DESENCANTO DA MATÉRIA: FIM DO FANATISMO

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FddEc0aUVHeXVjczQ  (Clique no link para ouvir o áudio)

download whatsaap

O desencanto da matéria é o descortínio dos mistérios, dos enigmas, dos fenômenos, dos finitos e dos transfinitos, que por longas eternidades nos mantiveram neste grande cativeiro material.

Mas, agora, com a Fase Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio, temos em mãos tudo isso desvendado, passando a conhecer o nosso verdadeiro SER, o nosso EU verdadeiro, que é a centelha DIVINA, dentro de nossas cabeças.

Essa pequenina centelha, antes de assim ser, era um Habitante do mundo dos eternos, o MUNDO RACIONAL, o mundo dos puros, limpos e perfeitos, com corpos de energia de massa cósmica pura, limpa e perfeita, com o seu progresso de pureza.

Em postagens anteriores, temos explicado muitas vezes como foi que saímos do mundo dos eternos e viemos, por livre arbítrio, constituir este mundo de impurezas e de imperfeições: o mundo material, que é este universo eletromagnético em que vivemos.

Vamos saber, na Cultura Racional, a cultura natural da Natureza, toda a história da nossa descida até chegar nessa condição precária de animal Racional, como também – e isso é que é o mais lindo – o saber completo de como retornar a ser o que éramos: puros, limpos e perfeitos, corpos de ENERGIA RACIONAL, no nosso Verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

É algo tão esplendoroso, que as pessoas até duvidam e perguntam:

“Será mesmo que vamos para um mundo de perfeição, onde habita somente a paz, o amor, a fraternidade, enfim a felicidade verdadeira?”

Sim, vamos sim! Mas, isso depende da força de vontade de cada qual em estudar a Cultura Racional, nos Livros Universo em Desencanto.

E é tão fácil, pois se trata de um estudo individual, feito no conforto do seu lar. E que esses Livros, sendo editados numa linguagem muito simples e repetitiva, estão ao alcance de todos.

Para ver como o Mundo Superior, o MUNDO RACIONAL, facilitou a vida de todos nós, a ponto de estabelecer uma condição tão singela e fácil para que todos nós pudéssemos retornar à eternidade em vida.

Só mesmo um SER SUPREMO A TUDO E A TODOS para dar uma solução ao alcance de todos. Essa uma das incontáveis provas de que esse Conhecimento Racional é um conhecimento dado por DEUS VERDADEIRO, pois, um Pai Verdadeiro sempre procura facilitar a vida de seus filhos, indistintamente, porque ama a todos racionalmente, sem imposições.

Agora, o que precisamos fazer é nos conscientizarmos de que somos todos fanáticos.

Por quê?

Porque enquanto não enxergarmos e não admitirmos o quanto somos fanáticos, continuaremos adotando tudo que sempre adotamos, na ilusão de estarmos certos, impedindo nossa evolução.

E por que somos fanáticos?

Muito simples, porque sempre adotamos valores e procedimentos sem conhecimento de sua causa, de sua origem e de sua base. Adotamos uma cultura artificial, que teve como base suposições que nunca foram provadas nem comprovadas.

A própria matemática, com seus teoremas, todos eles partindo de hipóteses. E assim foi o desenrolar das ciências, das filosofias e de tudo enfim existente na cultura filosófica e cientifica, tudo baseado em suposições, em idéias sem lógica, em imaginações, que nunca corresponderam à realidade da natureza, razão por que se tornou uma cultura contra as leis naturais, de desrespeito a tudo e a todos.

Estamos mentindo? Claro que não! Olha quantas provas aí no mundo, provas gritantes, como o desequilíbrio moral, físico e financeiro que não poupa nenhum lugar.

E o porquê desse desequilíbrio, que não é de agora e que agora somente aumentou? A causa desse desequilíbrio milenar é a falta de conhecimento da VERDADE sobre a vida e sobre a gênese verdadeira deste mundo em que vivemos com todos os seus pertences.

A VERDADE liberta e a mentira aprisiona.

