O COMPREENDER DA DEFORMAÇÃO

não use mascaras

https://drive.google.com/open?id=1-3yIRhNffGYl0oDVqjYMQR8vcBhHYc1g

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(*)

(Dr. Ivan Marinho, Psicólogo, estudante de Cultura Racional, Rio de Janeiro, RJ)

 

 

A natureza é que governa tudo e todos. E por assim ser, temos as quatro estações diferentes no ano, as épocas e o tempo disso, daquilo, ou daquilo outro.

O poder natural da natureza é quem governa tudo, todos os seus feitos, regulando-os.

Todos os feitos são joguetes naturais da natureza, porque são comandados e orientados por ela.

Assim como tem as plantas venenosas e as árvores venenosas, também tem criaturas completamente venenosas, avessas por completo ao bem, tal qual um vegetal venenoso.

Assim como tem plantas ruins e boas, tem criaturas ruins e boas: são os feitos da natureza. Por assim ser, já é o natural de sua própria formação.

Assim como são os vegetais, são as criaturas. E de forma que assim como existem vegetais de uma infinidade de espécies, também existem as criaturas de uma infinidade de espécies.

Existe o vegetal com espinho e com veneno. Existe o ser humano nas mesmas condições: com uma natureza de uma árvore de espinhos e de uma árvore com veneno. Uns nascem para espetar e outros nascem para envenenar. Portanto, só possuem feitio de gente, mas, avessos a tudo que é de bom.

Tem as flores venenosas, tem as flores mal cheirosas, tem as flores de bom perfume. E assim como tem o vegetal bom, tem o vegetal ruim. E como já é da formação natural, tem as criaturas boas, dóceis, boníssimas e tem as criaturas maléficas.

Assim sendo, é importante saber discernir entre o vegetal bom e o vegetal ruim, e ter a mesma aplicação nessa referência no que tange às criaturas.
Por a natureza ser deformada, é que houve toda essa desigualdade nessa deformação.

Numa deformação tudo é diferente, o inserir é de aparências, e as aparências não são verdades, enganam muito! É preciso que se conheça a vida e a natureza, para não se deixar levar pelas aparências, pelas primeiras impressões.

As aparências iludem, têm pessoas que têm duas, três personalidades, que compõem a degeneração e deformação Racional. E de forma que ninguém pode se julgar igual, por que todos são diferentes e tudo é diferente.

Os sentimentos, os procedimentos, os atos, cada qual tem o seu. Uns bons, outros maus – polos completamente diferentes.

É imprescindível que se conheça a natureza para não se iludir, não se impressionar, e nem se deixar levar pelas aparências, porque o ruim sabe se apresentar como bom, porque os seus defeitos estão sempre bem escondidos, estão sempre ocultos no íntimo.

Daí o se conhecer torna-se o exato, porque o desenvolver do raciocínio é a busca do conhecer minuciosamente todas as reações comportamentais do ser animal, que diferem do ser racional, sem ter brigas e contendas no relacionar, porque todas as inconstâncias afloram e desnudam o negativo, que já não pode ocultar os defeitos no seu íntimo.

Não tem mais aparências, se é bom é bom mesmo, se é mau, é mau mesmo, tudo se mostra como é. E uma vez, desenvolvido o raciocínio, ligado ao Mundo Racional: que beleza! Livre desses corsários, livre de viver em um mundo de uns contra os outros, no fazer inimigos gratuitos.

Afinal, o mundo provou, a vida provou o desequilíbrio da personalidade.

A desvalorização do ser humano fez a palavra cair no ridículo, daí o descrédito e a desconfiança, tornando a vida sem compostura, onde o respeito evaporou da mentalidade, e isso levou a humanidade à descompreensão e ao desentendimento.

Então quem conhece a vida dá o desconto a tudo, por isso, é a favor de tudo e de todos, afinal sabe que o mundo, a natureza e os seus feitos são diferentes. Portanto, de nada adianta ir contra a natureza de ninguém.

Se o bicho é veneno, é veneno puro, de nada adianta ir contra o veneno, por se tratar de um fator natural da natureza.

