NULIDADE DA MATÉRIA

scrap8

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdVlJtcUhtVXNrYVU  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

OS QUE FAZEM O JULGAMENTO DO QUE É A MATÉRIA,
QUAL É O PONTO QUE CHEGAM?
A NULIDADE COMPLETA DA MATÉRIA.

 

E, assim o magnetismo tinha que chegar o dia do seu fim, porque chegaria o seu dia, como chegou, de todos saberem de onde vieram, como vieram, para onde vão e como vão.

… … …
Então, tinha que chegar o dia da definição verdadeira do verdadeiro ser de toda a humanidade.
Tinha que chegar o dia de conhecerem e saberem a sua verdadeira origem e o porquê deixaram de ser o que eram: Racionais puros, limpos e perfeitos, para ficarem como são: Racionais em deformação e degeneração.
Então, tinha que chegar o dia do relato completo deste mundo e sua criação.
… … …
Tinha que chegar o dia de conhecerem e saberem a origem do sol, a origem da lua, a origem das estrelas, a origem da água, dos animais e dos vegetais.
… … …
Então, tinha que chegar o dia de conhecerem a causa e a origem de tudo, porque não há efeito sem causa.
Tinha que chegar o dia de conhecerem o que é o elétrico e magnético, e tinha que chegar o dia de conhecerem o que é Energia Racional e a energia elétrica e energia magnética.
… … …
Tinha que chegar o dia de conhecerem o outro mundo que deu causa a este feito, que é este mundo existente, porque não há efeito sem causa.
… … …
Sendo esse mundo, um antemundo, porque antes desse existe um Super Mundo, um Mundo Superior que deu causa a este.
Então, tinha que chegar o dia de conhecerem e saberem o princípio deste mundo e o fim do mesmo.
Tinha que chegar o dia de serem esclarecidos de tudo, tinha que chegar o dia de todos saberem que não são desse mundo de matéria e, por não serem, estão aí flutuando com uma vida provisória.
Tinha de chegar o dia de saberem como voltar ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
… … …
Tinha de chegar o dia de saber e conhecer toda a composição cosmológica e astrológica.
… … …
Tinha que chegar o dia de saberem e conhecerem o monstruoso magnético.
… … …
E, assim, sucessivamente, conhecer todos os transes que já atravessou o mundo e o transe que estão atravessando.
E, assim, tinha que chegar o dia do relato real, vindo do Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
Tinha que chegar o dia de conhecerem e saberem o que é o Astral Inferior e o Astral Superior e o Mundo Racional.
Tinha que chegar o dia de conhecer esses Três Poderes, que é o elétrico e magnético e Energia Racional.
Tinha que chegar o dia de conhecerem os habitantes do Astral Inferior quem são, os habitantes do Astral Superior quem são, os Habitantes do MUNDO RACIONAL quem são, enfim, tinha que chegar o dia de todos os esclarecimentos, de todas essas explicações, de todas essas orientações e o desenrolar da vida magnética, da matéria.
O que é o magnetismo, como é o seu império imperador e, assim, tinha que chegar o dia de conhecer tudo minuciosamente.
Tinha que chegar o dia da solução dos mistérios, da solução do infinito, da solução dos fenômenos, da solução desse encanto.
Tinha que chegar o dia de ficarem senhores de todos esses acontecimentos da formação desta deformação.
Tinha que chegar o dia do verdadeiro saber na Terra, da verdadeira sabedoria consciente e positiva, por ser Racional.
Tinha que chegar o dia de conhecerem o porquê ficaram nessa classe inferiorizada de animal Racional.
E, assim, tudo tinha que chegar o dia da decisão justa e certa da formação do mundo e de todos os seus feitos.
Não podendo essas verdades das verdades serem extraídas do pensamento, da imaginação, da suposição, da cabeça de ninguém aqui da Terra.
Não podiam vir todas essas soluções aqui de baixo.
Essas soluções só podiam vir de cima, de um Mundo Superior a este, que deu origem a este, porque não há efeito sem causa.
Então, tinha que vir todos os esclarecimentos da causa e, não, do feito.
O feito está feito e não sabe o porquê que está feito. E não sabe o porquê que assim foi feito.
Só a causa do feito é que pode descrever como foi feito o feito.
Então, não podia surgir dos feitos, que são os seres humanos, a verdadeira solução do universo, nem dos seus feitos e, sim, a solução só podia vir da causa que originou esses feitos ou esse feito, que é o mundo de matéria.
A causa é a origem, a origem é Racional e, por isso, é a causa desta deformação Racional, onde estão nessa classe de animal Racional.
Animal é a matéria e Racional é a origem.
Então, devia ser o certo: Racional animal e, não, animal Racional.
Por que Racional animal?
Porque a origem é Racional.
Mas, por interpretações mal-entendidas, mal compreendidas, é que interpretaram como animal Racional.
Botando a matéria em primeiro plano, quando matéria é de segundo plano e a origem, de primeiro plano.
… … …
Mas, por confusões das más interpretações, no princípio dos entendimentos, da formação, botaram a matéria em primeiro plano, nesta classe de animal Racional.
