A MORTE É O APANÁGIO DA VIDA ETERNA – PARTE 3

a-morte-e-o-apanagio-da-vida-eterna

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdU3dsLVA2aUhvdFU  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(RACIONAL SUPERIOR)

 

E todos viviam com medo, assombrados com as almas de outro mundo, com os lobisomens, com as mulas-sem-cabeça, com os saci-pererês e uma infinidade de histórias para pôr medo em todos, para que todos, com o medo, tivessem medo do inferno, do demônio e dos anjos maus.

Enfim, foi um aparato muito bom para a época, porque nessa época ninguém tinha instrução.

Então, surgiu a formação, dizendo os mais inteligentes:

“- Temos que governar todos pelo temor.

Então, vamos inventar e criar coisas para que todos sejam domesticados e mansos pelo temor.”

Então, foi criada essa infinidade de histórias de inferno, de demônios, purgatório e céu.

Os bons, as almas iam para o céu e os maus, as almas iam para o inferno.

No inferno, tudo era vermelho e preto e o céu tudo era branco e azul.

E daí, surgiu o sangue azul dos reinados, dos reis e rainhas.

Os mais nobres da Terra, por serem enviados do céu e, por isso, tinham o sangue azul e que esse sangue não podia ser misturado com o sangue dos plebeus.

Porque a plebe, os plebeus, tinham que ser governados por esses que tinham sangue azul, o sangue do céu, o sangue do reinado de Deus.

E todos que pertenciam ao reinado de Deus, tinham que usar coroas.

E assim, os representantes de Deus na Terra, começaram a ornamentar coroas de todos os tamanhos e de diversas formas.

E que assim estaria plantado, na Terra, o reinado de Deus.

E todo rei, por ser do reinado de Deus, é que a palavra de Deus não voltava atrás, porque os reis eram representantes de Deus na Terra.

Hoje, para quem olha para o passado, diz:

“- Quanta rudez, quanto atraso, quanta brutalidade do povo rude e atrasado, por falta de instrução.

E tudo isto se passou e hoje no rol do esquecimento.

Para ver que a morte foi preciso existir.

Olha aí!

Aquela velharia toda do passado morreu e se transformou em novas máquinas, em novas gerações, com outras mentalidades, mais humanas e mais sadias.

Para ver que a morte é para corrigir o atraso.

Não foi corrido o atraso?

Foi.

Por quê?

Porque tudo morreu, tudo se acabou.

E se não existisse a morte?

Estariam mantendo o atraso até hoje.

Todas essas máquinas velhas se transformaram em máquinas novas, em novas gerações, e o atraso e a rudez foram eliminados.

Para ver que a morte foi uma coisa precisa e necessária.

Se transformando em novas gerações para a melhoria de todos, porque as máquinas novas produzem e as máquinas velhas e doentes não.

E aí está a necessidade de se transformar, para melhorar o estado de todos.

O resultado dessas transformações todas é esse que aí está: todos amadurecidos e bem lapidados pelo pensamento e a imaginação, prontos para serem recuperados pela fase do Terceiro Milênio, que é a Fase Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio.

E no desenvolvimento do raciocínio está a desmaterialização do Habitante do MUNDO RACIONAL, para que, depois de desmaterializado, tome a forma corpórea do seu verdadeiro estado natural e volte para o MUNDO RACIONAL.

E se não morresse?

Nunca que voltariam para o MUNDO RACIONAL, ficariam aí, todos velhos a vida inteira.

Para verem que a morte é a coisa mais linda que possa existir, porque está nela a lapidação para todos voltarem para o seu verdadeiro MUNDO RACIONAL, o mundo dos puros, limpos e perfeitos.

Para ver que quantas infinidades de vezes já se transformaram em novas gerações!

Porque na natureza nada se perde, tudo se transforma de uma vida para outra, de uma forma para outra.

E agora, todos dentro da Fase Racional, tratando de estudar a cultura do desenvolvimento do raciocínio, para a desmaterialização dele, feita pela Energia Racional.

E se não fosse a morte?

Ninguém chegaria a este ponto, ninguém teria meios para voltar para o seu verdadeiro mundo, o MUNDO RACIONAL.

 

LEIAM OS LIVROS: “UNIVERSO EM DESENCANTO”

A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE!

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s