Isto aqui é uma deformação, a desigualdade impera sobre tudo e sobre todos e por isso todos são diferentes, a natureza é de dois extremos, e todos os seres são assim, variam e oscilam nesses extremos; portanto, é preciso ter bom senso, um ótimo equilíbrio, e a percepção do que são os feitos dessa deformação genética, desse descontrole e malabarismo natural da natureza, porque ninguém tem culpa de ser como é.

Ninguém é culpado se ser como é e, sim, a natureza deformada que nos fez.
O veneno não tem culpa de ser veneno e, sim, a natureza deformada; e assim é tudo e todos. O fator de ser assim, dessa ou daquela forma, é um fator natural da natureza, a razão de tudo e de todos serem como são.

Uma vez conhecendo o que são, de onde vieram, para onde vão, pela Fase Racional, a fase do verdadeiro equilíbrio de todos, estão salvos de todas as torpezas, afinal, amadureceu pela lapidação e entende e compreende tudo e todos, por isso, vivem ligados e amparados pela Fase Racional.

Estude o livro Universo em Desencanto – Livro de Cultura Racional.

 

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2019/05/23/the-understanding-of-the-deformation/

(*)  Texto em Espanol:

https://nalub7.wordpress.com/2019/06/15/el-entendimiento-de-la-deformacion/

(*)  Texto em Francês:

https://nalub7.wordpress.com/2019/06/17/la-comprehension-de-la-deformation/

(*)  Texto em Alemão:

https://nalub7.wordpress.com/2019/07/04/das-verstandnis-der-lebenverformung/

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para O COMPREENDER DA DEFORMAÇÃO

  1. Rosângela Leite disse:

    Quem está com o raciocínio bem desenvolvido entende que não se deve dar importância ao mal, porque enquanto a pessoa não passar a se conhecer, não sabe de sua existência nessa vida de matéria, não sabe de suas fraquezas e não as conhece, por estar ligada em duas energias de natureza deformada, degenerada, poluída e enfraquecida, porque o magnético que é o puro mal não deixa a pessoa se conhecer. E o mal só tem conserto na leitura do livro Universo em Desencanto, no passar a se conhecer, que é no desenvolvimento do raciocínio. E – do contrário só as piores coisas, porque o mal por si mesmo se destrói – é o que se espera dessas duas energias de natureza elétrica e magnética.

    Curtido por 1 pessoa

    • nalub7 disse:

      Com certeza, Rosângela! Enquanto a pessoa não se conhece, por desconhecer quem somos, de onde viemos e para onde vamos, ignora também a formação e constituição desta vida de matéria, matéria essa que somente existe neste segundo mundo, que é um mundo provisório e passageiro, originado de uma transformação do CERTO para o ERRADO, ocorrida numa parte do MUNDO ETERNO, o Verdadeiro Mundo de tudo e de todos, devido o transbordamento do livre arbítrio de uns tantos Habitantes do MUNDO ETERNO, o MUNDO RACIONAL.
      Saímos da CONSCIÊNCIA para nos transformar numa vida inversa, onde reina a inconsciência e, por isso, todos neste segundo mundo, visíveis e invisíveis, ficaram desconhecidos de si mesmos, tendo este segundo mundo como certo e verdadeiro, apesar dos sofrimentos constantes, que sempre levaram todos a buscar pelo equilíbrio que nunca tivemos neste mundo inverso, por ser uma degeneração e deformação do MUNDO VERDADEIRO, o MUNDO NATURAL, o MUNDO RACIONAL.
      Mas, como este mundo de matéria teve princípio, e tudo que tem princípio tem fim, chegou a Fase Racional na Terra, dos Livros Universo em Desencanto, e iniciando as transformações POSITIVAS, para colocar fim na inconsciência, dando a todos, visíveis e invisíveis, a fantástica oportunidade de todos conhecerem a VERDADE sobre este mundo em que vivemos e o antes de ser dele e de todos que nele habitam, para todos passarem a se conhecer e saber como voltarem a ser como sempre foram no MUNDO RACIONAL, o MUNDO DOS ETERNOS, Racionais puros, limpos e perfeitos, encerrando as transformações negativas responsáveis pela degenerescência, deformação, poluição e enfraquecimento de tudo e de todos, através do desenvolvimento do raciocínio que nos equilibra, fazendo nossa ligação à ENERGIA RACIONAL, do MUNDO RACIONAL, e retornando tudo e todos ao nosso Verdadeiro Mundo de Origem, de onde nunca deveríamos ter saído.
      Gratíssimos!

