ASTROLOGIA – 1ª PARTE

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdVGc0WFQtZ0hzem8  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

ASTROLOGIA

A Imunização Racional nasceu no Brasil

O prematuro bem é para todos aqueles que o procuram
encontrar, e o mal também é encontrado quando o procuram.

A vida não é só a base do mal. A base do mal atinge apenas os desabrigados da Força Suprema a tudo e a todos.

A Força Suprema é a base dos viventes que têm seus sigmas e seus planetas de
grandes influências, por isso, brilham um certo tempo, mas, depois, por não
compreenderem o além e não procurarem a base invisível, começam a surgir coisas
 
desagradáveis em suas vidas e, por melhor que estejam, passam de mal para pior.

Como aí no mundo existem ricos sem sossego, milionários e pessoas altamente bem  colocadas, sem terem sossego algum, pois no dinheiro não estão todas as coisas que o vivente precisa para a marcha equilibrada de sua vida. Se o dinheiro desse saúde, os ricos não a perderiam, como uma infinidade de outras coisas, que são atingidas na vida, quando os viventes as têm em seus sigmas e em seus planetas.

A influência do planeta e do sigma, que são pertences da vida, é fruto de um
estudo nascido na Arábia, feito pelos sábios de outrora.

A Arábia é um país de muitas lendas, de muitas histórias e de muito romancismo, onde existiram n’outros tempos castelos de ouro e de mármore. Castelos estes que, com o decorrer dos tempos, foram sendo demolidos. E os povos adotaram novos sistemas, mas não há, ainda hoje, quem não aprecie o passado da velha Arábia, com suas histórias, seus contos e romances do passado.

Existiam sábios nascidos na Arábia, veteranos conhecedores de astrologia, que procuraram o mapa da vida, que todos trazem nas mãos e, com a lapidação da ciência astrológica, começaram a prestar atenção nos astros por muitos e muitos séculos, notificando os seus movimentos e botando o nome de planeta e sigma.

Este estudo foi se espalhando por toda a Ásia, tornando-se, depois conhecido
universalmente. Naquele tempo a ciência era toda natural e se comunicava com os
 
astros naturalmente, adquirindo o vivente, dessa forma, tudo que precisava. Os sábios provaram, então, a cada pessoa, o porquê do seu nascimento, o que tinha que ser, o que se passava na vida e o que iria passar na vida de cada um.

Com a passagem do tempo, esta ciência, que imperava outrora para guiar a todos, foi ficando para um canto, e as novas gerações criando novas ciências e abandonando o conhecimento de astrologia.

Naquele tempo o ensinamento era só este e, com o tempo, os viventes criaram o novo alfabeto, que usam até hoje e acharam melhor. Deixaram o alfabeto verdadeiro, que era o de astrologia, onde o vivente encontra a sua vida toda, como é, como não é, e como tem que ser. Este é que é o alfabeto nascido em outras eras, quando todos sabiam porque nasciam, o que tinham que ser na vida e o que lhes aconteceria até o dia da sua morte. O progresso e o modo de se entenderem era completamente diferente.

As novas gerações começaram a inventar alfabetos novos, surgindo, daí, todos os embaraços que existem no mundo. Os viventes mais felizes do mundo não são aqueles que são governados pelo seu sigma ou pelo seu planeta e, sim, os que são governados por uma outra parte diferente deste vácuo, que é a parte Racional.

A parte Racional é que governa todos os planetas, sua força sempre por cima deles todos. E o estudo de astrologia, que era um estudo adiantadíssimo para se regularem outrora, não tinha valor algum em relação à força da parte Racional.
Valia apenas para o vivente saber porque nascia e os andamentos de sua vida.
Era muito bom para libertar os povos; era mais adiantado do que esse sistema,
 
esse alfabeto inventado pelo homem da Terra, que, aí, ficaram bichos de uma vez. Inventaram esse alfabeto para verem se podiam evitar ou cortar coisas que deviam se passar. Nesse tempo não havia deus na Terra; o deus era o sol e a deusa era a lua.

Acima de todos esses conhecimentos está a Força da parte Racional, que não cumpre caprichos de planetas, nem de sigmas, porque está subjugada à Parte Superior e os planetas cumprem, assim, o que essa Parte Superior quer.

