O DOM DIVINO RACIONAL – 3ª PARTE


SCRAP14.jpg

 

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdcnNKV3AwU18yX1E  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(Valdir Santos Alexandrino, estudante de Cultura Racional, Viçosa – MG)

 

Limitados a esse ponto de vista, era razoavelmente válido o seu parecer, de que existem impossíveis, já que ignoravam a existência do sobrenatural.

Se soubessem qual que foi a Razão de serem, então, sim. Mas, não sabiam, não. Precisava primeiro, que soubessem qual que foi o Princípio de Ser. Depois então, chegariam todos na Razão de ser.

Para isso, tinham que partir da Formação Racional de que se constituía originalmente, tudo que aqui existe, que foi o antes de tudo aqui assim ser, o que era noutro Plano Universal da Existência (Superior a este) e que deu consequência a este que habitamos,  para que, só então, pudesse deduzir como foi feito o seu Ser de animal e para que pudesse conhecer as Bases reais do seu verdadeiro Ser.

Precisamente neste ponto, reside a insolubilidade desta vida para a classe de animal Racional.

Tão acostumado estava com a imperfeição, a qual não viu ser feita, que tinha a imperfeição como se fosse perfeita. Então, para o animal Racional, a vida era só esta mesma e, portanto, na condição de livre pensador, vago sofredor e mortal, a vida para um Ser assim, não tinha solução.

Por o natural desta natureza ser deformado, tinha a deformação como se fosse o verdadeiro natural estado de ser, seu e de todos os Seres.

Então, já de outro ponto de vista, todos errados, como sempre errados (afirma o RACIONAL SUPERIOR). Errados, por quê? 

É que não são Senhores da Natureza, para saberem o que a Natureza é.

Estavam esquecidos de que se existem os grandes gênios, os grandes inventores e descobridores (e olha que são bem poucos em proporção da população) se existem os grandes cérebros, é porque foi a Natureza que dotou cada qual do seu Dom extraordinário.

Aqui nem se trata dos Dons ordinários, de que cada qual é também dotado pela própria Natureza.

Por estarem desconhecidos da evolução natural da Natureza, que é a Vida Dona de todas as vidas que ela faz, cria e mantém de tudo, ficaram alheios a essa possibilidade real de que poderia surgir na humanidade um Ser com um Dom inigualável, de entrar em contado com o Mundo Superior a este, que é o Mundo Racional de onde todos vieram e que deu consequência a este nosso Mundo que se tornou uma Fonte de Perdidos.

E agora, para surpresa geral, sendo revelado a todos que nasceu um Ser com o Dom Divino Racional, que já veio do Mundo Racional para a formação de um Ser com esse Dom Divino, a fim de entrar em contato com os Habitantes do Mundo Racional. Por isso, foi um Aparelho conceituado pelo Mundo Racional como o Racional Superior da Terra.

E já cumpriu a sua missão que foi iniciada em 1935, de revelar este conhecimento da verdade das verdades a toda a humanidade, para a
absolvição do sofrimento e da morte para todos que se tornarem munidos do Verdadeiro Saber .

E as interpretações sobre o Sr. Manoel? Por que muitos o definem com
adjetivos acintosos, chamando-o de “guru” e outros pejorativos?

O próprio Livro de Cultura Racional, no enveredar por esse assunto, nos diz que quem não conhece, por não conhecer, fala sem saber. O que
realmente importa, é que o Conhecimento de Cultura Racional é um conhecimento em favor de todos e de tudo que existe. Não é contra ninguém, e sim em favor de todos, porque todos somos filhos do Verdadeiro Deus.

Acrescenta o Livro, que o Sr. Manoel já foi chamado de espírita por muitos; por gananciosos, foi visto à maneira destes; por ambiciosos, à maneira destes; por golpistas, à maneira destes; por despeitados, à maneira destes; pelos maus, à maneira destes; e pelos bons, à justa forma de ser. Quem não conhece, faz o julgamento de acordo com as versões apresentadas e de forma que, somente quem conhece o que é CULTURA RACIONAL, é que tem condições de dizer quem é o Sr. Manoel.

O seu legado?

O VERDADEIRO SABER.

 Uma saudação Racional a todos.

 

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s