HOMENAGEAR A SUA MÃE É, ANTES DE TUDO, SE HARMONIZAR COM A NATUREZA.

HOMENAGEAR A SUA MÃE É, ANTES DE TUDO, SE HARMONIZAR COM A NATUREZA.

 

O mundo que nos abriga já está bem velhinho, velhinha e cansada essa Natureza que há milhões de milênios insiste em nos ensinar o óbvio que, infelizmente, ainda está longe de ser entendido pelos bichos homens.

Longe, sim, porque persistem em se firmar nas aparências da Natureza, quando ELA de nós espera apenas que A reconheçamos como Mãe de tudo e de todos, que sempre dá o necessário e meritório em troca da ingratidão.

Somos todos irmãos, mas vejam como vivemos: pior que feras bravias. Que mãe pode se sentir feliz assim?

Empolgados, iludidos e encantados com as belezas naturais e artificiais, esquecemos de desenvolver nosso dom maior e precioso, o contato com o Invisível Superior, que é onde se encontra o Verdadeiro Natural, que é DELE que emana a vida, que é NELE onde brilha nossa Identidade Racional, onde todos se igualam e são abençoados pela Verdadeira Mãe, que é a Natureza Racional.

A humanidade precisa urgentemente se desprender de tudo quanto é de material, caso contrário nossa Mãe Natureza, cansada de tanto trabalhar em vão para a evolução da espécie humana, não terá mais nada a fazer, a não ser considerar essa humanidade um mero resíduo a tomar formas e destinos sem valor algum.

O apego à matéria nos liga a vibrações negativas de baixíssima frequência. Essas, por sua vez, atraem tudo quanto é de pior do invisível, sendo forças que nos tornarão instrumentos da senhora vaidade, que nos levará a querer ser sempre o alvo das atenções, como o melhor, o mais lindo, o mais inteligente, o mais poderoso, o mais em tudo, conduzindo-nos à ganância de nunca se satisfazer com nada, por tudo ser pouco para quem é “tudo”.

E aí vem a ambição, passando a viver ambicionando tudo que está acima do que devemos ter para uma vida simples e calma. E ambição afeta nossa moral, por ambicionar até o que jamais deveria ter, por ferir o sentimento e o direito de nossos semelhantes.

Neste ponto, avança a ambição para o mundo dos crimes, a ponto do ambicioso achar que qualquer coisa que se faça é válida para obter o que se quer, até tirar a vida dos semelhantes.

Essa trajetória descrita é o mecanismo do pensamento para derrotar os apegados à matéria.

Quando chega neste ponto, o prepotente pensador que se julgava tudo ser, enxerga, tarde demais, que nada é e que nunca venceu, apenas foi vencido por seu ilusório apego pela matéria.

Tudo isso por quê?

Por nunca ter se interessado em conhecer a sua Mãe Natureza, confundindo-a com os seres materiais.

Nunca quis saber de seu antes de ser e do antes de ser do mundo, o que eram. Mesmo tendo sido orientado para ler as instruções da Verdadeira Natureza e da cultura DELA, contida nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, para poder se engrandecer, fortificar e vencer.

E assim, preferiu continuar ligado à matéria, pensando e imaginando bolando e, quando acordou, já era tarde demais, sem tempo algum para se desprender da matéria e, em consequência, iniciar seu desenvolvimento do raciocínio, que é a compreensão e comunicação com o invisível SUPREMO, vivendo a vida de acordo com a compreensão SUPERIOR dos ETERNOS.

Enfim, nunca teve tempo para se harmonizar com sua Mãe Verdadeira, que é a Natureza, vivendo de aparências e provando ser mal para si e para todos.

Este é um alerta para todos que se julgam grandes filhos sem o ser, e que no DIA DAS MÃES se preocupam em “dar presentes” para sua progenitora, de quem, na verdade, são filhos-irmãos, por sermos todos filhos naturais da NATUREZA.

