IGNORAR O QUE NADA VALE É A MELHOR FORMA DE GRATIDÃO À VIDA

IGNORAR O QUE NADA VALE

https://drive.google.com/open?id=1E2I6ggUf9XqGFETqjb-uiXozPmGhMezy

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

 

A vida é o tudo do tudo. E o tudo do tudo é o bem, sempre o bem, sendo então a vida, o maior bem de todos os bens.

Então, para que contemplar o mal se no mal bem algum tem? E se no mal bem algum tem, o mal não dá vida a ninguém, o mal tira a vida de quem confunde o mal com o bem.

Então, o fundamental da vida é saber diferenciar um do outro: o que é realmente o mal e o que é realmente o bem. E não é fácil esse reconhecimento para quem ainda não conhece a fonte primordial de tudo e de todos, a saber: QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS e PARA ONDE VAMOS.

O mal nada vale porque tira a vida. Dar valor e importância ao mal é ingratidão à vida, que é uma Energia Superior a tudo e a todos, RACIONAL, e que mantém tudo e todos indistintamente, porque não contempla o mal, só tendo olhos para o que se enquadra nas leis naturais universais que preservam a vida. Se contemplasse o mal, a vida de tudo e de todos não mais existiria.

E, assim, a VIDA nos dá mais esta oportunidade de valorizá-la neste ano que se inicia, pedindo a todos nós foco no bem e não no mal.

Que saibamos encontrar somente os pontos do bem de tudo e de todos, para que a VIDA nos considere um bem e não um mal – para que a VIDA não nos ignore.

Firmar no desenvolvimento do raciocínio é o que nos manterá no CAMINHO DO BEM, minuciosamente esclarecido na Cultura Racional, dos Livros “Universo em Desencanto”.

E é através desse iluminado caminho que estaremos praticando a Verdadeira GRATIDÃO!

Sejamos VENCEDORES, pelo desenvolvimento do raciocínio.

 

 

 

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, EDUCAÇÃO E CULTURA, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para IGNORAR O QUE NADA VALE É A MELHOR FORMA DE GRATIDÃO À VIDA

  1. Ludmila BH - Minas Gerais - Brasil disse:

    Salve!
    Texto Maravilhoso!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Mary Sana disse:

    O BEM VERDADEIRO é um presente da Mãe Natureza, que pode ser comparado a um BRILHANTE guardado num invólucro de perfeita e reforçada embalagem, sendo necessário encontrar SABEDORIA e delicadeza para abrir o BEM GUARDADO, UMA RELÍQUIA.
    E é verdade o que está bem compreensível no texto, quando afirma não ser fácil diferenciar o mal do bem, para quem ainda não tem CONHECIMENTO DE QUEM É, DE ONDE VEIO E PARA ONDE VAI.
    Saber viver em pleno Terceiro Milênio é adotar conduta compatível com a Energia que vibra na evolução do mesmo.
    Os nossos inúmeros convites a todos para que conheçam a Literatura Ímpar de “Universo em Desencanto” representam o caminho mais curto e leve de VENCER as dificuldades naturais dessa TRANSIÇÃO PLANETÁRIA.
    Estamos vivenciando universalmente a ÚLTIMA MUDANÇA no sentido da preservação da VIDA, a ÚNICA PARTÍCULA que temos guardada na Glândula Pineal, que permite a continuidade, por ser ETERNA. O restante do nosso corpo físico faz parte da degeneração, por ser perecível, de pouca duração.
    Excelente essa REFLEXÃO, porque chama à RAZÃO sobre o valor da VIDA VERDADEIRA e a temporariedade do ser material!

    Curtido por 1 pessoa

    • nalub7 disse:

      Belíssima complementação do texto neste seu comentário, Mary!
      Para ver como a VIDA VERDADEIRA é tão pequenina e tão poderosa, que se manteve ao longo de verdadeiras eternidades a mesma, enquanto o corpo perecível de matéria, por ser mal puro, veio se definhando pelas degenerações constantes, a ponto da humanidade ter tido no passado forma de “GIGANTES”, vivendo mais de mil anos, e hoje poucos chegam perto dos 2,5m de altura e dos 100 anos de idade.
      Focar na matéria é mesmo uma autodestruição, o que aprendemos com riqueza de detalhes no maior tratado sobre a VERDADEIRA VIDA, que é a centelha DIVINA, e esse tratado, de origem transcendental é o Livro “Universo em Desencanto”.
      Como muito bem nos esclarece essa magnânima Obra Cultural Racional: “O MAL POR SI MESMO SE DESTRÓI, E O BEM POR SI MESMO SE CONSERVA.”
      Gratíssimos!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s