AS MUDANÇAS RÉGIAS DA NATUREZA

download1

 AS MUDANÇAS RÉGIAS

 DO NATURAL DA NATUREZA

A CONSISTÊNCIA PODEROSA

QUE COMANDA OS SEUS FEITOS

O desencanto da humanidade com a sua origem, foi devido as transmutações que passaram no decorrer do desenvolvimento da deformação, que fez com todos perdessem a sua individualidade originária.

E por esses EMUDECEREM, foram se amoldando às classes que iam tomando e essas classes se transfigurando e se multiplicando em outras classes. E essas mudanças transmutáveis de que ficavam completamente esquecidos, que foi a causa de não conhecerem, nem sentirem de leve, de onde vieram, porque quando acordaram para o conhecimento de justificar e dizer o que era a vida, já viviam há muito sem saber porque viviam, já viviam há muito sem saber de onde surgiu a vida, já viviam há muito sem conhecer a sua origem.

Quando acordaram para o princípio do relacionamento de entendimentos, foram, então, forjando e criando novas palavras, letras, algarismos etc. E, assim, vieram aperfeiçoando tudo, lapidando tudo, inventando, fazendo descobertas, que foi o princípio da formação do que está aí formado.

De cada qual nascendo uma invenção e, daí, formaram este jogo de vida, os que jogam em cima e os que jogam em baixo; porque a vida e o corpo dependem da natureza.

Até chegarem a este ponto, a luta foi demais. E é por isso que os tabus primitivos e antigos, esses primitivos e esses passados, todos esses tabus se findaram, por causa das transmutações da velocidade que veio desagregando tudo, pelo progresso degenerativo e transformativo. De forma que hoje é um tabu que vale, amanhã já não vale mais, é outro. Daqui a pouco não vale mais, é outro. Daqui a um bocado não é este mais, é outro e, assim, é pela lei de transmutação, transformação e degeneração; porque tudo é movido pela indecisão. E onde há a indecisão não há nada certo e tudo se desacerta e a inconsciência perdura das multiplicações dos desacertos.

Cadê os tabus todos do passado?

Os tabus todos se acabaram, devido a lei de transmutação; tudo muda em multiplicação ou em multiplicações.

E, assim, tudo é etéreo. E, por ser etéreo, tudo se acaba. E estão aí as mudanças de tudo, porque tudo é transmutável.

E está aí o degredo da matéria, o degredo da vida inconsciente, o degredo de procurar o melhor, o degredo de acertar e, por ser uma deformação degenerativa, é uma formação degradante, por ser uma transformação de degeneração. É uma formação degradante, por ser uma deformação desregulada. E, por isso, hoje é uma forma, amanhã outra, é uma deformação degradante.

ENTÃO, TUDO CAMINHA PARA ENCONTRAR O PRINCÍPIO DA VOLTA DE ONDE SAÍRAM.

O PRINCÍPIO DA VOLTA, É O MUNDO RACIONAL.

Então, aí encontrou a estrada de volta, então, aí, passa o DEGREDO.

Hoje entrou na Fase Racional, na FASE DE VOLTA DE TODOS AO MUNDO DE SUA ORIGEM – O MUNDO RACIONAL.

E é por isso que no mundo vieram todos inconscientes em tudo, vieram as modificações.

O bicho não podia parar enquanto não chegasse no seu lugar, para deixar de ser bicho Racional e ser Aparelho Racional.

Como Aparelho Racional, de volta ao MUNDO RACIONAL – o MUNDO DE ORIGEM.

Então, o bicho não podia pensar, tinha que vir nessas evolutivas modificações, para encontrar o certo e, nessas modificações, a lapidação, a lapidação reinante, até chegar o ponto de encontrar a estrada básica, que é a FASE RACIONAL.

Então, na FASE RACIONAL ele encontrou a base, ele encontrou a lógica, então ele parou.

Ele parou, porque encontrou a base e a lógica. Então, passa a ser Aparelho Racional, por se encontrar dentro da fase básica.

E é por isso que o mundo vem há muito em evolução de infinidades de modificações de formas, jeitos e maneiras, modas e modos de evoluir, progredir e se conduzir, sem saber que ia esbarrar com a base de subida, a base de subida para o MUNDO RACIONAL, sendo a base de subida a FASE RACIONAL.

Então, aí, ele encontrando a lógica básica da sua trajetória toda, até esse ponto final de evolução de experiências e pesquisas, até encontrar com o certo básico, com o certo lógico, então, aí, o bicho pára.

Pára o progresso do bicho, porque encontrou o que estava procurando, encontrou o que precisava, encontrou o certo, encontrou a sua situação definida de animal. Então, aí, o bicho pára, deixa de ser bicho Racional para ser Aparelho Racional.

Deixa de ser bicho sujo, imundo do elétrico e magnético, para ser Aparelho Racional, ligado aos puros, limpos e perfeitos.

Então, desde há muito, vem o bicho na fúria do progresso, progresso, progresso: regresso, regresso, regresso, para ficarem lapidados e regressarem ao seu verdadeiro Mundo de Origem.