Preocupam-se em “dar presentes”, mas estão sempre ausentes, no amor, na atenção, na compreensão, no reconhecimento do bem verdadeiro, no carinho, enfim, vazios dos valores sublimes reais, por serem apegados à matéria, que nada vale, por falta de desenvolvimento do seu raciocínio, que é onde se encontra o verdadeiro natural de todos.

Quer homenagear sua mãe? Procure, então, antes de tudo, se harmonizar com a Natureza, passando a se conhecer e a conhecer o Primeiro e o Segundo Mundo, o Superior e o Inferior, nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em EDUCAÇÃO E CULTURA, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para HOMENAGEAR A SUA MÃE É, ANTES DE TUDO, SE HARMONIZAR COM A NATUREZA.

  1. Mary Sana disse:

    Bela e procedente REFLEXÃO RACIONAL!
    A NATUREZA, como Mãe benevolente sempre providenciou o alimento material para os filhos, mas também e principalmente oferece a cada ciclo seu, o conhecimento correspondente a ele no sentido de SUPRIR AS MENTES, com o entendimento de como devem se conduzir na vida.
    A cada mudança de fase é perceptível a dificuldade por parte dos humanos, em adotar o comportamento que pede a natureza.
    Toda mãe, ser de matéria que é, sofre ao ver um filho seguir caminho equivocado, aquele que a ele trará inevitavelmente algum sofrimento e à MÃE VERDADEIRA cabe a DOR MAIOR de assistir os filhos vivendo contra o seu próprio progresso, pela insistência de permanecerem na CONTRAMÃO daquela que é a DIRECIONADORA de todos.
    ”Quem vive contra a NATUREZA, vive contra si mesmo”, essa é a grande verdade, que nos adverte os Livros ”Universo em Desencanto” de Cultura Racional.
    E infelizmente o que assistimos é a inconsciência da continuidade: as civilizações do primeiro e segundo milênios, orientadas respectivamente pela imaginação e pensamento já cumpriram de forma competente o seu trabalho e o finalizaram preparando a humanidade, para o GRANDE EVENTO UNIVERSAL, com a chegada em 1935 da FASE RACIONAL do Terceiro Milênio.
    A MÃE NATUREZA está cansada de fabricar PENSADORES, SOFREDORES e MORTAIS, que no exercício de sua CAPACIDADE LIMITADA e portanto INCONSCIENTE, estão em processo de AUTODESTRUIÇÃO e igualmente AGREDINDO o planeta, o nosso HABITAT, o ESPAÇO que a GENITORA NATURAL nos concedeu para o APRENDIZADO RACIONAL.
    Somos RACIONAIS, originários do MUNDO RACIONAL, onde impera limpeza, pureza e perfeição e estamos no ÚLTIMO CICLO para a RECUPERAÇÃO DA CONSCIÊNCIA.
    Esse é o momento que a humanidade através do desenvolvimento do RACIOCÍNIO deverá fazer a sua CONEXÃO com a NATUREZA MÃE, que esperou pacientemente por longas eternidades o DESPERTAR dos filhos perdidos e esquecidos de QUEM SÃO EM ESSÊNCIA: SERES RACIOCINADORES.

    Curtido por 2 pessoas

    • nalub7 disse:

      Complementação do texto muito bem raciocinada, Mary!
      O que é tão simples de entender, e que a maioria ainda não percebeu, é que estamos em um mundo de transformações constantes, por não estar esse mundo em seu estado natural – uma parte do MUNDO SUPERIOR, do MUNDO RACIONAL, que decaiu, degenerou, deformou, poluiu e enfraqueceu, ficando fora do seu natural verdadeiro.
      Exemplificando: como um copo que caiu,e no chão ficou estilhaçado em infinidades de pedaços grandes, pequenos e minúsculos.
      Se a queda de um copo é filmada, ao voltar o filme na câmera de filmagem até ao início onde o copo ainda estava intacto, vamos assistir a recomposição das infinidades de pedaços, até que cheguemos à forma completa do copo.
      Já vimos muito isso em comerciais na TV.
      Essa reconstituição vai nos mostrar várias fases, desde a primeira, onde os pedaços se levantam do chão e começam a se unir.
      Assim é este universo em que vivemos, a grosso modo,uma parte do MUNDO RACIONAL que se fragmentou e continua se fragmentando, se transformando, até que os viventes interrompem essa descida, tomando consciência de que estão se fragmentando cada vez mais e se prejudicando, continuando em queda, sempre mais afastados do Verdadeiro Natural e, então, se firmem no propósito de fazer sua própria reconstituição, através do raciocínio, que é um HD universal, onde estão gravadas todas as ações da descida, tendo, portanto, a chave da subida e retorno ao estado Verdadeiro Natural de Racional puro, limpo e perfeito, como realmente somos, no MUNDO RACIONAL.
      Por isso o raciocínio precisa ser despertado e desenvolvido completamente, para entrar em ação. Seu despertar depende da conexão entre a ENERGIA RACIONAL adormecida na Glândula Pineal, com a ENERGIA RACIONAL que está comandando a Natureza nesta Fase do Terceiro Milênio.
      A ENERGIA RACIONAL adormecida no centro de nossas cabeças é a IMUNIDADE RACIONAL do vivente. Quando se faz a referida conexão, o vivente fica completamente desligado de toda as degenerações, deformações e poluições que impediam seu corpo fluídico de manter a pessoa plenamente saudável, em todos os sentidos: físico, mental, emocional etc.
      Em cada fase da evolução Racional da pessoa, desde o seu acordar, o raciocínio começa a ser primariamente produzido pela ENERGIA RACIONAL que se despertou. E quanto mais a pessoa lê e relê o Livro do raciocínio, que é o Universo em Desencanto, mais a ENERGIA RACIONAL interior do vivente vai se desenvolvendo e produzindo raciocínios para reorganizar a vida do leitor, de forma a conduzi-lo cada vez mais acertadamente em tudo que precisa para o seu bom e belo viver racionalmente.
      Para ver como ninguém, anteriormente à chegada da ENERGIA RACIONAL na Terra para comandar a Natureza, ninguém nunca raciocinou, porque estávamos todos ligados às energias do lobo direito e esquerdo do cérebro, comandados pelas energias elétricas e magnéticas, que pertencem ao ser material, e que somente produzem pensamentos elétricos e imaginações magnéticas, que pertencem ao conjunto degenerado, deformado, poluído e enfraquecido desta natureza elétrica e magnética inferior.
      Portanto, nas fases anteriores da vida da humanidade, estávamos todos ainda ligados e comandados pelo eletromagnetismo, sem possibilidades de gerar raciocínios. Gerávamos apenas pensamentos e imaginações, frutos de nossa conexão com as energias elétricas e magnéticas do universo. e que quando esses pensamentos e imaginações eram aparentemente muito elevados (já que elevação é particularidade do raciocínio), aí o povo dizia que se tratava de um “raciocínio”.
      Raciocínio começa a ser gerado somente com o acordar da ENERGIA RACIONAL de cada vivente.
      Portanto, tudo que passou na vida dos seres humanos estava certo para as fases das respectivas épocas, assim como tudo que está passando agora está certo para a fase em vigor, a Fase Racional, do Terceiro Milênio, onde quem pensa está em desarmonia com a Fase da Natureza em vigor, que é a Fase Racional, e é liquidado pela Natureza, que não admite mais pensadores. A Natureza somente admite os pensadores que já têm pelo menos um início de desenvolvimento Racional, e que dão absoluta prioridade à continuação desse desenvolvimento Racional, para que possam ser considerados pela Mãe Natureza como filhos fiéis, procurando se harmonizar com ELA.
      Fica assim bem esclarecido, o porquê da URGÊNCIA do desenvolvimento do raciocínio, o qual acelera com a leitura e estudo diário dos Livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional.
      Gratíssimos, Mary!

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s