A ESTRUTURA DA FAMÍLIA E SUA RAZÃO DE SER

A ESTRUTURA DA FAMÍLIA E SUA RAZÃO DE SER

https://drive.google.com/open?id=13mEz21pa13RgWefFaP9qYA3sq-3z8fQA

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

Minha Gente:

 

A humanidade, até 1935, por não ter em mãos a revelação de sua verdadeira origem e da verdadeira origem do mundo em que vivemos, manteve-se desconhecida de si mesma e de tudo, por ignorar a real junção do corpo humano neste universo que, conforme comprovado pela ciência dos homens, é um oceano elétrico e magnético.

Qual a origem das forças invisíveis elétricas e magnéticas, energias constituintes de todos e de tudo existente neste mundo em que habitamos?

A falta desta resposta é que limitou o ser humano a viver somente pensando e imaginando, por conhecer tão somente essas duas energias básicas do campo material, elétrica e magnética, que constituem o campo visível e invisível do universo no qual nos encontramos. O pensamento é da força elétrica e a imaginação é da força magnética.

E sem o completo conhecimento dessas duas energias, desde o seu ANTES DE SER ELÉTRICO E MAGNÉTICO até aos dias de hoje, ninguém jamais poderia entender a verdadeira junção do corpo humano.

E sem conhecer a verdade sobre a junção do corpo humano, ninguém jamais poderia compreender a estrutura da família e sua razão de ser.

Somente quem assistiu toda a formação dessas energias elétrica e magnética e a formação deste universo em que vivemos, é quem poderia nos revelar tudo a respeito, de forma a colocar um ponto final na inconsciência do animal Racional.

E quem assistiu a tudo isso? O Primeiro Mundo de onde se originou este Segundo Mundo em que vivemos, Primeiro Mundo esse que precisou aguardar o amadurecimento da humanidade, para que tal revelação pudesse ser feita, compreendida e aceita pelo Segundo Mundo.

Esse AGUARDAR demorou 21 eternidades, que constituem 21 grandes transformações do estado energético natural original racional de pureza, limpeza e perfeição de tudo e de todos até ao estado animal degenerado, deformado, poluído e enfraquecido em que hoje nos encontramos e que, por sua vez, dividem-se em duas grandes fases da Natureza.

A primeira a fase, do comando da energia magnética, que constituiu o Primeiro Milênio, onde a energia magnética desenvolveu a imaginação humana.

E a segunda fase, do comando da energia elétrica, que constituiu o Segundo Milênio, onde a energia elétrica desenvolveu o pensamento humano.

Portanto, a prova de que a GRANDE REVELAÇÃO sobre a Verdadeira Origem da Humanidade já foi feita à humanidade, o que aconteceu em 1935, é o fato de estarmos cumprindo aqui com o nosso dever de divulgar este acontecimento, para que todos os povos se atualizem culturalmente, passando a compreender a importância vital da estrutura correta familiar na vida de todos, para que cada qual passe a se conhecer, conhecendo a verdade sobre o mundo em que vivemos e sobre o mundo eterno de onde somos originários, podendo assim se desencantar do individualismo, próprio da falta de conhecimento universal verdadeiro, individualismo esse que bloqueia a união entre os povos, não permitindo que o ser humano conheça sua verdadeira individualidade RACIONAL, que se irmana com tudo que é de natural da Natureza, por pertencer à CONSCIÊNCIA VERDADEIRA POSITIVA RACIONAL, e não à inconsciência animal.

Então, quando passamos a conhecer a Verdadeira Origem da Humanidade, nos Livros “Universo em Desencanto” ditados do Primeiro Mundo, o MUNDO RACIONAL, o Mundo da RAZÃO DA VIDA, aí, sim, vamos entender a JUNÇÃO DO CORPO HUMANO.

Junção é o ponto onde duas ou mais coisas se reúnem ou se ligam. É a reunião, união de seres ou coisas, num processo para dar efeito a um conjunto, fruto da conexão desses seres ou coisas.

Estudando a Verdadeira Origem da Humanidade, no “Universo em Desencanto”, aí é que compreendemos a complexidade da junção do corpo humano, que é fruto de uma ENERGIA SUPERIOR que estava em formação no Mundo Supremo, o Mundo Racional, não podendo ainda progredir por conta própria, o que não foi respeitado por uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL, corpos de ENERGIA RACIONAL em progresso de pureza, ao adentrarem naquela parte em formação.

