O COMPORTAMENTO DO SOL E O ESTUDO DA NATUREZA

O COMPORTAMENTO DO SOL E O ESTUDO DA NATUREZA.jpeg

(João de Castro, estudante de Cultura Racional, Brasília, DF)

 

Todos dependemos da Natureza em tudo para viver, e é uma temeridade viver sem conhecê-LA verdadeiramente: sua origem, suas mecânicas, mas, principalmente a magnitude do trabalho DELA, cuja função inclui todos os seres – visíveis e invisíveis.

Ultimamente as atenções têm se voltado para o sol.

E muitas pessoas, por falta de CONHECIMENTO DA NATUREZA, ficarão assombradas com o comportamento do grande astro.

Ora, isso acontece porque desconhecem que o Sol foi o primeiro ser criado nas transformações da Natureza, quando este universo em que vivemos era apenas uma pequena parte do mundo eterno de onde tudo e todos nos originamos.

Era uma pequena parte em formação, onde uns tantos Habitantes Racionais puros, limpos e perfeitos, já formados e em progresso de pureza, resolveram progredir naquela parte que ainda não estava pronta para o progresso Racional.

Isso fez com que aqueles Racionais começassem a perder virtudes, bem como aquela pequena parte também veio a perder, o que veio dar causa a este universo em que hoje nos encontramos.

Essas virtudes dos primitivos Racionais é que deram causa à formação do sol.

Portanto, o sol é um ser que tem consciência, como provado já foi pelo cientista e matemático oxfordiano Rupert Sherdrake, e exerce, como todo ser, sua função cósmica dentro da deformação deste universo em que vivemos.

Fato curioso, esse cientista tem tido suas teorias, cujo ponto nevrálgico é o estudo da Natureza, que é repudiado pelas instituições científicas e acadêmicas europeias, evidenciando o temor dos mentores da Academia, que é uma extensão do poder da elite mundial, que teima em não permitir que as pessoas comuns descubram que o homem não tem controle nenhum sobre este mundo.

O estudo da Natureza é que vai provar e comprovar aos seres humanos que o controle sempre foi e será da Natureza e que a Natureza é Racional, totalmente fora da manipulação humana, apesar da Natureza estar fora do seu natural.  Inclusive todas as tentativas do homem de manipular a Natureza redundam num total desastre e tragédias na vida humana, como advertência da Natureza de que quem manda NELA é ELA mesma!

As cidades que sempre foram laboratórios de engenharia social, edificaram muralhas entre o homem e a sua percepção natural Racional, impondo-lhe normas pensantes, que despertaram nos pensadores somente seu lado materialista, mas o preço disso tem sido altíssimo, que são os sofrimentos sempre maiores e o sentimento de solidão que assola toda a humanidade.

Ir contra a Natureza é o pior negócio! E para caminhar paralelamente a Ela, é preciso conhecer a cultura natural dela, a Cultura Racional.

A matéria é, sem dúvida, uma grande ilusão, já que está sob as leis transitórias e de impermanência. Se a matéria fosse verdadeira ela não se transformaria, passando de uma forma para outra e de uma vida para outra e sempre em piores condições, o que prova e comprova de que ela, matéria, é um ser inferior, por estar em condição degenerativa constante: hoje é uma coisa, amanhã é outra!

Está aí o porquê, enquanto materialista, o homem jamais se elevará para alcançar sua evolução definitiva, por querer fazer da mentira (que é a matéria) como se fosse a VERDADE.

Somente o desprendimento material fará a humanidade alçar voo rumo à VERDADE das Verdades.

Portanto, de acordo com o que temos aprendido na cultura natural da Natureza, que é a Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto, podemos assegurar o seguinte: estamos, sim, vivendo em outros tempos, que é a Fase Racional do Terceiro Milênio, dentro de diferentes campos vibratórios e energéticos, porém nossa mente ainda está ligada a parâmetros obsoletos e inoperantes do Segundo Milênio, onde eram regentes as energias elétrica e magnética, as quais estão fora do comando da Natureza, já que esse comando está a cargo da ENERGIA RACIONAL, do nosso Verdadeiro Mundo de Origem, por ser a ÚNICA ENERGIA com força e poder para nos conduzir de retorno ao Mundo de onde viemos, o MUNDO RACIONAL, através do desenvolvimento do raciocínio.

Consequentemente, a Natureza intensificará seus sinais até que a consciência humana desperte desse estado letárgico magnético, de achar que na matéria está a sua salvação.

A Elite, que vem se propagando desde os atrasadões egípcios e sumérios, não poderá fazer nada a respeito, pois, como poderão impedir a Natureza em seus propósitos implacáveis de propiciadora do despertar consciencial da humanidade?

Ora, ninguém pode com a Natureza, que tem a função ÍMPAR de levar tudo e todos ao seu verdadeiro lugar, no MUNDO RACIONAL.

Conclusão: não existe passado, a vida está no presente, como pode ser comprovado pelos sentidos de cada ser humano. O passado tornou-se apenas uma representação da realidade; uma realidade simbólica que prende o indivíduo pelo magnetismo, prisão essa que está atualmente em desacordo com as ordens naturais da Natureza neste Terceiro Milênio.

Estamos, pois, em plena Fase Racional, para libertação total desse magnetismo simbólico que nos prende a essa letargia existencial – o marca passo que o Racional Superior elucida na sua magnânima Obra de Cultura Racional!

Não há o que fazer, senão conhecer o livro UNIVERSO EM DESENCANTO de Cultura Racional, a liberdade verdadeira definitiva e abolição integral do animal Racional, para que ele possa voltar ao seu estado natural de Racional, puro, limpo e perfeito no seu mundo de origem – O MUNDO RACIONAL!

A hora agora é de valorizar o estudo da Natureza para poder entender as mensagens que ELA nos dá através dos comportamentos inusitados do sol e dos demais astros no firmamento, porque sem esse estudo cairemos nas interpretações errôneas, deixando de nos beneficiar com as avançadas comunicações dos astros neste esplendoroso Terceiro Milênio, que na Terra está para benefício e união de toda a humanidade.

Raciocinar é a ordem do dia, para contato com todos os seres da Natureza, visíveis e invisíveis.

Que todos acordem em tempo!

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, EDUCAÇÃO E CULTURA, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O COMPORTAMENTO DO SOL E O ESTUDO DA NATUREZA

  1. Mary Sana disse:

    Refletindo racionalmente, a conclusão é única: a ligação com a NATUREZA deixa qualquer ser vivente com POLIDEZ CULTURAL e isso não tem preço!
    Por mais que as vertentes disseminadoras de cultura artificial tenham tentado e ainda insistam em CONTROLAR os movimentos naturais, jamais conseguirão êxito, porque o PODER DA NATUREZA é IMPERATIVO, uma vez que dá e tira vidas.
    O que é vulnerável não pode afrontar a VIDA PERMANENTE, a NATUREZA, pois ELA DETERMINA o que precisa ser cumprido.
    A MÃE NATUREZA executa tudo dentro da JUSTA FORÇA E RAZÃO, sem pender para lado algum.
    Portanto manda a prudência, que “UNIVERSO EM DESENCANTO”, o LIVRO DA NATUREZA seja inteligentemente estudado, para a COMPREENSÃO da vida, inclusive da ESSÊNCIA ENERGÉTICA, que se concentrou em sua maioria nas virtudes do ASTRO REI, o SOL.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s