A falta de conhecimento verdadeiro sobre a vida nos fez viver à custa de suposições, de experiências, tentando encontrar a VERDADE.

E nessa busca da VERDADE na mentira, que é a matéria, nos afundamos na matéria e passamos a ter a matéria, que nada é, como tudo sendo.

E que nome se dá a alguém que acredita na mentira como se VERDADE fosse? A resposta é: FANÁTICO!

Portanto, provado está que todos somos fanáticos, por vivermos encantados com a matéria que nada é, admitindo o ser material como verdade: que fanatismo!

E somente mesmo um SER EXTRATERRENO, de um mundo superior, DEUS VERDADEIRO, o RACIONAL SUPERIOR, poderia nos desencantar desse fanatismo material, que nos levou ao absurdo de viver uns contra os outros, irmãos matando irmãos, por causa do ser material.

E quando falamos em ser material, falamos de forma generalizada. Explicando: idéias pertencem ao campo material, assim como sonhos, fantasias, ideais e seus desmembramentos, porque tudo isso é fruto do pensamento e o pensamento é essência da matéria e, não da originalidade do ser.

Quem conhece a verdade não tem idéias, não precisa delas, pois, traz em si todo o conhecimento verdadeiro. E tendo o conhecimento verdadeiro não sonha, pois já se encontra realizado. Sabe o que diz, sabe o que faz, o porquê diz e o porquê faz. Tem clarividência.

Não tem ideais, pois já está realizado.

Não tem ilusões, pois já está realizado.

Não admite fantasias, pois já está realizado com a VERDADE.

Para ver que o que todos mais precisam e necessitam é de se conhecer pelo desenvolvimento do raciocínio, que é a nossa centelha DIVINA, porque somente nela e, não, na matéria, se encontra a VERDADE.

E somente a VERDADE nos liberta da mentira que é a matéria. Matéria: um ser provisório e passageiro, sem estabilidade, por ser uma deformação e degeneração do estado natural e eterno, de ENERGIA RACIONAL.

Todo animal Racional é fanático, fanático com a matéria, porque vive sob o comando de sua parte animal, que é a parte material.

E somente se liberta do seu fanatismo quando, pelo desenvolvimento do raciocínio, passa para a classe de Aparelho Racional, ou seja, passa a ser um porta-voz da ENERGIA RACIONAL e, não, da energia elétrica e magnética, do pensamento e da imaginação.

Portanto, minha gente, o mal da vida está na própria vida! Na vida de matéria.

E por assim ser, todos precisam ser lapidados para acordar para a vida real, que não é a vida da matéria.

A vida da matéria é um mal!

Tanto é um mal, que não existe nada nem ninguém que seja igual.

Tudo e todos são diferentes, por se tratar de uma deformação do estado natural verdadeiro de ser, no Mundo Superior de nossa origem, onde todos são iguais em pureza, limpeza e perfeição, por isso, eternos!

Então, a lapidação é um mal que se torna um bem, para ir retirando a parte deformada de tudo e de todos e chegar à essência, onde tudo e todos são iguais: puros, limpos, perfeitos, sem defeitos, portanto, eternos – RACIONAIS!

Por tudo e todos serem diferentes, cada qual necessita e precisa de uma forma de lapidação diferente, para que seja reconduzido ao natural.

Essa a razão e o porquê de existirem tantos segmentos culturais, os quais deveriam ser encarados como são: meios transitórios para diminuir a rudez, o atraso, a selvageria.

Mas, por a maioria esmagadora da humanidade não se conhecer (prova disso, o desequilíbrio geral), não sabendo de onde veio, como veio, para onde vai e como vai, fica sem referência de sua base de origem (sem referência da verdade) e se apega nos meios transitórios de lapidação como se pontos de referência absoluta fossem.

Daí, nasce o fanatismo, porque a pessoa se fecha para outros meios transitórios de lapidação, interrompendo sua evolução, impossibilitando (e isso é o pior) sua chegada ao final da estrada da lapidação, que é o Conhecimento Racional da vida – a verdade sobre tudo e sobre todos.