Desse desrespeito, apesar das advertências do SUPREMO DO MUNDO RACIONAL, aquela ENERGIA RACIONAL em formação deslocou-se do MUNDO RACIONAL, sofrendo processos sucessivos de degeneração, deformação, poluição e enfraquecimento, transformando-se em duas energias degeneradas, deformadas e poluídas, que hoje constituem as energias elétrica e magnética deste segundo mundo.

Os Habitantes do MUNDO RACIONAL que provocaram toda essa transformação da ENERGIA RACIONAL em formação para as energias elétrica e magnética, também acompanharam essa descida, vindo a perder suas virtudes, que são vidas poderosas, que vieram se reunir, formando um foco de luz fosco prateado que, mais tarde, deu origem ao que hoje conhecemos como SOL.

Esse foco de luz formado das virtudes perdidas dos habitantes do MUNDO RACIONAL, com ação sobre a ENERGIA RACIONAL em formação que veio se transformando e descendo, formando o espaço que conhecemos neste segundo mundo que habitamos, é que deu origem aos outros seis seres originados das virtudes perdidas da ENERGIA RACIONAL em formação e que veio descendo.

Esses seis seres são a lua, as estrelas, a água, a terra, os animais e vegetais que, junto ao sol, formam sete reinados fluídicos que se unem para a formação do corpo do ser humano. Está aí a junção do corpo humano, muito resumidamente, cujos detalhes minuciosos se encontram no primeiro volume de Universo em Desencanto, de Cultura Racional.

E o que aconteceu com os Habitantes do MUNDO RACIONAL que provocaram toda essa transformação para pior?

Extinguiram-se, perdendo suas virtudes, e que lhe davam poder de verdadeiros deuses, restando uma última virtude de cada Habitante que se materializou no início da terra, formando o ser RACIONAL feminino, e na água, formando o ser RACIONAL masculino, que hoje constituem nossa parte RACIONAL representada pela glândula pineal, presente no centro da cabeça da mulher e do homem.

Essa parte RACIONAL é que foi a responsável pela união dos setes seres para formação do corpo humano, tudo isso explicado com riqueza de detalhes no primeiro volume de Universo em Desencanto.

Portanto, o corpo humano é a junção dos seres deformados oriundos da transformação da ENERGIA RACIONAL que estava em formação no MUNDO RACIONAL, sendo nossa parte animal.

E nossa parte RACIONAL, representada na glândula pineal, é a virtude que restou do nosso corpo original de Habitantes do MUNDO RACIONAL em progresso de pureza.

Resumindo, nosso corpo animal é oriundo dos seres deformados, formados pelas energias elétrica e magnética, cujo ANTES DE SER era uma ENERGIA RACIONAL em formação.

E nosso corpo RACIONAL, é a virtude que restou do nosso corpo original de Habitantes do MUNDO RACIONAL, de ENERGIA RACIONAL em progresso de pureza.

O ser RACIONAL FEMININO, portanto, é conduzido pelo corpo animal feminino, que é o corpo da mulher, feito pela energia magnética da terra, corpo esse que passou a ter a função geradora de outros animais Racionais.

Já o ser RACIONAL MASCULINO, é conduzido pelo corpo animal masculino, que é o corpo do homem, feito pela energia elétrica da água.

Nesse corpo masculino é que é feita a junção dos sete seres fluídicos, dos sete reinados da vida, formando as sementes, que são os espermatozóides, que o homem, em estado eletrizante, vai fornecer à mulher para que uma dessas sementes, em contato com o óvulo feminino, inicie o processo de fecundação de um novo ser humano, cujo sexo será definido de acordo com a força mais forte em influência no momento da fecundação.

Se a força mais forte for a magnética, será gerado um novo animal Racional feminino, uma mulher. E se a força mais forte for a elétrica, será gerado um novo animal Racional masculino, um homem. Portanto, o sexo da criança é definido no momento inicial da fecundação.

A mulher sendo um aparelho da força magnética, tem função completamente diferente da do homem, porque a energia magnética é exatamente o oposto da elétrica, a magnética é mais parada, para compactar e limitar, e a elétrica para expandir.

Daí ficar fácil entender que a estrutura familiar não pode abrir mão da presença feminina e masculina, porque o ser humano precisa das duas funções para viver, a função de expansão e a função de limite, ambas com seus desmembramentos, para que os filhos tenham equilíbrio para viver.

Ninguém pode viver sem saber expandir e, ao mesmo tempo, sem saber colocar os limites certos nesta expansão.

