A MORTE

(Cláudio Sampaio, estudante de Cultura Racional, Fortaleza, CE – BRASIL)

 

Por muito dinheiro que se tenha até hoje, ninguém nunca escapou dela.
Até a ciência com sua evolução: levando os cientistas todos dentro do caixão.

Por quê?

Não esquente sua cabeça para me responder, porque até hoje com o pensamento, o ser humano nunca pôde descobrir uma forma para se ver livre da morte.

Por quê?

Por todos viverem sem se conhecer.

E quem não se conhece não sabe viver. Para saber viver tem que se conhecer, para da morte saber se defender.

Quem não se conhece, não conhece a vida, não conhece a morte. Não conhece a vida que fez a sua vida e fez todas as vidas e fez tudo para manter tudo que fez.

E vivendo assim, sem se conhecer, não podia de forma alguma da morte nada entender. Quem se conhece sabe como viver, conhece a vida e a morte e sabe como dela se defender.

Por exemplo, a fome é uma doença e o remédio é a comida. Portanto, quando você está com a doença, você já sabe e conhece qual o remédio para curar a doença. E que se não tomar o remédio, que é a comida, você morre da doença, que é fome.

A MESMA COISA É COM A MORTE, POR QUÊ?

Porque você se conhecendo, sabe como escapar da morte.

Por quê?

Porque a morte é apenas uma ferramenta da vida, que fez a sua vida e todas as vidas e fez tudo para manter tudo que fez.

Então, a dona da morte que também é a dona da vida e de todas as vidas, usa a morte como ferramenta para levar esta máquina que é seu corpo para oficina que é o cemitério.

E lá os mecânicos vão desmontar esta máquina, para a formação de outra máquina nova.

Os mecânicos, no caso, são os micróbios desmontando o seu corpo, que vai se transformar em vírus e micro vírus visíveis e invisíveis, que são os engenheiros que vão fazer cada qual sua peça para montar a nova máquina, logo após desmontar a velha que a morte levou para oficina, por estar funcionando mal.

Saiba como é feita esta transformação de velhos para novos, com minúcias de detalhes, provados e comprovados, lendo e relendo os livros: “UNIVERSO EM DESENCANTO”.

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A MORTE

  1. Wellington Palhano disse:

    Salve,meu irmão de origem!!!
    Muito interessante falar desse tema Racionalmente.
    Quero somente acrescentar que o Racional Superior, ao abordar sobre a morte, também nos disse que a palavra morte foi inventada pelo homem.
    Porque,na verdade, a gente se transforma.
    Na Natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.
    Um grande abraço fraternal!!!!

    Curtido por 1 pessoa

  2. nalub7 disse:

    Muito oportuna essa lembrança: ” …tudo se transforma.”
    É mesmo uma felicidade ter conhecimento disso e ainda, a certeza de podermos agora, nesta Fase Racional, termos condições de nos transformar para cima, retornando ao nosso estado natural, de Racional puro, limpo e perfeito, no nosso verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
    Gratos pela visita e comentário. Seja sempre bem-vindo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s