E, assim, a matéria sob o domínio magnético, tinha mesmo que ser de uma forma esquisita para muitos, que não se conformando com a lei natural magnética (sendo a lei natural da natureza: tudo que nasce tem que morrer para tornar a nascer, até compreender e aprender que não são daqui deste mundo de matéria).
Então, assim foi e é, como agora todos já conhecem e sabem o porquê que assim ficaram nessas condições deploráveis de ninguém ser dono de ninguém.
Com esta vida provisória, por não serem deste mundo de matéria, é que aí estavam, provisoriamente, com esta vida passageira.
Nascer e morrer até aprender e saber porque, para poder deixar de assim ser.
Então, tinha que nascer e morrer e, assim, vir se lapidando aos poucos, até ficar lapidado de todo, em condições de saber o porquê de assim ser, para depois de saber, como estão sabendo, deixarem de assim serem.
Vejam como a natureza é pródiga e fiel no seu cumprimento de dever, com a sua feitura e grandeza natural de vir lapidando todos, até todos terem condições de conhecer o verdadeiro ideal.
O verdadeiro ideal de todos é saber o porquê que assim são e saber como deixar de assim serem.
É saber de onde vieram, como vieram, porque vieram parar aqui neste mundo desse jeito.
E saber para onde vão, como vão, porque vão para seu verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional.
E, assim, hoje, todo esse translado da formação microbiana visível e invisível deste mundo, que parecia que não tinha mais fim e, hoje, todos conhecendo e sabendo como foi o princípio e como é o fim.
E todos abnegados Racionalmente tem consciência básica de que neste mundo não nascerão mais, por alcançarem o Ego Racional, que é a ligação em vida com o Mundo Racional.
Agora, veja como foi grande a lapidação para chegarem ao que são e terem compreensão exata das coisas normais e das coisas anormais.
Que lapidação horrorosa, que horrorosa lapidação até chegarem ao que são, para terem noção exata das coisas, noção exata do que são, do porquê assim são, do que foram, do que deixaram de ser o que foram para serem o que são, o que eram e porque eram!
… … …
E hoje sabendo perfeitamente como vão deixar de ser assim e como podem deixar de ser assim para serem o que eram: Racionais puros, limpos e perfeitos, do seu verdadeiro Mundo de Origem.
Hoje, com a maior tutela de todos os tempos nas mãos, a tutela da sua verdadeira salvação.
Salvação, quer dizer: a mudança de todos deste mundo vulgar que não pertence, para o seu verdadeiro mundo natural, o mundo dos eternos, o Mundo Racional.
Mas, aí, da forma que aí estavam, ninguém sabia o porquê era assim.
… … …
E, assim, viviam com medo de tudo, se resguardando de tudo, se precavendo de tudo, desconfiando de tudo, assombrados com tudo, sobressaltados com tudo, atemorizados por tudo e, assim, uma estúpida vida de horror e pavor, por não terem garantia de espécie alguma.
Um colapso cardíaco e, lá se foi!
Uma congestão de fígado… lá se foi!
E, assim, uma infinidade de distúrbios e doenças horríveis e terríveis, na qual todos estão expostos.
E de forma, vivendo sem garantia de espécie alguma e, muitas vezes, por inocência, querendo se julgar ser aquilo que não é.
Sim, quem não se conhece é um inocente.
E, assim, esta vida de turbilhões de sofrimentos e tormentos, que, muitas vezes, quantos param para pensar, dizendo:
“Não sei o que sou. Não sei de onde vim, não sei para onde vou; que faço aqui deste jeito? Nada. Porque, por muito que eu faça, não estou fazendo nada, porque não adianta nada, por a vida acabar em nada.
Então, o que é que eu estou fazendo aqui? Nada.
Sim, porque a vida é passageira e tudo e todos acabam em nada; então, o que é que eu estou fazendo aqui? Nada.
Não sei quem sou, não sei de onde vim, não sei para onde vou.
Vivo aqui por ver os outros viverem, não sei o porquê vivo, porque não sei o porquê tenho esta vida.
Eu não sabendo o porquê tenho esta vida, eu não sei o porquê vivo.
Se eu não sei o porquê vivo, porque que eu vivo?
Fazendo o quê?
Esperando somente a vida deixar de me querer e eu desaparecer.”
Então, diz a pessoa, o livre pensador:
“Esta vida é uma bobagem, porque lutamos tanto para acabar tudo em nada.
É uma luta do nada pelo nada, que termina e acaba tudo em nada.
Então, o que é que eu estou fazendo aqui?
É ir levando tudo da melhor maneira possível, até completar os anos que me deram para eu nesse mundo estar.”
Isto em pensamento, muitos que param para pensar na vida e chegam à conclusão de seu raciocínio, que tudo não passa de uma ilusão, de um sonho, de uma fantasia, ainda mais dizendo, por chegar à conclusão da realidade, dizendo o seguinte:
“Não adianta ambição, não adianta ganância, não adianta a vaidade por uma coisa que não tem valor.
Qual é o valor desta matéria, se daqui um pouquinho se acaba?”
Então, esses assim, chegam na realidade da compreensão e compenetração do que a vida é.
