SOBRE OS SONHOS E AS AVENTURAS

SOBRE OS SONHOS E AS AVENTURAS

 

INICIANDO 2020, RECOMENDAMOS A REFLEXÃO SOBRE SONHOS E AVENTURAS, CONTIDA NA ENCICLOPÉDICA OBRA “UNIVERSO EM DESENCANTO”, DO RACIONAL SUPERIOR, COMO NORTE CERTO PARA INÍCIO DE UM ANO REALMENTE POSITIVO E SEM DECEPÇÕES.

 

Todos são aventureiros, cada qual nas suas aventuras, cada um nas suas aventuras.

Por a vida ser irregular, é que as aventuras continuam até hoje. Todos são aventureiros.

Vejam o ponto do desacerto; pois, aventuras são coisas de quem não sabe o que está fazendo, são coisas de um inconsciente. Por isso, vivem aventurando, por desconhecerem a certeza das coisas.

Quem aventura não sabe se vai dar certo ou não, razão por que nem todas as aventuras dão certo. Umas sim, outras não.

Um aventureiro é um sonhador de olhos abertos; está sonhando e pensando que está direito, por estar idealizando isto, aquilo ou aquil’outro. Por isso, todo aventureiro, ou toda aventura, parte de um ideal. Então, cada qual com os seus ideais.

Um aventureiro é um caçador de ruínas para si mesmo, porque não estão nas aventuras as soluções reais da vida. As aventuras são de todos os sonhadores. E quem sonha não sabe se está certo ou se está errado, porque está sonhando. Mas, no ver das coisas, está errado.

Aventureiro é aquele que não tem certeza das coisas: então, faz esta ou aquela aventura para ver se dá certo ou não.

E assim está o mundo: cheio de aventureiros; e por a vida ser de aventuras é que o sofrimento se multiplica. E as consequências de uma aventura são sempre desagradáveis e redundam em sofrimento.

Na vida da matéria, por desconhecerem o porquê da matéria e o porquê da origem dela, por viverem desconhecidos das bases reais e naturais, é que começaram a viver assim: no ar.

Quem vive no ar, vive aventurando, e quem vive aventurando, vive sofrendo. Por isso, se é pobre sofre, e se é rico também sofre; se é grande e se é pequeno: sofre.

Tudo isso por desconhecerem a base real da vida. A base real da vida é uma só: RACIONAL. E o que é RACIONAL é puro, limpo e perfeito. Mas, nessa deformação Racional (*),  só podiam mesmo viver sob este jugo, que fez com que todos fossem aventureiros.

Na vida de um ser qualquer existe uma infinidade de aventuras, e todos elas fracassadas, porque tudo se acaba, por o verdadeiro direito não ser esse. Esse é o direito aparente, é o direito de quem se convenceu a seu modo, como se o direito fosse esse, aquele ou aquel’outro, fazendo o direito de acordo com as suas conveniências.

E por o aventureiro não saber o que faz, é que o sofrimento sempre se multiplicou, sempre todos viveram aventurando, fazendo o direito de acordo com as suas aventuras, a seu bel-prazer e gosto. Daí, o direito do gosto, o direito de ideais, o direito de aventuras. É por isso que ninguém sabe o que faz, porque tudo não passa de um sonho. É uma vida, um sonho: é de quem está sonhando de olhos abertos.

A vida é um sonho, e por ser um sonho é que se acaba.

Então, fica a pessoa sonhando que tem vida e dizendo: “A minha vida.” Como coisa que a vida fosse propriedade de alguém – e, de repente, acabou-se a vida. A vida não é propriedade de ninguém; ninguém tem direito à vida; por isso, a vida é passageira, perdem-na sem querer perder, é a lei da deformação da matéria.

Tudo é bom aparentemente, tudo serve aparentemente. E assim é a vida para muitos. Julgam a vida ser a vida que nunca foi nem é. A vida é um sonho, sonhando de olhos abertos – de repente acabou-se o sonho, fechou os olhos e… findou-se

E, assim, por a vida ser um sonho, os pesadelos aí estão, que são os sofrimentos. Estão todos sonhando de olhos abertos em um mundo de sonhadores, no mundo do encanto, no mundo deformado.

Afinal, sonhando fazem uma infinidade de castelos, uma infinidade de projetos; sonhando desse jeito e pensando que estão certos, quando o certo é muito diferente.

 

(*)  O submundo em que vivemos.

 ***

NA CULTURA RACIONAL, DOS LIVROS “UNIVERSO EM DESENCANTO”, ENCONTRAMOS O CERTO E O DIREITO DA VIDA, COLOCANDO FIM NOS PESADELOS DA VIDA, QUE SÃO OS SOFRIMENTOS, CAUSADOS PELOS SONHOS E AVENTURAS, QUE SURGEM NA VIDA DE TODOS QUE NÃO SE CONHECEM AINDA, POR ESTAREM SOB O JUGO DO PENSAMENTO E DA IMAGINAÇÃO, PELA FALTA DO DESENVOLVIMENTO DO SEU RACIOCÍNIO.

PARA EMBARGAREM O SOFRIMENTO, TODOS PRECISAM SABER QUEM SÃO, DE ONDE VIERAM, COMO VIERAM, PARA ONDE VÃO E COMO VÃO, BEM COMO A VERDADEIRA FORMAÇÃO DO MUNDO EM QUE VIVEMOS E DE TODOS OS SEUS PERTENCES, VISÍVEIS E INVISÍVEIS.

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, EDUCAÇÃO E CULTURA, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para SOBRE OS SONHOS E AS AVENTURAS

  1. Ludmila BH - Minas Gerais - Brasil disse:

    Um aventureiro é um perdido!
    Não conhece o objetivo real da Vida!
    Estude o Livro Universo em Desencanto e desenvolva o seu Raciocínio e deixe de ser um aventureiro para ser um Bem Aventurado!
    Salve!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Mary Sana disse:

    Como são dolorosas as decepções sofridas pelos inconscientes, os que ainda vivem de sonhos e ilusões!
    Se estamos em plena Fase Racional, onde a ORDEM NATURAL é o desenvolvimento do Raciocínio, sem esse suporte, não há como ter FIRMEZA e nem CERTEZA do comportamento a adotar nas específicas situações impostas pela vida.
    A Mãe Natureza considera os seres desconhecidos da NOVA REGÊNCIA NATURAL, a Fase da Racionalização dos povos, aqueles que mantêm conduta pautada no eletromagnetismo dos ciclos anteriores, como crianças que não sabem o que fazem.
    Em assim sendo, os pensadores se autodestroem automaticamente e só percebem quando o pior já lhes aconteceu.
    É pela defesa da vida de tudo e todos, que a Divulgação Racional deve ser diuturna e para os quatro cantos do mundo, alertando sobre o PERIGO que é CONFIAR nas orientações do pensamento e da imaginação.
    “Universo em Desencanto” é o SOCORRO LITERÁRIO, LIVRO VIVO, que ACORDA os humanos e todas as vidas pertencentes à Natureza. É como se tudo estivesse perdendo as forças, a vida e a LEITURA REFLEXIVA rega, alimenta, nutre O CÉREBRO e a Glândula Pineal responde RACIOCINANDO.
    Simples assim!
    Parabéns Nágea, pelo inteligente e providencial texto!

    Curtido por 1 pessoa

    • nalub7 disse:

      Mary, gratíssima por nos agraciar com tão belo comentário! O texto é parte de uma mensagem do RACIONAL SUPERIOR que achei realmente providencial para o presente momento, que exige da humanidade um despertar urgente dos sonhos, das ilusões e das aventuras, que a nada levam o vivente.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s