      Curtido por 2 pessoas

  2. Mary Sana disse:

    BELÍSSIMO E POR ISSO, RACIONADO ESSE TEXTO!
    O LIVRO “UNIVERSO EM DESENCANTO” VEIO DO ALTO, DO MUNDO ORIGINAL, DO MUNDO RACIONAL, PARA A RECUPERACÃO DE TODOS OS SERES VIVENTES: BONS E MAUS.
    PARA O CUMPRIMENTO DE TÃO DELICADA E GRANDIOSA MISSÃO, SOMENTE A JUSTIÇA SUPREMA, QUE NÃO EXCLUI NINGUÉM!
    NUMA NATUREZA CUJA REGÊNCIA SEMPRE FOI ELETROMAGNÉTICA E POR ISSO DEFORMADA, EXISTEM TODOS OS TIPOS DE DESIGUALDADES E ISSO ATINGE AOS HUMANOS: SOMOS TODOS DIFERENTES.
    O QUE NOS IGUALA, O RACIOCÍNIO, ESTAVA LATENTE.
    E EM 1935, O RACIONAL SUPERIOR NOS PRESENTEOU COM A GRANDE NOTÍCIA DO SEU IMEDIATO DESENVOLVIMENTO.
    AGORA SIM, TEMOS A CULTURA RACIONAL, PARA QUE SEJAMOS EDUCADOS NO EXERCÍCIO DA COMPREENSÃO “DE QUEM SOMOS”, “DE ONDE VIEMOS” E “PARA ONDE VAMOS”.
    EM CADA FRASE, PARÁGRAFO E MENSAGEM DO LIVRO “UNIVERSO EM DESENCANTO”, HÁ UMA ORIENTAÇÃO DE “RESGATE”, NOS ENCAMINHANDO DIA A DIA PARA A CASA DE ONDE JAMAIS DEVERÍAMOS TER SAÍDO, O NOSSO MUNDO RACIONAL.
    GRATIDÃO ETERNA PELO ACESSO AO QUE NÃO TEM PREÇO: “O SABER VERDADEIRO”!

    Curtido por 2 pessoas

    • nalub7 disse:

      Fase Racional do Terceiro Milênio é, com absoluta certeza, Mary, o maior evento deste universo eletromagnético em que habitamos, porque é nesta Fase que vamos ter provas e comprovações, através dos Livros dessa Apoteótica Fase, de que sempre fomos diferentes apenas na parte animal, que não é o nosso natural verdadeiro, pois, nosso verdadeiro “EU” tem natureza idêntica, sendo nossa parte Racional.
      E esse VERDADEIRO SER de todos nós, que era desconhecido antes de 04 de outubro de 1935, passa a ser revelado, quando a ENERGIA RACIONAL, do MUNDO RACIONAL, naquela data, passou a governar a Natureza, para nos esclarecer “QUEM SOMOS NÓS, QUE A ILUSÃO ERA TANTA, INCAPAZ DE DEFINIRMOS O NOSSO VERDADEIRO EU, QUE É RACIONAL”.
      Nosso conhecimento, até então, limitado à degeneração, deformação e poluição que compõem nossa parte animal, elétrica e magnética, é que impedia a harmonização entre todos, por todos, nesse contexto primário, serem diferentes uns dos outros, por apenas pensarem e imaginarem.
      E agora, com o desenvolvimento do raciocínio, através do conhecimento superior universal adquirido na leitura dos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, as portas da Natureza se abrem para todos, indistintamente, evoluindo todos RACIONALMENTE ao mesmo patamar de superioridade, sem minimizar ninguém: todos diretamente ligados ao Verdadeiro DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, transformando, em tempo relativamente curto, o mundo de matéria, em um abrigo de paz, amor, fraternidade e concórdia, até que todos retornem definitivamente ao MUNDO RACIONAL, de onde nunca deveríamos ter saído.

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s