Então, vinha a bicharada nessa evolução assustadora de progresso, que o mundo vivia em suspense, com medo do ponto alto de destruição que chegou o bicho.

Que destruição arrasadora!

Todos com medo e amedrontados do ponto alto de destruir que o bicho chegou.

O progresso do bicho se desabando em cima do bicho, se desabando em cima do bicho para destruir.

A inconsciência do bicho chegou ao ponto de monstruosidade tal, que pensava que regendo como monstros é que podia endireitar, como coisa que o mal pudesse endireitar.

O mal só pode multiplicar o mal.

O bicho, aí, alcançou, na sua deformação de bicho, a incompetência e a incapacidade de querer endireitar destruindo; de querer melhorar destruindo, de querer paz destruindo.

De jeito algum, nunca podiam endireitar, porque a violência gera violência, ódio e vingança.

Então, que o bicho podia endireitar o mundo com a sua forma cruel, arrasadora, monstruosa, de indignação humana?

De forma desumana nunca podia encontrar a paz, porque não é brigando que se encontra a paz.

A paz só se encontra por meios pacíficos, altamente culturais.

Com a CULTURA SUPREMA se encontra a paz.

Uma Cultura Superior domina a inferior, uma Cultura Poderosa, domina os mais fracos.

Então, a cultura é o PODER DOS PODERES, porque na cultura há recursos para o domínio dos mais fracos.

Uma cultura poderosa e, por ser poderosa, tem poderes para dominar os demais.

Então, por meios pacíficos e culturais, com amor e carinho e humanidade, conseguem o que querem de toda a humanidade.

O bicho não quer ser fustigado; fustigou o bicho, o bicho fica enraivado.

Então, a violência é de uma prematura inconsciência, é de um primarismo infantil, porque um primário é que não sabe o que faz, porque está principiando na sua puberdade em conhecer as coisas.

Então, o certo para atualizar o bom viver do equilíbrio de toda a humanidade, universalmente, é por meios pacíficos culturais com a CULTURA SUPREMA  a tudo e a todos, a CULTURA RACIONAL.

A CULTURA RACIONAL é do PODER SUPREMO DO MUNDO RACIONAL e somente nesta cultura é que está o redígio de toda a humanidade. E por meio desta cultura vem a restauração da humanidade, pelo BEM formado, pelo alto poder cultural: acertar toda a humanidade num nível consciente, num nível Racional.

E de forma que os métodos de lapidação cruéis já se passaram muito antes e antes dos tempos medievais, porque o bicho veio sendo lapidado aos poucos; e o melhor mestre da lapidação do bicho é o sofrimento.

As fases de terror e de pavor já se passaram.

Não é para agora, uma civilização tão adiantada, ainda pensar como se fossem os primitivos tempos e em outras épocas medievais.

O povo, muito adiantado culturalmente, atingiu um alto nível de amadurecimento cultural.

Um povo lapidado, que está à procura de encontrar o seu equilíbrio, está à procura de encontrar uma cultura que tenha base e lógica para o equilíbrio de si e de todos.

O povo hoje sabe o que quer.

O povo não quer guerra, porque sabe que não adianta; o povo não quer briga, porque sabe que não adianta; o povo não quer revolução, porque sabe que não adianta; o povo culto quer paz, amor e fraternidade.

É isso que o povo procura há muito e que agora acaba de encontrar, a cultura que estava procurando, a CULTURA RACIONAL,  a FASE RACIONAL, a fase do equilíbrio universal, a fase do APARELHO RACIONAL, a volta de todo RACIONAL ao MUNDO RACIONAL, de todo RACIONAL à sua origem, de volta à sua origem: o MUNDO RACIONAL.

É isso que o povo está procurando,  é isso que o povo quer, é isso que o povo está precisando, é isso que toda a humanidade anseia: sair da escravidão da matéria! Como sair dessa escravidão.

Escravos do nada pelo nada, é essa a situação que angustia a humanidade, é a angústia da humanidade viver da maneira que vivem – e que não se conformam – e querem uma explicação do porquê vivem assim e uma solução para deixarem de viver assim. Terminar a angústia que permanece no íntimo de todos.

É isto que o povo quer: a solução de seu desespero, por meios pacíficos, por meio RACIONAL.

Saiu fora disso, está contra o povo.

Saiu desse suplício, desse caos de desentendimentos, desse modo irresistível de viver, na incerteza do dia-a-dia, nesse marasmo de expectativas, nessa indecisão que angustia a todos, nesse ponto de desânimo em que, quem vive, sofre.

E, assim, está aí a solução:  a CULTURA RACIONAL.

Você que aí está lendo, que já se encontrou, e não sabendo como agradecer ao RACIONAL SUPERIOR.

E, assim, as horas negras que atravessa o mundo estão prestes a terminar, porque está o bálsamo da humanidade em suas mãos.

É o que todos vivem a procurar e, assim que o encontrarem, chega toda a humanidade no seu verdadeiro lugar.

Está aí a solução da angústia irredutível que esfacelava a humanidade.

Hoje a solução aí está: a FASE RACIONAL.

