O TUDO É TUDO E O NADA É NADA – SEGUNDA PARTE

Capa do Livro UD EM PORTUGUËS

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdTThnLU83dHVINWs (Clique no link para ouvir o áudio)

BAIXAR AUDIO

(RACIONAL SUPERIOR)

 

Tudo se perde, tudo se acaba, estamos aqui perdendo tempo, embriagados, e obsedados pelas ilusões que tornou a vida em pandemônios para nós mesmos, para viver a custa de lutas tremendas, de sacrifícios sem recompensa, para daqui a um pouquinho fechar os olhos. A recompensa das lutas fica tudo aí, com sacrifícios, sem recompensa, luta sem recompensa.

Por que quem luta pelo nada, não sabe o que está fazendo. Então, vai lutar pelo nada? O que vale o nada? Nada. Quem luta pelo nada está enganando a si mesmo, está traindo a si mesmo. É um tempo perdido. Portanto, veja como ficaram dominados pela ilusão, dominados pelas fantasias, embriagados por tudo isso e ficaram cegos de uma tal maneira que estão vivendo contra a si mesmo e por isso, o sofrimento se multiplica.

Ambição, para que ganância, para que? Inveja, para que? Traição, para que? Egoísmo, para que? Tudo isto feito do nada, que valor tem? Nenhum.

Então, para viver desta maneira, sofrendo a vida inteira, para depois morrer e ficar tudo aí.

E assim, eu dou razão, porque eram todos encantados. O encantado é um inconsciente, não sabia o porquê ele assim era, e o porquê o mundo assim é.

E tinham que viver mesmo igualmente, a bichos, por estarem sob o domínio do fluido elétrico e magnético, então, tinham que viver mesmo como bichos. Imbuídos na matéria, imbuídos no mal e multiplicando o mal, e o bem sempre por encontrar.

Quem sofre não está vendo o que faz, e assim, hoje, chegando em mãos de todos, o porquê disto tudo, o porquê a vida se constituiu assim deste jeito, horrivelmente, de muitos até em certas horas ter nojo de serem assim como são. E por isso, vivem desgostosamente, desanimadamente, sem saber o porquê disto.

Muitas vezes dizendo, “Não compreendo esta vida, não sei porque assim, sou, que infelicidade, não sei por que somos assim. Vamos vivendo até que um dia cheguem a conhecer, o porquê desta vida assim ser.”

E assim, hoje, com todo o conhecimento completo do porque que ficaram assim deste jeito, vivendo todos amargurados, certas horas bem desanimados, e sem terem onde se agarrar, sem terem com quem contar.

E por isso, tragados pelos terremotos, maremotos, furacões, por tufões, enchentes, sem terem onde se agarrar, sem terem a quem pedir, sem terem com quem contar sendo vítimas dessas infinidades de catástrofes, faíscas elétricas, sol de matar como fogo, frio de matar, doenças incuráveis, faíscas elétricas, raios, epidemias, sem ter com quem contar nem onde se agarrar, sendo vítimas disto tudo, tinham mesmo que ficarem descompreendidos de tudo e alheios a tudo. Por estarem aí a mercê de salve-se quem puder. Por não terem com quem contar, por não terem onde se agarrar, por estarem aí perdidos, sendo vítimas da brutalidade da natureza, da brutalidade, do progresso das artes. Esfacelamento pela multiplicação dos desastres, progresso das artes.

E assim, tinha mesmo que acontecer, por estarem aí perdidos sem saber o porquê, sem saber o porquê disto tudo e muitas vezes costumavam a dizer, “O mundo é um fenômeno, não se compreende esta natureza, que vive revoltada com os seus habitantes, não sabemos porque, não sabemos o porquê estávamos vivendo desta maneira. Como não sabemos o porquê a natureza assim é.”

E assim, vivendo estupidamente, sempre com medo e com receio de tudo, por estar perdido neste mundo, e por estar perdida, eis a razão do sofrimento, noite e dia e dia e noite.

Eis a razão da multiplicação do sofrimento. Eis a razão da multiplicação da degeneração.

Tudo que degenera diminui, com multiplicação, vindo o nada, chegando ao nada. Vivendo assim, horrivelmente, uns contra os outros, a traição, as falsidades as vinganças, a inveja e o olho grande, uns querendo ser melhores que os outros, enfim, um desequilíbrio infernal.

Isto tudo, estas ruínas todas, se multiplicando onde iam chegar, onde iam acabar desse jeito, desamparados desse jeito, como é que iam findar com a multiplicação dos males, com a multiplicação das ruínas, onde iam chegar, em que ponto iam chegar.

E assim, vejam a inconsciência, ao ponto que chegou, que muitos percebem bem, às conseqüências catastróficas da humanidade e outros não.

Para evitar o caos, da humanidade, está aí a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, a Redentora para o bem de todos, para o equilíbrio de todos, para a alegria de todos, para a satisfação de todos, para o equilíbrio de todos, para a salvação de todos; a Redentora IMUNIZAÇÃO RACIONAL.

Então, nascerá em todos o equilíbrio verdadeiro Racional, e tudo então, se modificará de bem para melhor, e não de mal para pior como iam.

Começando todos a viverem Racionalmente, e progredindo Racionalmente. E todos Racionalmente, multiplicando o bem sempre, e o extermínio do mal, o extermínio dos males, e então, a própria natureza começando a favorecer todos por todos estarem vivendo Racionalmente, e não como bichos uns contra os outros.

Então, aí, tudo de bem tudo de bom, todos felizes e contentes por terem a definição do seu ser completo e a definição do mundo, o porquê do sofrimento pavoroso, por estarem aí perdidos, dentro deste mundo por desconhecer o porquê se tornaram encantados dentro de um encanto que não tinha solução e agora a solução chegou, a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, o desencanto de todos.

E todos brilhando Racionalmente, para sempre, e aí terminando os males da vida e terminando os males do corpo, por estarem progredindo Racionalmente, vivendo Racionalmente, orientados pelo seu verdadeiro mundo de origem, a PLANÍCIE RACIONAL.

E todos iluminados pela sua verdadeira Luz Racional, a verdadeira luz dos animais Racionais, a luz do mundo de sua origem a PLANÍCIE RACIONAL.

E assim, todos imunizados e todos felizes, vivendo brilhantemente, e contentes para sempre, para o resto da vida.

Está aí, o porquê sofriam tanto, sem saber por quê.

Está ai um pedacinho do porque, por estarem sob esta base que não pertenciam, do fluido elétrico e magnético causador deste encanto e causador de todas as ruínas do ser humano. Agora iluminados pela sua verdadeira luz, a Luz Racional, se afasta, desliga os males do corpo e os males da vida pelo fluido puro entrar dentro do seu EU e ficar ligado ao seu mundo de origem, a PLANÍCIE RACIONAL.

Então, todos sendo orientados Racionalmente, e aí todos entrando em forma Racional, devido às orientações para todos ser da PLANÍCIE RACIONAL, do mundo do animal Racional.

Aí então, todos felicíssimos de bem para melhor sempre, Racionalmente, que para chegar a esta conclusão é como já sabe, persistência na leitura, ler e reler sempre para se desenvolver Racionalmente.

 

LEIAM OS LIVROS: “UNIVERSO EM DESENCANTO”

A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE!

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s