Imaginem-se há alguns séculos atrás se alguém falasse que poderíamos nos comunicar à distância através de um rádio. – Louco!  Só pode ser louco quem assim pensa. Se falasse da televisão então!… Seria um deus nos acuda.  E o que dizer sobre a possibilidade de voar de avião?! No entanto, hoje encaramos todos esses feitos com toda a naturalidade e não admitimos sequer que alguém possa questioná-los.

Em razão de todas estas coisas, podemos afirmar hoje, com toda a naturalidade, que o maior Gênio da Humanidade é o Racional Superior da Terra, o senhor M. J. C., porque só Ele pode desvendar a gênese da origem verdadeira da humanidade, nos livros UNIVERSO EM DESENCANTO.

 

LEIAM OS LIVROS: “UNIVERSO EM DESENCANTO”

A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE!

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

RATIONAL REFLEXIONS (2)

reflexoes-2-o-tempo

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdMUdYSWJvekFMYWc   (Click on the link to hear the audio)

download1

(Gilberto Carnasciali, a student of Rational Culture, Miguel Pereira, RJ)

(*) 

TIME

 

Time does not pass. We are the ones who pass.

Time does not pause. We are the ones who pause.

Time does not run. We are the ones who run.

The clock has no hands.

The clock´s hands are us.

Time is a static energy that formed itself with the loss of our deformed virtues.

Time is a register of everything that occurs in the matter since its origin, 21 eternities ago, for time is Nature´s observer.

As everything in the matter, time is an elusive element that eludes and confounds the living creatures, at each hour, at each minute, at each second, at each moment of their lives.

Time knows and is cognizant of the duration of the 21 eternities, for that is the duration of its life, its one and only life.

We, living creatures, do not know what the duration of the 21 eternities is, for our existence is a broken line with infinity of interruptions; life and death, a way of refreshing our decaying lives through the lapidations and transformations.

We are ignorant of:

The progress of the retrocession.                            

The advancement of the apparent modernity in the decaying and polluting matter.

The wipe out of the memory, of the remembrance and of the consciousness.        

The Reasoning enslaved and materialized in the pineal gland.

Time that knows everything, also knows, for it was told by Nature, that its life will last until the last life of all of us, living creatures, extinguishes itself in the matter.

In that cheerful and ultimate Terrene Rational Date, Time, Nature´s silent instrument, will have accomplished exemplarily its universal mission.

And thus, it will cease to exist in the matter and will come to be what it was in the pure, clean, perfect and eternal RATIONAL PLAIN: ETERNITY.

 

(*)  Text in Portuguese:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/23/reflexoes-racionais-2/

 

 

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

REFLEXÕES RACIONAIS (2)

reflexoes-2-o-tempo

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdRGhXOUNuREs2RTQ  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira, RJ)

(*) 

O TEMPO

 

O tempo não passa. Nós é que passamos.

O tempo não pausa. Nós é que pausamos.

O tempo não corre. Nós é que corremos.

O relógio não tem ponteiros.                                      

Os ponteiros do relógio somos nós.

O tempo é uma energia estática que se formou com a perda de nossas virtudes deformadas.

Ele é um registro de tudo o que ocorre na matéria, desde os primórdios, há 21 eternidades, pois o tempo é um observador da Natureza.

Como tudo na matéria, ele é um elemento ilusório que ilude e confunde os viventes a cada hora, a cada minuto, a cada segundo de suas vidas.

O tempo sabe e conhece qual é a duração das 21 eternidades, por essa ser a duração de sua vida, sua única vida.

Nós, viventes, não sabemos qual a duração das 21 eternidades, por a nossa existência ser uma linha tracejada com uma infinidade de interrupções. Uma forma de renovação das nossas vidas pelas lapidações e transformações.  

O progresso do regresso. O avanço da modernidade na matéria decadente e poluente. O apagão da memória, da lembrança e da consciência. O Raciocínio prisioneiro e materializado na glândula pineal.

O tempo sabe também, pois lhe foi dito pela Natureza, que sua própria vida perdurará até que a última vida de nós viventes se extinga na matéria.

Nessa derradeira e festiva Data Racional Terrena, o Tempo, o silencioso instrumento da Natureza, terá cumprido exemplarmente sua missão universal.

Cessará de existir na matéria e retornará a ser o que era na PLANÍCIE RACIONAL, pura limpa, perfeita e eterna: a ETERNIDADE.

 

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2016/09/23/rational-reflexions-2/

Publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar | Marcado com , , , , , , , | 3 Comentários