A FASE DA VOLTA DE TODOS AO SEU VERDADEIRO LUGAR DE ORIGEM: O MUNDO RACIONAL.

Está aí o conhecimento de recuperação da humanidade,  a fase da felicidade da humanidade, a verdadeira felicidade, a felicidade consciente, porque tem base (que é o MUNDO RACIONAL) e tem a lógica (que são todas as consistências para a formação Racional.

Então, não há mais clima para desventuras, não há mais clima para aventuras inconscientes, não há   mais clima para aventuras de multiplicar o sofrimento, não há mais clima para jogar ninguém dentro do fogo, não há mais clima para implantar o desespero, não há mais clima para implantar a desordem, não há mais clima para a perturbação da ordem em todo o universo, porque está aí a FASE RACIONAL, A FASE QUE TODOS PROCURAVAM.

Então, não há mais clima para precipitações, não há mais clima para imprudências, não há mais clima para piorar, para procurar o pior, porque está aí a FASE RACIONAL, a FASE REDENTORA para a ligação de toda a humanidade com o seu VERDADEIRO MUNDO DE ORIGEM, o MUNDO RACIONAL.

Chegou o fim da lapidação, chegou o fim da indecisão; todos agora sabem o que querem, o que precisam e o que necessitam.

Então, tudo mudará dentro de pouco, porque está aí a FASE NATURAL DA NATUREZA, a FASE RACIONAL.

Então, essa fase trabalha para a recuperação e salvação da humanidade.

A fase de lapidação já passou. Já terminou.

Agora em função a fase brilhante, a fase que conduzirá toda a humanidade ao seu VERDADEIRO MUNDO DE ORIGEM, o MUNDO RACIONAL.

Então, vejam as graças das graças RACIONAIS sobre toda a humanidade.

Então, naturalmente, daqui a pouquinho, por todo o universo, toda a humanidade só falando em RACIONAL, só falando em RACIONAL, porque a áurea é RACIONAL, de toda a humanidade.

Começam todos a pensar uma coisa só: RACIONAL, RACIONAL, RACIONAL, RACIONAL, RACIONAL, RACIONAL e, assim, para o resto da vida, porque a áurea de toda a humanidade é RACIONAL, por a fase ser RACIONAL.

Isso são poderes naturais da própria evolução da natureza, é o natural da natureza: FASE RACIONAL.

Então todo o comando da NATUREZA é RACIONAL, então, todos comandados por uma natureza só: RACIONAL.

Então, nasce em todos, naturalmente, o comando da NATUREZA, a FASE RACIONAL, e, por esse motivo, a áurea de todos é RACIONAL.

Então, tudo e toda essa vibração é natural da natureza. A CULTURA RACIONAL é uma cultura natural da NATUREZA; e os Poderes dos Poderes universal estão na NATUREZA.

A NATUREZA é que comanda os seus seres; então, tudo isso é uma evolução natural, a FASE RACIONAL.

Todos, naturalmente, sem esforço algum, pegarão no conhecimento da Fase, que é a Cultura da Fase, a CULTURA RACIONAL.

Uns mais cedo, por circunstâncias naturais. Mas, chegarão todos à mesma conclusão, porque a fase natural da NATUREZA que está em vigor é a FASE RACIONAL.

O que é natural, nasce espontâneo, refloresce espontâneo, aparece espontâneo, porque é natural, é a evolução da fase da NATUREZA, a FASE RACIONAL.

Não há revoltas, não há malquerenças, não há coisa alguma. É da FASE.

A fase é que determina. Que todos dependem da NATUREZA, todos são dominados pela NATUREZA e, por todos dependerem da NATUREZA, é que a NATUREZA DOMINA TODOS. Então, uma coisa natural, que nasce espontaneamente e naturalmente em todos.

Daí a pouquinho, toda a humanidade com o livro de CULTURA RACIONAL nas mãos, naturalmente, por a áurea de todos ser uma só: RACIONAL.

Por negligência, o bicho é muito vaidoso e a vaidade do bicho é tanta, que o bicho custa a aceitar as coisas. Então diz o bicho:

“Eu não quero saber disso.”

Ele não quer saber naquele momento, saber o que é, por ser atingido pela NATUREZA, pela FASE, então, não quer agora.

Não quer agora, quer amanhã: quem manda é a NATUREZA.

Hoje ele não quer, hoje ele não gosta, hoje ele não quer saber, amanhã, quer.

E, assim, a CULTURA RACIONAL, daí a momentos em mãos de todos e no pensamento de todos: as mudanças régias do natural da NATUREZA, a consistência poderosa que comanda seus feitos.

A nebulosidade da humanidade se retirando de todos; a hora é chegada de todos no seu lugar certo.

FASE RACIONAL é a fase do REDENTOR, a fase da REDENÇÃO UNIVERSAL, a maior surpresa de todos os tempos. Não para todos, mas, para muitos, a FASE REDENTORA,  FASE RACIONAL.

(2ª Mensagem do RACIONAL SUPERIOR, no 7º volume da Réplica dos Livros de CULTURA RACIONAL, UNIVERSO EM DESENCANTO)


Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s