Até 1935, quando a fase da Natureza era comandada pelas forças elétricas e magnéticas, esse equilíbrio era razoável, porque havia um relativo respeito às funções femininas e masculinas.

Mas, como, desde que houve a saída do MUNDO RACIONAL, tudo veio se transformando sempre para pior e, consequentemente, enfraquecendo, chegou a um ponto que o desrespeito a essas funções, pelo enfraquecimento das forças elétricas e magnéticas, iria conduzir homens e mulheres ao desequilíbrio total, porque o pensamento humano começou a enfraquecer demais e desequilibrar, o que levaria a humanidade à falência e liquidação moral, física e financeira.

Essa era a sinalização da Natureza de que já estava na hora DELA mudar para uma terceira fase, um TERCEIRO MILÊNIO, para desenvolver a parte RACIONAL do animal Racional, pelo fato da energia animal já ter chegado ao seu fim – o pensamento não tinha mais forças para conduzir equilibradamente a humanidade.

Entrou 1935, o MUNDO SUPREMO se manifestou aqui no Brasil, determinando a mudança da fase do pensamento para a Fase Racional do Terceiro Milênio, e começou a revelar as mensagens sobre a Verdadeira Origem da Humanidade, para que todos passassem a conhecer quem são, de onde vieram e para onde vão.

Essas mensagens, por ORDEM SUPERIOR, do RACIONAL SUPERIOR, Entidade Suprema do MUNDO RACIONAL, foram sendo compiladas nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, cuja divulgação teve início em 1970, no antigo Distrito Federal, Rio de Janeiro.

Entrou em vigor, então, em 1935, a Fase Racional do Terceiro Milênio, para evitar a liquidação dos pensadores, que seriam todos destruídos e dizimados por forças negativas incumbidas de limpar a Terra de tudo que fosse contra as leis naturais universais de paz, amor, fraternidade e concórdia.

As famílias desconhecidas das leis naturais universais, começaram, então, a ser destruídas, porque as forças espirituais que mantinham a estrutura familiar equilibrada, de acordo com as funções masculinas e femininas no lar, passaram a trabalhar através da ENERGIA RACIONAL, junto com o RACIONAL SUPERIOR, e essas famílias perderam a orientação, o amparo, a proteção e a segurança, por desconhecerem ou não aceitarem a ENERGIA RACIONAL.

E sem uma estrutura familiar equilibrada, de acordo com as leis naturais da Natureza, todos se voltam contra todos dentro das famílias, onde ninguém respeita mais ninguém, os limites feitos pelo bom senso desaparecem, e a expansão toma o rumo da degradação em geral: moral, física e financeira.

Para ver que a estrutura familiar tem uma razão de ser, é vital para o equilíbrio dos homens, mulheres e crianças, carecendo de ser levada a sério e enquadrada devidamente dentro da observância rigorosa das leis naturais que regem o universo.

E como a fase da Natureza agora é RACIONAL, sendo que a fase do pensamento terminou e não pode fazer mais nada para o equilíbrio de ninguém, é preciso urgentemente que implantemos a Cultura Racional nas escolas, em todos os níveis, para evitarmos a destruição das famílias, já que a família equilibrada racionalmente é o principal pilar do amor, da paz, da fraternidade, da concórdia e da união entre os povos.

Trabalhemos todos, com muito carinho, pela divulgação da Cultura Racional, para que toda a humanidade desenvolva o seu raciocínio, por nele estar o elo de ligação com o nosso Verdadeiro Mundo de Origem, onde se encontram todas as orientações para o estabelecimento do eterno equilíbrio entre todos os povos.

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para A ESTRUTURA DA FAMÍLIA E SUA RAZÃO DE SER

  1. Rosângela Leite disse:

    Salve !!!!!!! Muito bem colocado o esclarecimento , Parabéns Nágea !

    Curtido por 1 pessoa

  2. Mary Sana disse:

    Brilhante explanação!
    A Natureza mesmo em estado de deformação é “PERFEITA” na preservação e continuidade da VIDA, que é eterna, porque é energia, pois a temporariedade pertence somente à matéria.
    Portanto, para que o retorno ao nosso estado natural, que é de energia de vida eterna ocorra dentro do seu equilíbrio, que é Racional, a coerência nos leva a concluir que a JUNÇÃO DO CORPO HUMANO, precisa ser conhecida, reconhecida e concretizada, somente através do respeito à VIDA E A ORGANIZAÇÃO DOS SERES ORGÂNICOS.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s