POR QUE A NATUREZA É DE TRANSFORMAÇÕES?

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdSHVpRWxUdGY5a3c

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

 

Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

E quando se diz tudo, é TUDO mesmo. O Universo está em constantes transformações. A cada meio segundo tudo muda.

Nessas mudanças, a fase anterior perde o valor e é destruída naturalmente, com o passar do tempo.

A lagarta se transforma em borboleta. A lagarta não vale mais, perde a existência.

A criança se transforma em adulto. A criança não vale mais, perde a existência de criança.

E quantos são os exemplos na natureza!

Que natural é esse? A gente olha para um casulo, acha que aquela vida é natural, verdadeira, daqui a pouco ela não mais existe. Então, esse casulo não estava no seu verdadeiro natural, era uma existência aparente, provisória, passageira.

Então, o natural do casulo não era aquele, senão não se transformaria para uma borboleta, que também tem vida breve e se transforma para outras formas de vida.

Observando tudo isso que acontece com todos os seres no universo, chegamos à conclusão de que tudo está fora do seu estado natural.

Esse o porquê de tudo se transformar.

E o natural de tudo e de todos, qual é, onde está?

O natural, a lógica nos induz a concluir, está numa força energética superior que se encontra na origem de tudo e de todos, porque não há efeito sem causa. Não há causa sem origem. E não há origem sem base.

E essa base, a lógica nos induz novamente a concluir, há de ser de um poder absoluto. E um poder absoluto só é possível num estado de ser de pureza absoluta (sem maldades), de limpeza absoluta (isento de poluição), de perfeição absoluta (de vida própria, não sendo senhor, nem sendo escravo – auto-suficiente).

Enfim, um SER RACIONAL.

Mas, como este universo em que vivemos, sendo um universo perecível, em constantes transformações, foi originado de um universo perfeito?

Essa uma longa estória, com base, lógica, provas e comprovações, que finalmente pôde ser revelada à humanidade a partir de 1935.

Ora, a chegada dessa revelação à Terra, gera uma transformação muito grande na natureza. O universo inconsciente do seu antes de ser (o universo é vivo), tomando conhecimento de sua origem, entra em processo natural de retorno à origem.

O universo toma consciência de sua essência RACIONAL e passa a investir no desenvolvimento dessa essência, deixando de lado a sua parte animal, composta das energias elétrica e magnética, que deixam de compor a regência da natureza.

Entra a natureza em processo de autodestruição de sua parte animal (elétrica e magnética), que passa a não ter mais o valor que a ela era dado por todos os seres visíveis e invisíveis.

Essa parte animal passa a sofrer transformações para adaptação à nova fase, numa classe inferior, onde não mais governa e, sim, é governada.

Mal comparando, é tal qual a pessoa colocar de lado uma roupa de grife fora de moda, reformando-a para um outro uso, com menor expressão.

É isso aí, minha gente, a natureza mudou de fase. E tudo que pertence às energias elétrica e magnética está em desequilíbrio e em reformulação para adaptação à nova fase, a Fase da ENERGIA RACIONAL, a energia da origem.

Ou se adapta à nova fase, retornando à origem, ou entra em liquidação para classes inferiores.

A natureza, então, está em autodestruição de tudo nela que não contribui para sua ascensão à origem. E está transmitindo essa autodestruição nos seres humanos, exceção feita aos seres humanos que estão ligados à essência da natureza, à essência RACIONAL.

E essa é a causa do desequilíbrio universal, moral, físico e financeiro, porque as energias elétrica e magnética são as responsáveis pelo pensamento e imaginação, respectivamente, estando em liquidação.

Por isso que ninguém acerta mais com o pensamento, porque a sua fase faliu.

É preciso que todos estudem a cultura que a natureza providenciou para a humanidade, a Cultura Racional, onde vamos aprender a raciocinar e parar de pensar.

Falava-se em raciocínio, porque foi dito por antigos sábios e profetas que chegaria a fase dele. E a humanidade, por ter desenvolvido muito o pensamento concreto, já se achava detentora do raciocínio, confundindo-o com o pensamento.