E procura viver metodicamente, simplesmente, sem se perturbar, nem perturbar ninguém.
Se acomoda na sua posição de ser, dizendo:
“Eu nada sou. Conheço o meu lugar e nada quero, a não ser viver em paz comigo mesmo e com todos.
Esta vida é um triunfo de ilusões e eu não quero viver iludido.
Esta vida é um sonho. Esta vida aparente que, quem não conhece, é um penitente sofrendo sempre, por não conhecer na prática da vida o que a vida é.
É um triunfo aparente, uma realidade negativa, de uma inconsciência pejorativa de quem não conhece a vida.
Porque quem conhece a vida se acomoda da melhor forma possível.”
E, assim, muitos, chegando à conclusão do que a vida é, chegando realmente à posição que deve se colocar para poder viver sem se incomodar.
Esses que assim pensam, bem amadurecidos, naturalmente, esses no tomar conhecimento da CULTURA RACIONAL, esses já estão preparados para se ligar imediatamente ao MUNDO RACIONAL.
Porque se prepararam psicologicamente para deduzir a sua posição no mundo, pararam para pensar.
Então, esses já estão completamente amadurecidos, porque no conhecer o que é CULTURA RACIONAL, já estão prontos para se ligar de imediato ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
Porque são pessoas sem vaidade, sem ambição, sem ganância, e se acomodaram na sua humildade, por conhecer a vida psicologicamente.
Pessoas sem sonho.
Pessoas sem ilusões.
Pessoas sem fantasias.
Pessoas sem pretensões, simples dos mais simples, vivendo porque tem vida, mas, já fez o seu raciocínio psicologicamente da vida e se acomodou na sua insignificância de nada ser.
Então, esses com grande vantagem acima de outros que ainda vivem de sonhos e ilusões.
E de forma, existe uma infinidade de pessoas com os seus pontos de vista mais Racional do que animal. E outros, mais animal do que Racional.
Esses que são mais animais do que Racionais, esses demoram muito a se ligar ao MUNDO RACIONAL.
E esses que são mais Racional do que animal, tem ligação imediata em tomar conhecimento do que é CULTURA RACIONAL.
Então, esses são uns sabidos e não parecem. E os outros são uns bobos com parte de sabidos.
Então, os bobos demorarão muito a se ligar, porque os bobos são agarrados à matéria. E os sabidos, desligados completamente da matéria.
Então, esses que já estão completamente desligados da vida da matéria, têm condições favoráveis de se ligar imediatamente ao MUNDO RACIONAL, porque não querem preocupações com a vida do nada (e a vida que não adianta nada), por parar para pensar e fazer o seu julgamento psicologicamente de si mesmo.
E se acomodar e botar as coisas em seus lugares, dizendo:
“Quem sou eu? Não sei quem eu sou.
O que é que eu estou fazendo aqui neste mundo?
Não sei o que estou fazendo aqui.”
E por aí fazendo o seu julgamento e encontrando a nulidade de tudo e se acomodando da melhor forma possível.
Assim acontece com os que se desligam da matéria, por conhecer psicologicamente a sua nulidade sem valor.
Então, esses que ainda estão dando valor ao nada, dando valor àquilo que não tem valor, estão se traindo, por dar valor àquilo que não tem valor.
Então, estão perdendo tempo; esses custam mais a se ligar, porque colocam o nada em primeiro lugar ou acima de tudo.
Iludido com o nada, envaidecido pelo nada, sonhando pelo nada, embriagado pelo nada, magnetizado pelo nada, sugestionado pelo nada; esses assim, pensam como bicho Racional.
E, assim, vejam, que nem todos pensam igual.
Todos pensam diferente e bem diferente uns dos outros.
Uns, alcançam mais o positivo, porque têm condições, que são estas que estão aí expostas. E outros demoram mais, porque não têm condições.
Uns param para pensar e fazem um julgamento da vida e chegam à conclusão da realidade. E outros não param para pensar, vão vivendo igualmente um bicho; e o bicho pena muito, sofre muito, porque o bicho é agarrado à matéria.
E o que acontece com esses e essas assim?
Classe inferior, por ser agarrado à matéria, e é por isso que as classes inferiores têm mais animais irracionais, e muito mais, do que animais Racionais.
E, desta forma, nem todos subirão para o seu verdadeiro Mundo de Origem.
A maioria descerá para classes inferiores, porque esta categoria de animais Racionais está em extinção. E, por isso, está aí em liquidação de tudo, em extinção mesmo por natureza, que é o progresso da degeneração.
Pelo progresso da degeneração vinha a extinção dessa categoria de animais Racionais; então, ou sobe, ou desce.
Os materialistas descem.
Os agarrados à matéria, descem.
Os agarrados ao bicho, descem, bicho Racional, e os que não são, sobem.
E, assim, vejam que existem pessoas completamente preparadas, por somente parar para pensar e fazer o julgamento psicológico do que é a vida da matéria.
Então, esses estão preparados psicologicamente.
E tem, assim, desta maneira, pessoas de todas as idades, moços, adultos, com o pensamento psicológico do que é a matéria.
Prontinhos para entender e compreender a CULTURA RACIONAL.