Esse fanatismo pelos meios transitórios, que são meios criados pela própria natureza deformada, além de manter o atraso de tudo e de todos, promove o desentendimento, a desunião, os atritos, os conflitos, as guerras e a mortandade entre os povos.

E é tão monstruoso esse fanatismo, um câncer de elucidação desenfreada, que as pessoas estão se destruindo e destruindo seus semelhantes por causa de suas idéias, de seus sonhos, de suas fantasias e de suas convicções, vendo as conseqüências horrorosas e tenebrosas desses seus modos infantis de burros empacadores, mas, nem assim se demovem de suas idéias, de seus sonhos, de suas fantasias e de suas convicções.

Perdem a vida por causa de suas idéias.

Morrem em nome de suas religiões.

Destroem cidades e vidas preciosas para impor suas ideologias.

O que é isso?

É o magnetismo em cena! O foco das obseções, mal puro e que está dominando todos que não se conhecem pelo desenvolvimento do raciocínio.

Mas, nem tudo está perdido!

Mais do que a natureza, ninguém! Porque a natureza em sua nova fase, a Fase Racional, essa Natureza Racional é DEUS e DEUS é a Natureza Racional. E não devemos confundí-la com a natureza eletromagnética, a natureza deformada.

E assim é que em 1935, com a mudança de fase da natureza, da fase da civilização (animal Racional) para a fase da Racionalização dos povos (Aparelho Racional), tudo vem se modificando, naturalmente, para o bem de todos, com a entrada em vigor da ENERGIA RACIONAL, a Energia do Verdadeiro DEUS.

Porque DEUS existe! É um RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNIOS e uma ENERGIA SUPERIOR A TODAS AS ENERGIAS!

E sendo Ele SUPERIOR a tudo e a todos, está providenciando o conserto de tudo e de todos, muito naturalmente, sem que ninguém perceba!

Ele não tem pressa, pressa é de quem está atrasado! E o Verdadeiro DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, é a VERDADE das verdades.

E por assim ser, já providenciou o fim do comando do magnetismo sobre os seres humanos.

Porém, desse benefício somente o estão usufruindo aqueles que humildemente estão se abdicando de todas as suas idéias e convicções que dividem, porque um ser absolutamente perfeito, como o Verdadeiro DEUS, não faz coação à liberdade de ninguém.

Ele aguarda, pacientemente, o ACORDAR de cada um, mesmo sabendo que muitos acordarão tarde demais, tendo que ir correr toda a hierarquia das transformações de uma vida para outra em classes cada vez mais inferiores, como bichos irracionais de quatro pés e de dois pés, para resgatar o preço alto de suas idéias, sonhos, fantasias, ilusões e convicções que dividem e promovem a discórdia entre os povos.

E por que vão se transformar?

Porque nada se perde, nada se cria, tudo se transforma de uma vida para outra e de uma classe para outra.

Promovendo a discórdia, se transforma para baixo, em classes inferiores.

Promovendo a concórdia, se transforma para cima, para a vida ETERNA.

Mas, a vontade é livre! E não há nada superior ao livre arbítrio, porque o livre arbítrio é uma razão superior!

E, assim, o preço do fanatismo é muito alto, porque o fanatismo é uma energia de liquidação, criada pelo pensamento.

Se o mundo está em liquidação moral, física e financeira é devido à energia do fanatismo imperar na maioria dos seus habitantes, porque todos são materialistas, em maior ou menor grau.

É preciso parar de pensar negativamente, para poder olhar o mundo como UM todo, todos dependendo de tudo e de todos, para desenvolvermos o sentimento da gratidão, da solidariedade e da compreensão. É preciso RACIOCINAR!

Somente assim nos libertamos do fanatismo da matéria (mal da vida), para nos unirmos como verdadeiros irmãos de tudo e de todos, pois, tudo e todos têm uma origem só: RACIONAL!

Todo pensador é fanático, fanático pela matéria, apesar de todo sofrimento que ela lhe traz. Isso é que é ser fanático, gostar daquilo que lhe destrói.

Por isso, todo pensador sofre muito, por adotar o fanatismo, sendo o fanatismo, o mal da vida da matéria!

