FANATISMO: MAL DA VIDA!


BAIXAR AUDIO
O mal da vida está na própria vida!E por assim ser, todos precisam ser lapidados para  acordar  para a vida real, que não é a vida da matéria.A vida da matéria é um mal!

Tanto é um mal, que  não existe nada nem ninguém que seja igual.

Tudo e todos são diferentes, por se tratar de uma deformação do estado natural  verdadeiro de ser.

Então, a lapidação é um mal que se torna um bem, para ir retirando a parte deformada de tudo e de todos e chegar à essência, onde tudo e todos são iguais: puros, limpos, perfeitos, sem defeitos, portanto, eternos – RACIONAIS!

Por tudo e todos serem diferentes, cada qual necessita e precisa de uma forma de lapidação diferente, para que seja reconduzido ao natural.

Essa a razão e o porquê de existirem tantos segmentos culturais, os quais deveriam ser encarados como são: meios transitórios para diminuir a rudez, o atraso, a selvageria.

Mas, por a maioria esmagadora da humanidade não se conhecer (prova disso, o desequilíbrio geral) , não sabendo de onde veio, como veio, para onde vai e como vai, fica sem referência de sua base de origem, da verdade, e se apega nos meios transitórios de lapidação como se pontos de referência absoluta fossem.

Daí, nasce o fanatismo, porque a pessoa se fecha para outros meios transitórios de lapidação, interrompendo sua evolução,  impossibilitando (e isso é o pior)  sua chegada ao final da estrada da lapidação, que é o Conhecimento Racional da vida – a verdade sobre tudo e sobre todos.

Esse fanatismo pelos meios transitórios, que são meios criados pela própria natureza deformada, além de manter o atraso de tudo e de todos, promove o desentendimento, a desunião, os atritos, os conflitos, as guerras e a mortandade entre os povos.

E é tão monstruoso esse fanatismo, um câncer de elucidação desenfreada, que as pessoas estão se destruindo e destruindo seus semelhantes por causa de suas idéias, de seus sonhos, de suas fantasias e de suas convicções, vendo as conseqüências horrorosas e tenebrosas desses seus modos infantis de burros empacadores, mas, nem assim se demovem de suas idéias, de seus sonhos, de suas fantasias e de suas convicções.

O que é isso?

É o magnetismo em cena! O foco das obseções, mal puro e que está  dominando todos que não se conhecem pelo desenvolvimento do raciocínio.

Mas, nem tudo está perdido!

Mais do que a natureza, ninguém! Porque a natureza é DEUS e DEUS é a natureza.

E assim é que em 1935, com a mudança de fase da natureza, da fase da civilização (animal Racional)  para a fase da Racionalização dos povos (aparelho Racional), tudo vem se modificando, naturalmente, para o bem de todos,    com a entrada em vigor da ENERGIA RACIONAL, a Energia do Verdadeiro DEUS.

Porque DEUS existe! É um RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNIOS e uma ENERGIA SUPERIOR A TODAS AS ENERGIAS!

E sendo Ele SUPERIOR a tudo e a todos, está providenciando o conserto de tudo e de todos, muito naturalmente, sem que ninguém perceba!

Ele não tem pressa, pressa é de quem está atrasado! E o Verdadeiro DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, é a VERDADE das verdades.

E por assim ser, já providenciou o fim do comando do magnetismo sobre os seres humanos.

Porém, desse benefício somente  estão usufruindo aqueles que humildemente estão se abdicando de todas as suas idéias e convicções que dividem, porque um ser absolutamente perfeito, como o Verdadeiro DEUS, não faz coação à liberdade de ninguém.

Ele aguarda, pacientemente, o ACORDAR de cada um, mesmo sabendo que muitos acordarão tarde demais, tendo que ir correr toda a hierarquia das transformações de uma vida para outra em classes cada vez mais inferiores, como bichos irracionais de quatro pés e de dois pés, para resgatar o preço alto de suas idéias, sonhos, fantasias, ilusões e  convicções que dividem e promovem a discórdia entre os povos.

E por que vão se transformar?

Porque nada se perde, nada se cria, tudo se transforma de uma vida para outra e de uma classe para outra. Promovendo a discórdia, se transforma para baixo, em classes inferiores. Promovendo a concórdia, se transforma para cima, para a vida ETERNA.

Mas, a vontade é livre! E não há nada superior ao livre arbítrio, porque o livre arbítrio é uma razão superior!

E, assim, o preço do fanatismo é muito alto, porque o fanatismo é uma energia de liquidação, criada pelo pensamento.

Se o mundo está em liquidação moral, física e financeira é devido à energia do fanatismo imperar na maioria dos seus habitantes.

É preciso parar de pensar negativamente, para poder olhar o mundo como Um todo, todos dependendo de tudo e de todos, para desenvolvermos o sentimento da gratidão, da solidariedade e da compreensão. É preciso RACIOCINAR!

Somente assim nos libertamos do fanatismo da matéria (mal da vida), para nos unirmos como verdadeiros irmãos de tudo e de todos, pois, tudo e todos têm uma origem só: RACIONAL!

Todo pensador é fanático, fanático pela matéria, apesar de todo sofrimento que ela lhe traz. Isso é que é ser fanático, gostar daquilo que lhe destrói.

Por isso, todo pensador sofre muito, por adotar o fanatismo,  sendo o fanatismo, o mal da vida!

(Procure entender melhor a si mesmo, assim, entenderá tudo e todos, lendo Universo em Desencanto).



  

 

 

 

 

 

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em Livros, Saúde e bem-estar. Bookmark o link permanente.

3 respostas para FANATISMO: MAL DA VIDA!

  1. Valdir disse:

    Valdir Santos Alexandrino escreveu: Salve Dra.: Esse conteúdo contribui e muito para que façamos uma profunda reflexão do quanto repercute negativamente em nosso Ser o fanatismo da matéria. Efeito do magnetismo em ação. Precisamos nos imunizar Racionalmente contra esses efeitos nefastos. Qual o antígeno mais eficaz? É a Cultura Racional, a nossa ligação à Energia Racional. Congratulações, Valdir.

    Curtir

  2. zilma disse:

    A vida em todos os segmentos nos leva ao fanatismo!
    Mas o que me comoveu foi o 29º paragrafo:
    É preciso parar de pensar negativamente, para olhar o
    mundo como um todo, todos dependendo de tudo e de
    todos,para desenvolvermos O SENTIMENTO de gratidão
    solidariedade e de compreensão…….
    Parabéns pelo belo texto.!

    Curtir

    • nalub7 disse:

      Nós é que lhe somos gratos! Diante de tanto que recebemos da Natureza e de todos os seus pertences, visíveis e invisíveis, passa a constituir um erro imperdoável a ingratidão, a falta de solidariedade e de compreensão. A Natureza contempla a todos, mesmo aos mais miseráveis de coração, dando a vida com suas sete partes: sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais. Os seres humanos têm obrigação de corresponder à Natureza pródiga. Mas, muito mais agora tem o dever dessa correspondência, por nossa Mãe Natureza nos ter legado este tesouro que é o Livro Universo em Desencanto, onde estamos aprendendo a ser verdadeiramente humanos, assim como ela é. Portanto, já está passando da hora de todos abandonarem o fanatismo pela matéria e passarem todos a adotar o desprendimento dela.
      Grande abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s