RELATO: A PAREDE BALANÇOU

100_0305

 

 

BAIXAR AUDIO

(Ubirajara Pisão, estudante de Cultura Racional, Rio de Janeiro, RJ)

Estávamos na construção do Monumento Racional.

Uma grande obra que o Mestre MJC supervisionava pessoalmente com suas ordens que iam além dos conhecimentos arquitetônicos convencionais, pos fazia marcações de medidas perfeitas com os pés.

Distribuía o serviço de acordo com as condições físicas de cada um, mandava rebocar as paredes assim que elas eram erguidas, o reboco ainda fresco mandava dar a caiação (pintura com cal) e o mais inédito e um tanto perigoso para as convenções técnicas de obras: naquele monumento o concreto não tinha tempo de secagem convencional, tudo era feito com as ordens pessoais do Mestre.

Um grande monumento, simples aos olhos humanos, grande, belo e majestoso, como um rei que se destacava em um verde que pintava os pés de um antigo vulcão.

Um número incalculável de colaboradores terrenos que se misturava com o brilho dos donos do lugar que tinha pressa em sua construção.

Eu estava dentro do monumento, na frente, quando as colunas em forma de arco, três belas e grandes colunas tinham sido terminadas naquele momento, quando o último balde tinha sido derramado dentro de suas formas, outra equipe já estava levantando uma enorme parede por cima, outra equipe já rebocando e outra ia caiando.

O tempo parecia que tinha parado. De maneira muito rápida aquela parede enorme estava erguida com suas escoras, formas de madeira que se misturavam com os colaboradores, como um formigueiro muito bem orquestrado.

O Mestre chegou bem embaixo da parede por dentro, eu estava próximo ao encarregado da obra que era muito fiel as ordens do Mestre, só que aquela ordem ele demorou a cumprir.

“Retire todas as madeiras e formas eu quero ver isso aqui limpo, retire agora.” – Manda o Mestre.

O encarregado o chamava de pai:

“Meu Pai, se eu retirar as madeiras, tudo isso aqui cai, a parede é muito grande e o concreto foi colocado hoje, acabamos ainda agora.” –  Fala o encarregado da obra.

“Retire as madeiras, eu estou mandando!” –  Mais uma vez manda o Mestre.

“Meu Pai não posso fazer isso, vai cair tudo, é muito perigoso!”  Assustado fala o encarregado da obra.

Mais uma vez a atmosfera do lugar parou em silêncio total, ouvíamos a respiração um do outro, olhares atentos, a mente de todos vazia, esperando algum acontecimento.

O Mestre, com tom alto na voz:

“Ô Rapaz, quem está mandando sou eu, eu digo que não vai cair, eu garanto, eu estou mandando e estou garantindo e você obedeça!”

O Encarregado que era muito obediente, naquele dia deve ter duvidado mentalmente de tudo que havia aprendido, quase chorando e com voz baixa, mandou retirar as madeiras das colunas e vigas.

Em poucos segundos todo madeiramento estava abaixo e o Mestre ficou bem embaixo da parede juntamente com todos nós.

Aquela grande parede parecia que estava viva, assim que as madeiras foram retiradas, ela balançou, o seu primeiro balanço foi para dentro do Monumento a onde o Mestre e a maioria de nós estava.

Balançou para dentro e para fora aos olhares atentos e parou um pouco fora de prumo, mas não teve o atrevimento de cair. Está lá até hoje para quem quiser observar, firme como uma rocha e um pouco desaprumada, visível a olhos nus como uma marca para nunca esquecermos deste acontecimento inédito.

 

Salve todos!

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para RELATO: A PAREDE BALANÇOU

  1. Antonia Lisboa Vieira Rodrigues disse:

    *salve,salve,salve!!!saudações Racionais aos nossos irmãos puros limpos e perfeito que saem do seu campo dr concentração e vêem empreender os baixos mundo cobrando a volta dos irmãos que se deformaram nesta longa viagem terrena!!!sem palavras o relato do nosso irmão!Ubirajara Pisão!!é maravilhoso passar a se conhecer e saber o que esta ligado aqui embaixo ta ligado lá em cima!!!a força suprema a tudo e a todos mostrando aos Guerreiros do Alto!!!a cada Missão que todos os Correligionário do verdadeiro Deus tem que cumprir neste plano terreno os Pioneiros da grande força Suprema!abençoado pelo o #Racional Superior#nesta participação em Materializar o Mundo Racional na Terra!!!Bem-Aventurados somos nos pelo o verdadeiro Deus o#Racional Superior#MJC.*salve!!!o Grão Mestre Varonil!!!é neste momento que mi faz lembrar de nosso Pai sentadinho na cadeira e quando passávamos e saudava-o e seus lábios e sua mão espalmada dozendo#ta salva filha…..e repetia varias vezes!!!sem palavras é só lembrar e sentir!!!obrigada meu Pai!!!.*

    Curtir

  2. Ana Priscila Nunes disse:

    Lindo relato

    Curtido por 1 pessoa

  3. adilson tadeu da silva disse:

    salve salve

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s