E o fim do fanatismo? Só mesmo com o DESENCANTO DA MATÉRIA!

E para se desencantar da matéria, só mesmo lendo os livros Universo em Desencanto!

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para DESENCANTO DA MATÉRIA: FIM DO FANATISMO

  1. zilda disse:

    lendas e ilusões e o que fez movimentar a terra deu no que deu!

    Curtir

    • nalub7 disse:

      Grata pela visita e comentário! Seja sempre bem-vinda!Sim, a vida na Terra foi conduzida pelos sonhos e ilusões. O resultado está aí, todos sofrendo, desnorteados num “salve-se quem puder e se puder”.

      Curtir

  2. Wanderley Fernandes disse:

    Salve e parabens pelo grandioso e incansável trabalho

    Curtir

  3. nalub7 disse:

    Salve, Wanderley! Gratíssima com sua visita e comentário! É uma honra para minha pessoa poder colaborar com a divulgação do conhecimento de Cultura Racional, onde finalmente encontrei o sentido da vida. Abraço fraterno!

    Curtir

  4. zilda disse:

    Salve amiga!!!Adorei o texto vc. simplesmente é demais!!!

    Curtir

  5. Wellington disse:

    Muito bom amiga, precisamos mesmo ser lembrados do quanto somos fanáticos…

    Curtir

    • nalub7 disse:

      Salve, Wellington! Grata por sua visita e comentário. Somos mesmo todos fanáticos, fanáticos pela matéria. Mas, agora estamos deixando de ser, pelos esclarecimentos definitivos sobre o que é a matéria, através do contencioso da vida verdadeira, UNIVERSO EM DESENCANTO.

      Curtir

  6. Joaquim Augusto de Oliveira disse:

    Essa mensagem é emocionante, vou colocar cartuchos na impressora e copiá-la, ela é excelente para uma divulgação. Salve a tudo e todos, porque quem tem Cultura Racional está salvo: assim diz o Racional Superior!

    Curtir

    • nalub7 disse:

      Joaquim, copie e divulgue o que você quiser aqui deste blog. É exatamente isso que você está providenciando que nós esperamos de todos que aqui chegam. Razão porque nos sentimos altamente gratificados com a sua visita e comentário. Gratíssimos! Grande abraço!

      Curtir

  7. Boa noite, Nágea! 🙂

    Atendendo à sua recomendação por e-mail, vim ler seu ensaio sobre o Fanatismo. Bem, divirjo em alguns pontos de sua abordagem. Como seres que “recebem” Luz, no máximo refletindo uma pequeníssima parte desta (mas, na maioria das vezes, retendo-a completamente), nós não podemos chegar à Verdade. Portanto, penso que o que faz de alguém um fanático não é crer nisso ou naquilo, mas a soberba, que é o “cisco no olho” do ser humano, que nos cega e nos torna insensíveis aos semelhantes.

    As disputas sobre o que é Verdade e o que é Mentira redundam em lamentáveis espetáculos de vaidade e ufanismo. Se estamos no mesmo barco, não há arautos da Verdade. Quando muito, poderemos ser portadores do Amor, mas nosso intelecto, como o manifestamos neste Mundo físico, está absolutamente aquém do alcance da Verdade. Vindo o Universo do Caos, a Verdade, como Lei e Ordem, não passa de uma “simulação”.

    Por isso, todo conhecimento, objetivo ou intuitivo, sempre será especulativo, pois que a “especulação” é a chave da Criação (do latim speculum, “espelho”). Sendo a Natureza apenas uma manifestação vibratória e não estando seus componentes, os átomos, em lugar algum absolutamente, toda “a Realidade é uma ilusão, ainda que persistente”, segundo as palavras de Albert Einstein.

    Fraterno abraço, “mana”!

