PRÁ VOCÊ, MANO!

PRÁ VOCÊ, MANO!.jpg

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdTzZpQkRGaFhJRmdfRXlZVWhDUUUtSEdMQ0JJ  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1 (1)

Sou jovem de vinte e oito anos, doze dos quais dedicados às experiências com drogas alucinógenas naturais e artificiais. Assim como eu, milhares por este mundo afora. Todos hão de convir que somos frutos de uma geração cortada. Sementes das nações suicidas. Nossa base de sabedoria foram os destroços de uma Segunda Grande Guerra.

Deixando de lado as frivolidades costumeiras, dos antigos costumes de..”como estás?… espero que estejas bem…”, me dirijo a você.

É meu desejo manter este primeiro contato que considero de fundamental importância entre pessoas que de uma forma ou de outra, buscam dentro de nosso sistema existencial, uns momentos de paz na vida.

É, meu irmão! Quando nos deparamos com a vida e ela se nos apresenta de forma sarcástica, o que nos restava fazer? Tão somente apelar para meios que em nossos meios se diziam serem bons.

Nossa busca irredutível em termos de paz já não é de hoje. Nossa ânsia de vivermos “numa boa” já data de muito tempo. Apresentaram-nos como meio de condução para atingirmos o equilíbrio, tão somente filosofias, crenças e ciência. Nossas mentes, por natureza, ambicionam alimentos reais, onde o fulgor de tal alimento viesse a florir e reflorir nossa geração.

Ensaiamos nossa canção alada, articulamos nossa imaginação, nos multicolorimos. Levantamos nossos dedos em forma de “V”. Tudo dava a entender que íamos vencer. De repente, como que num passe de mágica, nossos ideais foram lacrados e nossas células cerebrais explodiram com tanto amontoado de ideias intoxicadas. E o que nos restou…? Tão somente o vazio incorrigível aos olhos do espectador andante, o homem sério e normal.

Éramos uma juventude sem base, sem conhecimentos concretos. E para preencher o espaço deixado por tudo isso foi que em massa, nos entregamos ao uso do tóxico. Foi por intermédio dos primeiros “baseados” que iniciamos nosso mundo de fantasias, simulamos uma vaga percepção… Mas com o uso gradativo de drogas mais fortes criamos em nossa mente um campo de visões fictícias, por acúmulo de energias geradoras de imagens distorcidas. Por este processo é que muitos foram levados à loucura, ao suicídio, ao tédio e à solidão. Nada do que vimos foi ou é real.

Lembro que em uma das últimas “viagens” que fiz sob efeito de doze cogumelos, estava eu em alto-mar pescando (era minha profissão) quando firmei meu olhar por sob as águas e vi muitas pessoas sorrindo e cantando. De imediato mergulhei na água para ir lá viver com eles e, se não fossem meus colegas de pescaria me resgatarem, o que teria sobrado de mim?

Você deve estar se perguntando: “Ei, cara! Você já deixou de usar drogas?” E eu respondo: -“ Já! “, “- Mas como?”, “- Naturalmente.”

Vivia eu numa comunidade de jovens artesãos músicos, pescadores e surfistas, quando apareceu um Livro de nome “UNIVERSO EM DESENCANTO”. O Livro começou a me interessar, por se tratar de um assunto vibrante: a origem da humanidade. O conteúdo era o que de mais preciso existe, tudo dentro da mais pura lógica. Numa linguagem simples apresentava a formação de todo o Universo e seus pertences. Esclarecia a maneira de como foram gerados os primeiros humanos em cima da terra e as fases que passamos, até chegarmos ao nosso progresso.

Quanto mais eu lia o Livro, mais eu vibrava com a energia que o Livro transmitia. Comecei a me perguntar: “- Não é possível que um ser humano tenha escrito este Livro.” E veio a confirmação: o Livro “UNIVERSO EM DESENCANTO” é ditado por um Ser Extraterreno denominado RACIONAL SUPERIOR, Habitante de um Mundo Superior ao nosso, de onde vêm estes seres que chamamos discos voadores, que são corpos de energia, puros, limpos e perfeitos – agora eu sei.  Eles se ligam ao sistema de energias que habitamos anunciando uma nova fase da natureza, a Fase Racional. Vem eles trazendo o conhecimento de paz, amor e fraternidade universal.