(Mensagem do RACIONAL SUPERIOR, extraída do 13º volume da Réplica de Universo em Desencanto)

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para NULIDADE DA MATÉRIA

  1. Valdir disse:

    Salve Nágea,
     
    Passei para visitá-la.
    Lindo mensagem esta selecionada por você
     

    Curtir

  2. Cristina disse:

    ola sra nagea!! obrigada pelos seus mails! gostei muito!
    espero k teja tudo bem consigo,k connoscota tudo optimo! bjitox grandes

    Curtir

  3. Iracema disse:

    Querida Nágea.
    Você sabe, que eu não chego aqui no final sem antes ter lido tudo não é mesmo?
    Seria desonesto, entrar e girar a faixa até aqui sem ler a postagem.Assimilei tudo!
    Quanto ao seu comentário sobre o "Brimo" achei muito interessante: o "Brimo" com sua
    mala nos dias atuais. Eu não tinha pensado nisso e achei tragicômico!
    O pobre não duraria. Perderia sua mala na primeira parada. Tadinho!
    Nunca soubemos se era de origem árabe ou judaica, porque o sotaque deles é o mesmo.
    Mas era a criatura mais simpática que já vi. Digno de ser cantado em
    versos pela sua integridade e seriedade profissional. Uma verdadeira raridade
    já naquela época.
    Beijos da Cema
     

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s