(Continuação na próxima postagem)

SOBRE ASTROLOGIA, ACESSEM:

https://nalub7.wordpress.com/2006/04/07/astrologia-2a-parte/

https://nalub7.wordpress.com/2006/04/08/astrologia-3a-parte/

https://nalub7.wordpress.com/2006/04/09/astrologia-parte-final/

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para ASTROLOGIA – 1ª PARTE

  1. 11mjpereira disse:

    O~lá amiga
    já fiz um comentario lá mais atrás
     
    Mas no inicio da nossa civilização a Area era muito espiritual, fazia-se culto ao sol e aos anjos das estrelas ( os sete logos planetarios ) e até á 3º sub raça estes povos chegaram ao mais alto grau  de sabedoria e pureza, os sacerdotes  eram astrologos e astronomos e governavam o estado por leis baseadas no estudo dos astros.
    beijocas

    Curtir

  2. Valdir disse:

    Prezada Nágea,
     
    Vim visitá-la de novo, para revigorar-me da vibração deste espaço que você cultiva com tamanha dedicação e carinho por todos nós. Não é à tôa, que todos os seus convivas, aqui, são pessoas seletas, contributivas para o emolduramento de um alto padrão cultural. O assunto hoje em exposição, pode parecer à primeira vista, não passar de lugar comum na esfera do Conhecimento Humano. Mas, o que está implícito nele, é a pronunciada mudança de rumo da humanidade, tendo como ponto de inflexão (em nossa evolução antropológica), a subversão da ordem sociocultural  estatuida pela própria Natureza, que redigia nas palmas das mãos (de todos), a cada passagem de vida, quais os desígnios de nossa interação social.
    A mente elétrica e magnética ainda estava subdesenvolvida e nem era requerida por aqueles outros modos de viver esta vida. Transcorria naquela região do Mundo, um progresso de evolução do primeiro alfabeto sociocultural, natural da Natureza, que hoje nos é revelado pela Cultura Racional. Tempos que não havia exclusão social, cada qual com sua função. Tempos de um rigoroso enquadramento da expansão das vontades, gostos e caprichos nos limites naturais da própria Natureza. Tempos, que se respirava a essência da flora medicinal, saudáveis tempos de longa duração da vida. Tempos, sem poluição. Tempos que, problemas havia sim, quando os casais se descuidavam na relação de reprodução. Então, nascia alguém desprovido da estabilidade que era, na época, o padrão. Tempos, em que não eramos os falastrões de hoje, a língua estava presa, aguardando pela evolução da energia elétrica. A energia que ensinou o animal a falar. Enfim, tempos que não havia o grego, nem o latim, nem o hebraico e nem essa diversidade de idiomas nos diferentes pontos da Terra. Tempos, que os modos de vida eram outros, porque se regiam por esse alfabeto que até hoje trazemos nas palmas das mãos. Depois de subvertido e abandonado por aquelas gerações primitivas, depois de extintas, nasceu a evolução sociocultural artificial da humanidade.  Mas aí, já são outros tempos. E agora mais outros…a Racionalização, o 3º alfabeto sociocultural…brotando entre nós agora, a Cultura Racional, para o encontro do Ser Humano consigo mesmo. Passando toda Humanidade a viver como irmãos, depois do raciocínio desenvolvido pela energia dele, a Energia Racional. Todos na idade de se irmanarem como UM. Numa indissolúvel Unidade Universal. Muito diferente desta visão diversificada da realidade da vida. Cada qual uma lógica artificial, uma lógica sem Base.
    Por falar em falastrão, chega de falar, não?  Desejo a você, a todos saúde e paz.

    Curtir

  3. Pingback: MENTES INFLACIONADAS | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  4. Pingback: UMA ADVERTÊNCIA DO RACIONAL SUPERIOR | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  5. Pingback: ASTROLOGIA – PARTE FINAL | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  6. Pingback: ASTROLOGIA – 3ª PARTE | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  7. Pingback: ASTROLOGIA – 2ª PARTE | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  8. Pingback: OS MOTIVOS DOS MALES DA HUMANIDADE – 2ª PARTE | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

  9. Pingback: ASTROLOGIA – 2ª PARTE | RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s