SOBRE AS DIFERENÇAS ENTRE OS SERES HUMANOS

SOBRE AS DIFERENÇAS

https://drive.google.com/open?id=1uS4qc_58DRsikYVCpCODqbr_1UJoQlud

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

As diferenças entre os seres humanos pertencem à nossa parte animal de animais Racionais.  E, por isso, as diferenças entre nós são apenas aparentes, porque o nosso verdadeiro natural não é de animal. A parte animal é um estado transitório e passageiro em que nos encontramos. Nosso natural é eterno, é de Racionais.

Essas diferenças decorrem, então, da condição a que nos subjugamos pelo mal uso do livre arbítrio no antes de ser o que hoje somos.

Sim, no antes de ser. Porque antes de sermos animais Racionais, todos diferentes uns dos outros, éramos Racionais, corpos de ENERGIA RACIONAL de massa cósmica pura, limpa e perfeita, no Mundo dos Eternos, o MUNDO RACIONAL, de onde saímos e onde éramos todos iguais.

Mas, por extrapolarmos a linha da pureza, limpeza e perfeição, demos consequência a esta nossa condição primária, degenerada, deformada, poluída e enfraquecida de animal Racional, ficando todos diferentes e sofrendo as consequências negativas dessas diferenças, que, de verdade, nunca aceitamos.

No MUNDO RACIONAL havia uma pequena parte em formação, que não estava pronta para o progresso Racional. A nossa entrada nessa pequena parte é que redundou em nossa fragmentação, dando origem a este segundo mundo em que ora vivemos, restando do nosso corpo original uma única partícula de pureza que se materializou naquela pequena parte em que adentramos, que hoje constitui este segundo mundo em que vivemos.

A pequena parte do MUNDO RACIONAL em que adentramos, se transformou neste mundo em que hoje vivemos, onde nos materializamos como animais Racionais.

Antes de se dar essa materialização, essa pequena parte, por ainda estar em formação, degenerou-se, deformou-se e se dividiu em duas energias, a elétrica (da água) e a magnética (da terra), gerando infinidade de novos seres embaixo da Terra, em cima da Terra e no espaço, sendo que o sol foi formado das virtudes perdidas dos corpos Racionais em extinção.

E, assim, formou-se esse universo elétrico e magnético, passando a existir a dualidade que anteriormente não existia, pois, antes dessa queda dos seres Racionais todos éramos corpos de ENERGIA RACIONAL pura, limpa e perfeita, com nosso progresso de pureza.

Então, as diferenças de raça, sexo e outras hoje ainda existentes entre os animais Racionais, são fruto da degeneração e deformação daquela pequena parte do MUNDO RACIONAL que hoje constitui o segundo mundo que forma os nossos corpos de matéria, nossa parte animal, que passou a ser como um veículo condutor da partícula Racional de pureza, que restou do nosso corpo original. E essa partícula é igual em todos os seres humanos, não havendo diferença alguma.

Ficamos assim formados de duas partes: a eterna interior, que constitui o que sobrou do nosso corpo original, que é a parte Racional. E a provisória exterior, que é a parte animal, formada da pequena parte do MUNDO RACIONAL em que adentramos. Assim, nosso ser verdadeiro, o ser Racional, ficou envolvido e passou a ser conduzido pela parte animal, que é esse corpo de matéria com cabeça, tronco e membros.

A parte animal, o corpo de matéria comparado a um veículo, conduzindo o passageiro, que é a parte Racional, até que essa parte Racional se desenvolva e possa conduzir o veículo, ao invés de ser conduzida por ele.

Todos que valorizam as diferenças estão provando sua ligação na parte animal, que é a parte primária da vida, vivendo como conduzidos, e não como condutores.

Toda essa explicação para lhes mostrar como as diferenças foram causadas por nós mesmos e que elas se encontram somente em nossa parte animal, que é a parte elétrica e magnética do nosso corpo visível e do nosso corpo invisível, porque tanto a parte animal, como a parte Racional, que fica na glândula pineal, têm sua parte fluídica, invisível, correspondente.

Essas diferenças não existem na nossa parte Racional, que agora, no Terceiro Milênio, chegou o momento de seu desenvolvimento, por já termos desenvolvido completamente a parte animal, e a tal ponto, que ela entrou em autodestruição, razão de todos os desequilíbrios que estão ocorrendo no mundo inteiro: morais, físicos e financeiros.

E por os viventes desconhecerem tudo isso, continuam ligados à parte animal, que é a parte dirigida pelo pensamento e imaginação, correspondendo às energias elétrica e magnética, energias essas que estão em retirada desta civilização, tiveram ordem SUPERIOR para sua retirada, devido à ENERGIA RACIONAL, que são os Habitantes do MUNDO RACIONAL já estarem na Terra para conduzirem o desenvolvimento da parte Racional, que é a parte do raciocínio, até que essa parte Racional esteja completamente desenvolvida e evoluída, podendo se conduzir e conduzir o corpo de matéria.

