O SABER QUE NOS SALVA

SCRAP1 - Cópia

 

Espaço de Valdir

O SABER QUE NOS SALVA

Uma recomendação feita, frequentemente, no bojo do conhecimento racional é a de que se deve procurar deter o verdadeiro saber; pois, a razão de «as coisas serem como têm que ser», é independente do nosso querer e do nosso entender  que, por sua vez, é resultante de nossa diminuta faculdade consciente, que supõe a vida de acordo com as nossas experiências; e é resultante também, de nossa faculdade inconsciente ser altamente desenvolvida.

 

A humanidade depois de ter adotado, por oito milhões de anos,  nas  regiões árabes e numa  parte da ásia, o alfabeto de astrologia, ela abdicou de seguir se baseando por ele, depois que o movimento de seu abandono teve início na Jordânia; onde foi introduzido o alfabeto artificial.

 

Dali adveio um vácuo, depois da revolta da natureza que reagiu com maus tratos aos detratores da astrologia cósmica primitiva; e então…

Ver o post original 1.353 mais palavras

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

4 respostas para O SABER QUE NOS SALVA

  1. Prof. LuS OLiveira disse:

    Muito elucidativo Racionalmente! Mui gratssimo.

    Curtir

  2. Angela disse:

    concordo prof. Luis

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s