E a natureza em sua autodestruição está providenciando as hecatombes naturais e artificiais, as doenças e todo tipo de desequilíbrio, como ferramentas para destruir os pensadores, por os pensadores estarem ligados à parte animal da natureza.

Por isso estamos aqui sempre a advertir e recomendar o estudo dos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, para que a pessoa se desligue da parte animal da natureza; conviva com essa parte animal sem se deixar dominar por ela, porque é uma parte da natureza em liquidação. Dominado pela parte animal, é liquidado de várias formas, jeitos e maneiras, porque a natureza não é brincadeira. Ela não quer saber se você concorda ou não com ela, porque ela é quem manda, por ser a geradora, criadora, mantenedora e governante de todos os seres.

É bondosa e adverte a todos, mas, não admite a prepotência de julgamentos de suas determinações.

Quem entender, muito bem, tudo bem! Quem não entender, tudo mal, classes inferiores!

E, assim, a natureza sempre foi de transformações, por estar fora do seu estado natural de RACIONAL, de ENERGIA RACIONAL, pura, limpa e perfeita, no seu verdadeiro mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.

 

www.universoemdesencanto.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para POR QUE A NATUREZA É DE TRANSFORMAÇÕES?

  1. Valdir Santos Alexandrino disse:

    “Entra a natureza em processo de autodestruição de sua parte animal (elétrica e magnética), que passa a não ter mais o valor que a ela era dado por todos os seres visíveis e invisíveis.
    Essa parte animal passa a sofrer transformações para adaptação à nova fase, numa classe inferior, onde não mais governa e, sim, é governada….”
    NÁGEA, de fato é preciso persistir muito nesse chamado de atenção, para o altíssimo grau de
    risco a que está exposto o Ser Humano que permanecer ligado às Energias das classes Inferiores.
    O risco é se transformar mais ainda para baixo, para a classe dos irracionais.
    Preciosa abordagem deste tema, feita por você.
    Afetuosa Saudação!
    Valdir

    Curtido por 2 pessoas

    • nalub7 disse:

      É verdade, Valdir! Precisamos rebater muito neste ponto sobre as transformações deste momento histórico conclusivo da definição da vida de todos nós, já que o magnetismo acentuado, fortíssimo, faz com que a pessoa leia um texto como este e não tenha o correspondente “insite”. Aí está o porque das recomendações do RACIONAL SUPERIOR de ler e reler contínua e diariamente as mensagens contidas no contencioso racional UNIVERSO EM DESENCANTO. Gratíssima pelo retorno que, seriamente, será considerado.
      Retribuo com o mesmo afeto a Saudação!
      Nágea

      Curtido por 1 pessoa

  2. Matheus Oliveira disse:

    Maravilhosos textos como sempre! Salve!

    Curtido por 2 pessoas

  3. Mary Sana disse:

    Aplausos de pé para esse texto, uma divulgação completa, para que todos tomem conhecimento da fase pela qual passa a Natureza, a Fase Racional!
    E é verdade, a Natureza não negocia os seus direitos e é PROGRESSIVA, não RETROAGE nunca!
    Se há o amadurecimento, ou melhor dizendo, a conclusão de um ciclo, imediatamente inicia-se outro, que surge para acrescentar conhecimentos ao que findou.
    É para FRENTE e em direção ao ALTO, que devamos nos direcionar.
    A Natureza CLAREIA, ILUMINA, MOSTRA o que é lógico e prudente ser feito, mas o discernimento cabe a cada qual no uso do LIVRE ARBÍTRIO, direito irrefutável de todos os seus filhos naturais.
    Portanto, em 1935 a fase do pensamento terminou e desde então a LIQUIDAÇÃO de vidas acontece paralelamente à RECUPERAÇÃO, de quem já se compenetrou dos seus deveres e estuda a Cultura Racional, dos Livros “Universo em Desencanto”, para acelerar o processo de desenvolvimento do Raciocínio, materializado na Glândula Pineal.
    E esses mesmos estudiosos, conscientes do grande risco que os desavisados correm pela ameaça constante de todos os tipos de hecatombes, cumprem o DEVER SAGRADO da divulgação constante, para o RESGATE de quantos puder, porque nunca é demais repetir: o processo de TRANSFORMAÇÃO da Natureza é IRREVERSÍVEL!

