A VERDADEIRA BELEZA

A VERDADEIRA BELEZA

https://drive.google.com/open?id=1NwhexdXggLtcM3UXRZ0bOXw4HsBL0dR_

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1 (1)

(Rosângela Leite, estudante de Cultura Racional, Belo Horizonte, MG)

 

 

O mundo em que vivemos é um Segundo Mundo, sendo uma pequena parte de um Primeiro Mundo Eterno, de ENERGIA ÚNICA, pura, limpa, e perfeita, portanto, RACIONAL, porque não é dual. 

Um Mundo Superior, esse Primeiro Mundo, de onde saiu aquela pequena parte, que formou o Segundo Mundo.

E que, por aquela pequena parte ter saído da linha da eternidade, perdeu força e poder, se dividindo em duas energias, a elétrica e a magnética, o positivo aparente e o negativo, formando a dualidade, entrando em degeneração, deformação e poluição constante, e consequentemente, sempre se fragmentando, sempre se transformando pelas divisões constantes, numa infinidade de seres cada vez mais degenerados, deformados, poluídos e enfraquecidos, portanto, de vida aparente, onde, na verdade, nada se cria, nada se perde, e tudo se transforma de uma vida para outra, sempre inferior. 

Nessa condição, essa parte extraviada do Primeiro Mundo tem vivido negativamente, sempre se projetando para baixo, para pior, formando dimensões diferentes, onde a consequente depende da sua antecedente, sendo que nessa descida, essa parte extraviada já constituiu 21 estratificações até o momento, numa perda cada vez maior de força e, consequentemente de poder.

A matéria bruta, visível para nós, é um conjunto de energias da matéria fina estratificada, a invisível, conjunto esse projetado na densidade mais baixa da natureza, projeção essa que faz a formação de um ser simbólico, que é o ser material bruto, que passa a ser o representante dessas energias e comandado por elas na Terra.

Esse ser bruto material se divide em sete partes que compõem a natureza: sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais, sendo os animais divididos em duas classes: Racional e irracional.

Está visto, então, que a matéria bruta não é um ser real e, sim, um ser provisório, aparente, por ser uma projeção de energias deformadas, degeneradas e poluídas, que se fazem representar no ser bruto material, que é o ser de mais baixa frequência de vibração, de pequena duração, e que por isso, tem princípio e tem fim. Uns com duração mais longa, como o sol, e outros com uma duração mínima, como as borboletas, por exemplo.

E, assim, por ter a limitação de uma validade, quando a validade do ser material bruto cessa, inicia-se o processo de seu desmanche, da desmaterialização daquela projeção, para sua transformação para o estado de matéria fina novamente, mas, cada vez mais fraca, que vai, num processo contínuo formar dimensões sempre inferiores.

Esse processo de milhões de milênios em estratificação para pior, um dia terá seu fim, porque teve um princípio ao sair da Origem Primordial, e tudo que tem princípio tem fim, porque está fora do natural, sendo o natural verdadeiro a eternidade, que não tem princípio nem fim.

E sendo a ETERNIDADE a força e o poder ABSOLUTO, faz o nada que é a dualidade, poder transitório, voltar a ser o tudo ÚNICO e ETERNO, que na verdade é.

E esse fim da dualidade, dessa deformação, nos revela o Mundo Superior, em sua magnânima Obra Cultural trazida à Terra, Universo em Desencanto, Livro ditado na Terra para recuperação de tudo e de todos, esse fim cumprir-se-á na 28ª projeção dessa colossal estratificação.

E o que mantém a vida dessa colossal estratificação? A FORÇA e PODER do Primeiro Mundo, a ENERGIA RACIONAL, latente em todo este Segundo Mundo, materializada nos animais Racionais, na Glândula Pineal, e nos demais seres da matéria bruta, apenas acompanhando sua descida que findará na 28ª dimensão ou degrau.

Essas dimensões ou degraus, o Mundo Superior, o MUNDO RACIONAL, em sua grandiosa Obra de Cultura Racional, Universo em Desencanto, esclarece se tratarem de eternidades, por ser, entendemos nós, uma eternidade que se estratificou em eternidades aparentes.

Portanto, pelo exposto, aí está a Verdadeira BELEZA, que é a energia do primeiro mundo, a ENERGIA RACIONAL, que o animal Racional sempre a percebeu presente em si e em todo este universo deformado em que vivemos, como algo SUPREMO A TUDO E A TODOS, sendo essa a razão da busca desse ser SUPREMO a que deram o nome de DEUS.

E por isso, devido a essa busca incessante de todos, cada povo resolveu criar o seu DEUS, sendo que ELE é um só ser, sem nome e sem sobrenome, por a ENERGIA RACIONAL pertencer ao Primeiro Mundo, onde não existem nomes para diferenciar um do outro, por todos habitantes serem igualmente corpos de ENERGIA de massa cósmica pura, limpa, perfeita e eterna: Racional.

A ENERGIA RACIONAL não pertence a este Segundo Mundo, que é mantido, na verdade por ELA, ENERGIA RACIONAL, que aguardou o amadurecimento do animal Racional, para que essa ENERGIA se identificasse, mostrando o caminho de retorno de tudo e de todos à Eternidade Verdadeira.

Tudo isso exposto apenas para explicar, bem explicado, que o que faz uma pessoa bonita é a ligação da pessoa à ENERGIA RACIONAL, o tudo da vida de tudo e de todos.

A ENERGIA RACIONAL é que dá sabedoria verdadeira à pessoa que se liga a essa ENERGIA SUPERIOR.

Essa sabedoria é LUZ ETERNA RACIONAL, que passa a transparecer na aparência da pessoa e na sua forma de agir e de viver, e que vem a ser notada pelos demais, pelo elevado respeito e consideração com tudo e com todos que a pessoa iluminada passa a ter, despertando a simpatia e o amor fraternal dos seus semelhantes.

Uma pessoa que, por estar ligada à ENERGIA RACIONAL, está sempre bem consigo mesma, com tudo e com todos, porque finalmente SE CONHECE, identificou-se, é sabedora de tudo, ficando portadora de saúde em todos os pontos de vista, morais, físicos e emocionais, o que prolonga seus anos de vida e lhe dando uma aparência jovial, de muita alegria e satisfação.

Tudo isso torna a pessoa iluminada ser possuidora de uma beleza incontestável, por trazer em si a grandeza de um viver de acordo com o Mundo Superior, devido à ENERGIA RACIONAL à qual está ligada, deixando a pessoa radiante de alegria e com comportamento de eterna gratidão ao MUNDO RACIONAL, gratidão essa que, por sua vez, retorna pra pessoa em glórias sucessivas.

Essa magnitude e verdadeira beleza está agora ao alcance de todos que a procuram e anseiam, através do desenvolvimento do raciocínio, feito através da leitura constante e paciente do Livro do Primeiro Mundo, Universo em Desencanto, de Cultura Racional.

Saudações Racionais a tudo e a todos!

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A VERDADEIRA BELEZA

  1. Gilberto Mauricio de Rezende Carnasciali disse:

    UNIVERSO EM DESENCANTO BRILHANTEMENTE E RACIONALMENTE RESUMIDO. SALVE!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s