Tudo isto está minuciosamente detalhado nas páginas dos Livros “UNIVERSO EM DESENCANTO”.

É, meu amigo, minha recuperação se processou naturalmente, sem abalos nem choques, quando dei por mim já não estava mais na batalha do tóxico.

Hoje, já não existe mais razão para o uso da droga em busca do saber e de uma ligação legal, pois o Saber Verdadeiro está na Terra e com ele a ligação final do ser humano ao seu Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

Chega de sofrer! Cuide de você mesmo absorvendo diariamente a Energia Racional, que tratará de todos os seus males.

LEIA O LIVRO “UNIVERSO EM DESENCANTO”

Mario Guilherme – estudante da CULTURA RACIONAL.

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para PRÁ VOCÊ, MANO!

  1. Nossas mentes, por natureza, ambicionam alimentos reais, onde o fulgor de tal alimento viesse a florir e reflorir nossa geração. Apresentaram-nos como meio de condução para atingirmos o equilíbrio, tão somente filosofias, crenças e ciência.

    Curtido por 1 pessoa

  2. nalub7 disse:

    Para ver, Jaênio, em que curso primário de vida a humanidade sempre esteve. Mas, felizmente, agora em mãos de todos como sair desse primarismo, onde o sofrimento é o maior brilhante do mundo, devido ao fato desta cultura do pensamento e da imaginação não ter a função de solução de nada, muito ao contrário, pois, sua função é tão somente de lapidação!
    Gratíssimos pelo comentário
    Louvada seja a Fase Racional, do desenvolvimento do raciocínio!

    Curtir

  3. Irmão Racional disse:

    Salve
    Na busca por preencher o enorme vazio da sociedade de consumo em que vivemos, onde até o sagrado tem um preço para ser adquirido, fomos perdendo o contato com o nosso natural, tão diverso do que o pensamento e a imaginação propuseram, valores passageiros e provisórios, que têm princípio e têm fim: hoje presta, amanhã não presta.
    Os mais sensíveis percebendo a falta de propósitos de uma vida focada na matéria, se renderam a uma busca desenfreada que pudesse dar um sentido a vida, transcendente: sabemos que energia de vida não morre, mas se transforma.
    O que os mais sensíveis percebem vem, justamente, de algo que não pode ser contemplado pelo
    pensamento e pela imaginação, valores que têm princípio e tem fim: como já citei, não se encontra no âmbito deles.
    Os valores perenes, que são eternos, e que já em vida podemos desfrutar está no âmbito do Raciocínio e promove o cultivo do Bem Verdadeiro, onde todos são beneficiados, indistintamente.
    As drogas fornecem minutos ou segundos momentâneos de satisfação, em que se descortina um panorama etéreo, daquilo que o pensamento e imaginação melhor fornece ao ser humano, a ilusão de um paraíso terreal: onde sobreviveremos baseados numa realidade repleta de satisfação, fundamentada em valores passageiros e provisórios.
    Onde se encontra então, o SENTIDO DA VIDA?
    Se encontra dentro do Homem. Do Homem que busca a Transcendência na Vida e compreende que a Transcendência da Vida se encontra em todos os momentos de sua existência, e nos mais simples gestos do cotidiano.
    E se o Homem buscar bem, a partir do olhar que lança para a vida, vai encontrar essa resposta dentro de si, na individualidade verdadeira do ser que traz em si, adormecida na Glândula Pineal, sede do Raciocínio.
    E com muita alegria vai constatar pelas provas e comprovações que o Livro de Cultura Racional UNIVERSO EM DESENCANTO fornece a quem o estuda, que o SENTIDO DA VIDA, Transcendente e Simples, só poderá ser alcançado pelo Desenvolvimento do Raciocínio.
    Parabéns, bravo Guerreiro, Meu Mano Mario Guilherme, pela intrépida e sinuosa trilha que você percorreu para SE CONHECER e SE ENCONTRAR e TRANSCENDER e descobrir em si o SENTIDO DA VIDA, que habita no RACIOCÍNIO.
    E também pela generosidade e coragem de compartilhar momentos tão dolorosos e atribulados que provam e comprovam que a Transcendência da Vida está no Raciocínio, que “o Saber Verdadeiro está na Terra e com ele a ligação final do ser humano ao seu Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.”
    O SENTIDO DA VIDA está no RACIOCÍNIO.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s