    Curtir

  4. nalub7 disse:

    Mary, vamos frisar aqui parte do raciocínio que integra seu comentário: “… a Natureza não negocia os seus direitos e é PROGRESSIVA, não RETROAGE nunca!”
    É preciso que a humanidade se compenetre disso, para entender, de vez, que quem tem direitos numa casa é a DONA DELA.
    E os que nessa casa vivem, e que não são donos dela, têm apenas um direito, que é o de cumprir deveres para estar em harmonia com a DONA DA CASA.
    Assim estamos todos nós em relação à Natureza e a este mundo em que nos encontramos e ao qual não pertencemos.
    A Natureza é a DONA DA CASA – nós, apenas hóspedes. ELA mudou de fase, está organizando o mundo de acordo com determinações do SUPREMO MUNDO, o MUNDO RACIONAL, origem deste segundo mundo em que nos encontramos e ao qual demos causa devido uma desobediência criminosa no MUNDO RACIONAL.
    Essa mudança é para beneficiar toda a humanidade que está fora do seu verdadeiro estado natural, para que retorne a ele.
    Quem sabe o que precisa ser mudado no mundo em que estamos para que esses benefícios alcancem toda a humanidade é somente a DONA CA CASA.
    Portanto, para termos o direito de impedir os sofrimentos consequentes de todos estarmos fora de lugar, fora do nosso Verdadeiro Mundo, temos o dever de obedecer às determinações SUPREMAS repassadas à DONA DA CASA, que é a Natureza.
    E a Natureza determina que toda a humanidade, para se valer e parar de sofrer, tem que ler, estudar e divulgar o Livro “Universo em Desencanto”, de Cultura Racional, porque quem não atender a essa determinação (que a vontade é livre), ao morrer, fica irreversivelmente condenado à marginalidade das classes inferiores de bichos irracionais, correndo toda a hierarquia das trevas, porque a morte não existe, sendo apenas uma transformação de uma vida para outra, e de uma forma para outra, dependendo da energia em que a pessoa estiver ligada.
    Estudando Cultura Racional, se liga à ENERGIA do MUNDO RACIONAL, a ENERGIA RACIONAL, alcança ascensão energética, se imuniza de tudo quanto é de mal,e retorna ao MUNDO RACIONAL, o nosso mundo verdadeiro natural, onde se encontra a felicidade que sempre buscamos,
    Não estudando Cultura Racional, continua ligado nas energias deste segundo mundo em que nos encontramos, que são as energias elétrica e magnética, do pensamento e da imaginação, permanecendo neste segundo mundo como pensador, sofredor e mortal e, ao morrer, se transformando em bicho irracional, por estar ligado nessas duas energias do chão, elétrica e magnética. Perdeu o direito de ascender, sendo obrigado a descer de classe, correndo toda a pavorosa e horrorosa hierarquia da vida invisível das trevas, e depois a visível, como bicho de quatro pés e dois pés, até se reduzir à hierarquia das pedras, concluindo na de granito.
    E tudo isso, por se achar com direitos neste segundo mundo que não nos pertence e ao qual também não pertencemos.
    A lei das transformações não é brincadeira, e a maioria ainda sonhando com prazeres, bens e altos postos nesta vida enxofrosa de matéria.
    Por isso, Mary, somos gratíssimos à sua pessoa, como também aos demais colaboradores deste blog que provam, com sua abnegada e brilhante colaboração Racional, que já entenderam há muito que neste mundo temos mesmo é deveres.
    Direitos? Somente um: o de passar a se conhecer Racionalmente.
    Nossa gratidão e nossos PARABÉNS à sua pessoa e a todos que aqui colaboram com inusitado amor, fazendo o bem sem olhar a quem.
    Louvado seja o SUPREMO, o RACIONAL SUPERIOR e louvada seja a Mãe Natureza!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s