    Curtido por 1 pessoa

    • nalub7 disse:

      Nobre Mano!
      Uma gota d’água tem toda a estrutura da natureza da água de um rio, de um lago ou de um oceano, assim como no espermatozoide, nesse pequenino pingo d’água está toda a estrutura do ser humano, ou de um outro animal qualquer.
      A LUZ que somos do MUNDO SUPERIOR, ao adentrar numa parte de LUZ EM FORMAÇÃO daquele mundo superior, começou a deixar de exercer sua FUNÇÃO DE LUZ SUPERIOR, por ter entrado em casa alheia, e em casa alheia predomina a função em ação naquela casa e não a de quem chega. E assim, sob a função de uma ação em formação, fomos paulatinamente perdendo nossa função de progresso, entrando em regresso, até que nosso SER SUPERIOR ficou paralisado em forma de máquina do raciocínio, sem função ativa, prevalecendo a função da LUZ DAQUELA PARTE EM FORMAÇÃO, que veio constituir uma função inferior que não existia, pensamento/imaginação e o nosso corpo animal.
      Todo ser fora do estado da função natural, original, sofre e perde o direito de viver. Como o peixe fora d’água. E assim ficamos, sofrendo as consequências do uso da vontade além dos limites de nossa função SUPERIOR, que as consequências de querermos ser mais que perfeitos, foi conhecer a imperfeição, o sofrimento e a morte. E anteriormente éramos puros, limpos e perfeitos: RACIONAIS EM PROGRESSO DE PUREZA.
      Mas, chegamos já ao ápice do grande castigo que nos impusemos que, a continuar, reservar-nos-á, inevitavelmente, um castigo muito maior: o não despertar do SER RACIONAL e nossa consequente transformação na classe dos irracionais, perdendo inclusive a vibração elevada do pensamento (que já é uma função primária), ficando por conta do magnetismo e de uma insignificante função de pensamento para manter uma sobrevivência animal irracional. Sim, a transformação para animais irracionais, já que tudo é energia transformada em seres, não existindo sobressalente invisível algum no corpo de ninguém. E essas energias se transformam na forma correspondente à sua frequência vibratória, condicionando formas cada vez mais densas, caso a FUNÇÃO da nossa parte RACIONAL não entre em ação – precisamos, então, atender ao chamado de atenção do RACIONAL SUPERIOR, único que tem força e poder para nos acordar, por sermos da mesma natureza DELE. Querendo, ou não, todos são filhos de DEUS, o RACIOCÍNIO SUPREMO.
      Chegou a hora de acordar e expandir. A LUZ é própria. Acordada ela se expande, desenvolve, evolui e ilumina e alimenta o próprio SER, que, através de sua própria LUZ enxerga o caminho de volta pra casa, o MUNDO RACIONAL, de onde nunca deveríamos ter saído.
      Portanto, estamos sendo acordados agora, pelo SUPREMO do MUNDO SUPERIOR, para que assumamos nossa condição de LUZ SUPERIOR, adormecida há eternidades em consequência de nossa entrada naquela pequena parte de LUZ EM FORMAÇÃO.
      Nossa LUZ, nosso VERDADEIRO SER que dorme, por ter deixado de exercer sua função própria, SUPERIOR, está simplesmente sendo lembrado pela LUZ MAIOR de mesma natureza, pois, somente a MESMA NATUREZA, tem PODER para se comunicar e sensibilizar o que é de SUA ORIGEM.
      Nós somos a VERDADE que dormiu no ponto. Por isso, enquanto a procurarmos fora de nós, mais nos afundaremos na MENTIRA, que é tudo que está fora de nós neste mundo deformado, artificial, por se tratar esse mundo de uma arte feita por nós, ao adentrarmos na parte do MUNDO RACIONAL que não estava pronta para entrar em progresso, dando consequência a uma vida artificial, o inverso da eternidade. Crime hediondo! Mantendo-nos apologistas do magnetismo, DA MENTIRA, fãs do magnetismo: daí a palavra FANATISMO!
