QUEM VIVE CONTRA A NATUREZA NÃO SENTE SEUS MOVIMENTOS FLUÍDICOS NATURAIS, SÓ SENTE OS APARENTES.

quem-vive-contra-a-natureza-nao-sente-seus-movimentos-fluidicos-naturais

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdLW5NaDRHYUNmOUE  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

Minha Gente!

 

A humanidade sofre por não SE CONHECER!

E por que não se conhece?

Porque está ligada às energias elétrica e magnética, energias da matéria. São energias que deixaram de ser puras, limpas e perfeitas e se transformaram, degenerando-se, deformando-se, poluindo-se e enfraquecendo, ficando fora do natural.

E essas energias são as energias do pensamento e da imaginação de origem da matéria, responsáveis pela parte animal do animal Racional.

A parte elétrica, o bem aparente, porque hoje é uma coisa, amanhã é outra, hoje serve e gosta, amanhã não serve e não gosta mais.

E a parte magnética, o mal puro, o puro mal.

E sendo essas energias inferiores, por serem de origem da matéria, só podem dar causa a seres inferiores, a seres materiais.

A humanidade, por estar ligada a essas duas energias do chão, só desenvolveu o pensamento e a imaginação, ficando embrutecida e dominada por essas energias, escrava delas, razão pela qual a humanidade tem que trabalhar para sobreviver.

Essa a causa do ser humano estar encantado com a matéria, por ter sido escravizado por essas duas energias do chão, elétrica e magnética, pensamento e imaginação.

E ligado a elas, ficou dominado por elas, que são energias em transformação sempre para pior, indo o ser humano também sempre para pior e impedido de sentir os movimentos fluídicos superiores da Natureza, por o ser humano ficar ligado ao chão.

Nessa condição, ficou a humanidade impossibilitada de conhecer o seu antes de SER, sua verdadeira origem, já que a função das energias do pensamento e da imaginação é a lapidação do pensador.

E para lapidar o pensador, tem que mantê-lo materialista, ligado ao chão, à matéria, onde se encontra todo tipo de perdição.

Assim, o pensamento criou uma cultura materialista, artificial, que manipulou, ludibriou, iludiu e encantou o animal Racional com o ser material de tal forma, que o animal Racional passou a considerar o artificial como natural, e a vida da matéria como vida verdadeira.

Só que não aguenta esse falso natural, e por isso sofre.

Então, para se libertar de todo esse encanto, o que tem que fazer? Conhecer o verdadeiro natural, conhecer a VERDADE das verdades, desencantando-se da matéria.

E onde se encontra a VERDADE das verdades?

Dentro de cada qual, na Glândula Pineal, a glândula do RACIOCÍNIO, que é uma energia do mundo transcendental, paralisada nessa glândula do Mundo dos Eternos, o MUNDO RACIONAL.

E como ter acesso a toda essa sabedoria?

Lendo e relendo, os Livros do MUNDO RACIONAL ditados aqui na Terra, de 1935 a 1988 no antigo Distrito Federal, Rio de Janeiro.

Esses Livros trazem em seu bojo a energia que desperta e desenvolve o RACIOCÍNIO: a ENERGIA RACIONAL, a energia do verdadeiro natural.

O contato diário com a ENERGIA RACIONAL, através da leitura dos Livros, vai limpando a áurea da pessoa que, muito naturalmente, vai mudando de elétrica e magnética para RACIONAL e se ligando à Natureza.

Aí tudo começa a clarear na vida da pessoa, que vai aos poucos se desligando da matéria onde estava aprisionada, e começando a enxergar a linda realidade dos movimentos do MUNDO RACIONAL na Terra.

É quando então passa também a enxergar as trevas em que se encontrava, onde só percebia os movimentos aparentes feitos pelos seres materiais visíveis e invisíveis, porque a pessoa não sabia RACIOCINAR, só pensava e imaginava.

Neste ponto, a pessoa passou a SE CONHECER, a sentir o seu verdadeiro SER NATURAL, o SER RACIONAL, sendo orientada por ELE, SUA VERDADEIRA NATUREZA. Deixou de ser contra a Natureza, para viver em harmonia com ELA.

Portanto, saia das aparências, minha Gente, desenvolvendo o seu Verdadeiro SER, o RACIOCÍNIO, lendo e relendo os Livros do RACIOCÍNIO, Universo em Desencanto, de Cultura Racional.

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s