Enquanto a pessoa não está desenvolvida Racionalmente, fica à mercê de ser conduzida pelas energias elétrica e magnética, pensamento e imaginação.

Foi em 1935 que aconteceu essa grande mudança na Natureza, que passou a ser governada pela ENERGIA RACIONAL, para o desenvolvimento do raciocínio de toda a humanidade.

Por isso, todos precisam se ligar urgentemente à ENERGTA RACIONAL, que são os Habitantes do MUNDO RACIONAL, para serem socorridos e amparados por eles, até que se desenvolvam completamente Racionalmente.

Quando a pessoa começa a se ligar na ENERGIA RACIONAL que está vibrando na Natureza, inicia o despertar da ENERGIA RACIONAL que estava paralisada na glândula pineal, como máquina do raciocínio, e que aguardava há milhões de milênios essa ligação.

Antes desse despertar, a pessoa era conduzida pelas energias elétrica e magnética. E todos que não estão ainda despertados pela ENERGIA RACIONAL, continuam sendo conduzidos e manipulados pelo pensamento e imaginação, que são as duas energias primárias do chão, elétrica e magnética.

Então, o raciocínio é a nossa parte Racional, nosso VERDADEIRO EU, onde não há diferença de espécie alguma entre um e outro, nem de raça, nem de sexo, nem de outra qualquer espécie.

Por isso, por ser UM MESMO SER dentro de cada ser humano, quando desenvolvido, o raciocínio faz a união de todos, devido à ausência de diferenças entre os raciocínios e, consequentemente, de atritos, choques e conflitos.

Enfim, no raciocínio não existe a dualidade, é UM SÓ SER, é UMA COISA SÓ, e, daí, todos concordando com todos, uma ÚNICA SABEDORIA, a SABEDORIA RACIONAL, a VERDADE DAS VERDADES, porque a VERDADE é uma só, não existem duas verdades.

Agora dá pra entender, não é mesmo, minha gente? Agora, sim, vocês estão concluindo como é impossível haver união entre pensadores. Se existe alguma união, é somente por uns tempos, passageira, como tudo na matéria é passageiro, devido à dualidade, causadora das diferenças.

Por isso o pensamento divide, porque ele é o mentor, manipulador e o comandante das forças da dualidade, elétrica e magnética, que são opostas, não se unem, convivendo em discórdia constante, por serem diferentes uma da outra.

Percebem agora como só encontraremos paz, amor, fraternidade e harmonia entre todos somente com o raciocínio desenvolvido?

Porque enquanto todos somente pensarem e imaginarem, querendo ou não, estarão sendo manipulados pelo pensamento a manipularem uns aos outros, gerando conflitos, atritos, guerras e mais guerras, porque a missão do pensamento é essa: fazer a discórdia para gerar sofrimento – enfim, pura lapidação!

Concluindo: o raciocínio é o nosso maior amigo, e o pensamento o nosso maior inimigo, porque o pensamento faz a pessoa ficar focada numa coisa sem importância e que são as diferenças.

E é assim que o pensamento mantém as diferenças, fazendo as pessoas desconhecedoras da cultura natural da Natureza, valorizarem o que não tem valor algum e que são as diferenças, onde cada qual quer ser o mais certo e o melhor, sem perceberem que enquanto ligados às diferenças, e as diferenças valorizando, permanecem todos ligados à matéria, que é o mal puro, é o puro mal.

Ligado ao mal se torna um mal, e o mal não respeita ninguém, por ser mal, por sua natureza ser assim.

Por isso se diz que o respeito é do pensamento, porque hoje respeita as diferenças e amanhã, se essa diferença colocar em risco a comodidade da pessoa, essa pessoa não mais respeita a diferença.

O equilíbrio sim, é o que nos interessa, por ser do raciocínio, onde a dualidade não existe, desaparecendo as diferenças e, aí, todos se igualam, todos se irmanam, ninguém pendendo para lado algum, todos unidos.

Por isso o refrão da paz, do amor, da fraternidade e da concórdia é: “RACIOCINAR, SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

E como desenvolver o raciocínio? Isso a pessoa irá saber nos mínimos detalhes através da leitura diária do Livro do Raciocínio, Universo em Desencanto, de Cultura Racional, a cultura natural da Natureza, ditada no Brasil de 1935 a 1988 pelo MUNDO RACIONAL, passando também a conhecer a Verdadeira Origem da Humanidade, a origem e formação deste segundo mundo em que vivemos e de todos os seus seres, visíveis e invisíveis. E o mais importante, como se ligar em vida à ETERNIDADE.

Coloquemos fim nas diferenças, pelo desenvolvimento do raciocínio, e transformemos este mundo em que vivemos em um Verdadeiro Paraíso Racional.

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s