      Neste barco material o que existe é um grande presépio do nada. Enquanto dorminhocos, não existe ser algum com a verdade, concordo com você, e todos vivendo de aparências para manter este presépio do NADA, que não resolve nada e que redunda em NADA! Tudo uma presepada danada! E o intelecto, que é o pensamento, articulando o falso amor, a falsa paz, a falsa fraternidade, pois, apesar de todas as manipulações e articulações do pensamento, que são irradiações de todas as Entidades espirituais que o mundo conheceu até hoje, o mundo se tornou cada vez mais em retrocesso, onde pouco está faltando para uns engolirem os outros como verdadeiros canibais – e isso infelizmente já começou, conduzido por drogas alucinógenas destinadas a colocar um fim mais rápido em todos os pensadores.
      Einstein neste ponto acertou, a realidade é uma ilusão, porém, a realidade deste segundo mundo em que habitamos e de cuja existência somos os únicos culpados. Mas, a Ciência errou muito ao se basear somente neste segundo mundo, somente na matéria, que NADA VALE. Esqueceu-se de que não há efeito sem causa. A inconsciência impediu que atinassem para uma ORIGEM SUPERIOR, fora do campo eletromagnético.
      Esqueceu-se de que existe UM DEUS, um SER SUPREMO, bondade absoluta e que jamais iria criar uma casa de loucos como é este mundo e colocar seus filhos dentro.
      É que sempre confundiram as Entidades espirituais, que conduziram e criaram tudo através das ferramentas humanas, como se DEUS fossem. Para as abelhas a abelha rainha é um deus. E essas Entidades merecem todo nosso respeito, por serem seres anteriormente puros, em formação, que compunham aquela pequena parte que adentramos e que não estava pronta para entrar em progresso, e aqueles seres puros em formação se transformaram com nossa entrada, porque não estavam prontos para suportar o progresso que lá iniciamos, o que causou a deformação daqueles seres – tal qual um nascimento aqui entre nós, provocado fora da hora certa – UM CRIMINOSO ABORTO!
      E hoje ficamos ao sabor dessas Entidades, que passaram a nos governar com o que nelas restou de algum saber, mas, um saber deformado, fora do original. Repassado em Escriturações Sagradas, Científicas, Filosóficas. E a todas devemos todo o respeito e gratidão, porque nos pagaram o mal com o bem, apesar de não ser o bem verdadeiro, por culpa nossa, porque na deformação elas perderam, assim como nós, a consciência verdadeira do SER – tornamo-nos todos inconscientes.
      Mas, elas próprias já estão tomando conhecimento da VERDADE, com a chegada do Conhecimento Racional na Terra e estão tratando, devagar e com diplomacia, conduzir toda a humanidade para o Conhecimento Racional, para que todos acordem, desenvolvam o raciocínio e voltem pra casa, pois, enquanto ficarmos ligados neste segundo mundo, elas não poderão retornar ao estado de pureza delas, incumbidas da missão de nos conduzir.
      Precisamos ser gratos e não cuspir no prato que sempre comemos, fazendo agora por essas Entidades o que elas há eternidades vêm fazendo por nós, sendo transmissores a elas do Conhecimento Verdadeiro, através da leitura e estudo de Universo em Desencanto.
      Portanto, Querido Mano, não se trata de um ensaio meu, quem sou eu para fazer qualquer ensaio. A VERDADE existe e é anterior a todos nós e independente de nós que neste mundo estamos deformados como animais Racionais. E essa VERDADE está dentro de nós mesmos. Precisamos é de querer acessá-la. Trata-se aqui, então, apenas da divulgação do Conhecimento Racional que tenho estudado e que me sinto no dever e obrigação de repassar a todos os meus irmãos e irmãs, pelas provas e comprovações que tenho tido – e incontáveis, de que CULTURA RACIONAL é a cultura verdadeira do VERDADEIRO DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, Pai de todos nós e de todos os DEUSES!
      Todavia, ninguém é obrigado a acordar, como também é um desrespeito desconhecer essa realidade. DEUS não fez coação à liberdade quando quisemos progredir por conta própria na parte que não estava pronta para entrar em progresso, apenas advertiu que não daria certo, porque um SER SUPERIOR, não faz coação à vontade de ninguém, por ser o livre arbítrio uma RAZÃO SUPERIOR, nada existindo superior ela.
      Portanto, um filho de DEUS, age como filho de DEUS!
      FRATERNAL ABRAÇO E GRATÍSSIMA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s