PACIÊNCIA: ARMA INFALÍVEL PARA COMBATER O MAL!

Tempo

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdV0Jia2Z4Z3ZtYWM  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1 (1)

Uma saudação Racional a todos!

 

Amigos, o mundo está passando por uma fase de conturbação, uma fase muito turbulenta. E os viventes, agindo com impaciência, favorecem e dão mais força para o mal prosperar.

Paciência é a ciência da paz. É estar ciente e consciente de que somente com modos e maneiras pacíficas conseguimos vencer todas as tribulações da vida.

Tudo e todos merecem respeito e atenção!

Mas, hoje, os viventes estão cada vez mais sem paciência, cada vez mais violentos, mais desequilibrados, a maldade imperando de todas as formas e maneiras, por total desconhecimento da linha certa da vida a obedecer, por não conhecerem como são feitos os movimentos que garantem e constituem a vida equilibrada racionalmente, de paz, amor, fraternidade e concórdia: com o coração!

Para conhecer esses movimentos e ficar em harmonia com eles, é preciso saber muito mais do que pensam que já sabem. É preciso conhecer a causa, a origem da causa e a base verdadeira da vida, a base transcendental. E sem esse saber a pessoa fica fora da linha da Natureza e sofre terrivelmente.

E assim, fora da linha da Natureza, fora da linha da paz: impacientes!

E nessa linha da impaciência, fora do natural, a energia do mal prospera e julga-se senhora da situação, fazendo o que quer com crianças, jovens e adultos.

Todos os viventes têm seus momentos de agir: ou para aceitar as coisas quando elas surgem, ou para entrar na linha da impaciência, na linha das satisfações, indo tirar satisfação do acontecimento, sem se preocupar com as consequências, por não poder enxergar as manipulações do mal que, aproveitando-se da impaciência vai jogar um contra o outro, fazendo acontecer a discórdia, o desentendimento, que leva os envolvidos a situações às vezes fatais.

Todo mal é gerado pela energia do mal, a energia negativa, magnética, que tudo faz acontecer para ver o desespero dos viventes com o acontecido.

E, assim, pelo desconhecimento de quem proporcionou o acontecimento de discórdia e desentendimento, ficam culpando uns e outros, quando ninguém tem culpa, por todos serem ferramentas para fazer o que a energia negativa quer. Ela só não pode fazer o pior com os viventes que estão amparados e acobertados pela ENERGIA RACIONAL, a energia dos livros Universo em Desencanto, de cultura natural do raciocínio, o puro bem, a Cultura Racional.

Sejam, Amigos, leitores desse livro transcendental, para terem com quem contar na hora que precisar.

Agarrem-se com quem pode lhe valer: a ENERGIA RACIONAL, dos livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional.

Esse é o livro: Universo em Desencanto, que faz brotar nos viventes a verdadeira paciência, que é a arma infalível para combater o mal.

 

http://www.universoemdesencanto.com.br

http://www.culturaracional.com.br

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para PACIÊNCIA: ARMA INFALÍVEL PARA COMBATER O MAL!

  1. Prof. LuíS OLiveira disse:

    Salve! Salve!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rita de Cassia disse:

    Hoje este tema está no ar! Grata pelo belo texto mana querida! Abraços de luz, e uma noite de paz. Bjss com carinho.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Gilberto Carnasciali disse:

    Soh a IMUNIZACAO RACIONAL, salva! Com paciencia e confianca.
    SALVE!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Alexandre Xavier pinto disse:

    O pensamento não pode
    atingir uma verdade geral. Em
    primeiro lugar porque é
    limitado. Depois, porque
    qualquer atitude que assuma
    um juízo como verdadeiro é
    absurda face à inexistência de
    um critério único de certeza. Tudo o que vemos para além
    da natureza no seu estado puro
    foi gerado pelo pensamento. O
    homem construiu cidades,
    desviou leitos de rios, edificou
    pontes, plantou e devastou
    florestas, fez recuar os mares,
    teorizou sistemas filosóficos,
    inventou religiões, dogmas,
    superstições, escreveu livros
    tendo chamado a alguns
    sagrados, protegeu-se com
    deuses, ídolos e amuletos. Deus, a alma, livros divinos e
    de revelação resultam do
    pensamento que é limitado, o
    grande responsável pelo
    padecimento e pelo tempo.
    Limitado por no seu âmbito só
    caber o que foi experimentado,
    não podendo atingir o
    desconhecido. 55
    O Absoluto não pode estar na á
    rea do pensamento.
    É difícil “observar” o pensamento e o que nos rodeia.
    Estamos mais interessados em
    manter os conflitos. É um há
    bito difícil de destruir. Os há
    bitos só cessam quando para
    eles morremos instantaneamente.
    E esta morte, é a morte do
    pensamento que só se atinge
    com a observação incessante da
    mente.
    Quando o pensamento cessa, o
    “eu” desaparece, deixamos de
    existir e nesse estado magnífico sem sofrimento passa a
    existir a Verdade, a Beleza, o
    Amor. Só há perturbação onde
    existe o ego, que é sucessão de
    pensamentos. Estes incomodam
    tanto como o brinquedo que a
    criança sabe que vai receber no
    dia seguinte e a impede de
    adormecer.
    Dizemos constantemente que
    devemos controlar a
    agressividade, o ódio, a ira, a
    inveja, o ciúme, o medo, o desejo. Estes estados
    emocionais são pensamento e o
    pensamento não nos é exterior.
    Afinal quem controla quem?
    Eu a controlar o meu “eu”?
    Este, não sou “eu” mesmo?
    Só na presença do “eu” há ódio,
    inveja, ciúme, medo e desejo. É
    o pensamento que cria o “eu”.
    Sem pensamento não há
    pensador. O problema
    fundamental é entender o
    pensamento. É fundamental percebê-lo, os seus múltiplos
    mecanismos, as construções
    mentais. Não paralizá-lo, mas
    escutá-lo, fazendo-o assim findar.
    O paraíso e o inferno são criaç
    ões de mentes aturdidas. Somos
    nós que os transportamos
    connosco, sendo
    respectivamente a ausência e a
    existência de pensamentos.
    Quando o pensamento termina,
    há morte e a visão daí
    resultante é renascimento, inocêO pensamento criou as religiõ
    es, as práticas religiosas, os
    livros sagrados e deus. Aquelas
    não são caminhos para este. São
    muros que têm de ser
    derrubados até que não fique
    pedra sobre pedra, nenhum resquí
    cio de construção mental, e a
    planície surja num amplo espaç
    o de liberdade sem reservas,
    erigida em amor universal.

    Curtido por 1 pessoa

    • nalub7 disse:

      SIM, Alexandre, o pensamento são as infinidades de egos dentro de cada qual que, por sua vez, representam todos os seres invisíveis eletromagnéticos, assim como o raciocínio é, em nosso interior, o representante do Mundo Transcendental, o MUNDO RACIONAL, onde se encontra a FORÇA SUPREMA A TUDO E A TODOS.
      Gratíssimos por seu comentário e honrosa visita!
      Saudações Racionais!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s