CULTIVAR O QUE FAZ FLORIR

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdNU8tbl85RHhRdlk  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

Dra. Louise L. Hay, psicóloga norte americana, em estudo sobre a causa de uma série de doenças,  afirma que somos responsáveis por 100% de tudo de ruim que acontece no nosso organismo. Defende o princípio de que as doenças desenvolvidas nos humanos são consequências dos sentimentos deletérios de nossas mentes.

“Todas as doenças têm origem num estado de “não-perdão”, diz a psicóloga. “Sempre que estamos doentes necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar”.

Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais. Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento”.

Observemos o quadro geral do mundo:  violência generalizada  crescente e, ao mesmo tempo, doenças, cada vez mais esquisitas, igualmente crescentes.

A violência é, antes de tudo, uma reação de não aceitação de algo que acontece conosco direta ou indiretamente.

A não aceitação, por sua vez, é a falta de compreensão da causa e razão verdadeiras do que aconteceu, falta de compreensão essa que nos deixa impossibilitados de agir positivamente em favor da causa e, não, contra a causa.

Ora, a Natureza é uma só e somos parte dela.

Quando agimos contra qualquer  elemento dela, quando usamos a
linguagem “CONTRA”, ela entende ser essa a linguagem que escolhemos para cultuar, respondendo em harmonia com ela, portanto, agindo também “CONTRA” nós.

Isso é castigo? Não, é uma reação natural da natureza, de respeito ao nosso livre arbítrio.

Quem quer flores, toma flores. Quem quer fel, toma fel.

Muito simples.

E sendo o mundo de veteranas eras, onde temos vindo nascendo e morrendo, nascendo e morrendo, estamos colhendo, nesta vida agora, tudo que plantamos nas anteriores.

Daí a importância de conhecer a nossa origem verdadeira e a do mundo em que vivemos, para termos compreensão verdadeira das causas que deram consequência a este desequilibrado mundo em que vivemos, para aceitarmos, sem revolta alguma, as situações de sofrimento que nós mesmos nos impusemos, por desconhecimento absoluto da DONA NATUREZA.

Quando pusermos fim em todos os nossos ressentimentos, por adquirirmos consciência RACIONAL de que somos os únicos culpados de tudo, assumindo uma atitude de não-violência a
todos os elementos componentes desta grandiosa Mãe que é a Natureza, Ela, a Mãe Natureza, responder-nos-á dentro da mesma linguagem de “NÃO-VIOLÊNCIA”.

E, assim, acabar-se-ão as doenças, os males naturais da natureza e todo tipo de sofrimento, pois, a essa altura, nosso pensamento já estará amadurecido e convergirá, naturalmente, sob os auspícios da Mãe Natureza, para o ápice do RACIOCÍNIO.

O RACIOCÍNIO, será a resposta, o prêmio da Mãe Natureza para seus filhos que deixarem de cultivar os ressentimentos, para cultivar a abnegação para consigo mesmo, pois, todos nós somos deformados do natural e não temos o direito de julgar, criticar ou condenar ninguém ou coisa alguma desta grandiosa Natureza, pois, todos nós somos errados, por estarmos materializados.

Não é dizer que vamos aplaudir o mal, não! Apenas nos silenciar em relação a ele e dele nos afastar, porque o mal por si mesmo se destrói. Nos afastar sem ressentimentos, pois, qualquer sentimento em relação ao mal, nos liga a ele. O melhor comportamento em relação ao mal é a indiferença!

Parece difícil, mas, não é. É só começar que, cada vez mais, fica mais fácil tornar-se indiferente ao mal ao invés de contemplá-lo.

No Conhecimento Natural da Natureza, a CULTURA RACIONAL, todos encontrarão todos os quesitos necessários para aprender a contemplar somente o bem e o bem sempre, cultivando sempre o que faz florir: o amor, a alegria, a compreensão, a calma, a simplicidade, a paciência, a persistência no bem, a obediência ao bem, o bem-fazer e a tolerância – o RACIOCÍNIO!

(NO UNIVERSO EM DESENCANTO ESTÁ CONTIDA A CULTURA DA MÃE NATUREZA! PASSE A CONHECÊ-LA).

 

www.universoemdesencanto.com.br

www.culturaracional.com.br

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para CULTIVAR O QUE FAZ FLORIR

  1. Valdir disse:

    Realmente Dra.Esse texto traduz bem o significado de ser em favor detudo e em favor de todos, que caracteriza a Cultura Racional.É bom vermos que áreas fundamentais do Conhecimento científicotendem rapidamente para essa mesma compreensão.Grato por esse post.valdir

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s