MOMENTO RACIONAL 52

3-energias

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdZFp2NDBkTTd6cXlQVmJfZGFWVkdyb0xBWnBR  (Clique no link para ouvir o áudio)

download1-1

(Compilado da Literatura Racional do RACIONAL SUPERIOR)

 (*)

DOIS PERSONAGENS EM UM SÓ

 

O pensamento foi o condutor do pensador, que era conduzido pelo pensamento sem conhecer a dona do pensamento.

E por não conhecer, não sabia por que pensava e tinha o pensamento como uma coisa estranha a sua vida, porque não sabia o porquê da vida e por isso, não sabia de onde vinha o pensamento.

E assim pensava e não sabia o porquê pensava, tendo o pensamento como uma coisa estranha, por não conhecer o porquê do pensamento.

Variando sempre, e sem saber por que o pensamento era variante.

Conservando o desequilíbrio do pensamento, por não conhecer o comando da existência do pensamento e perguntavam:

“Por que somos pensadores e mortais?

Sofredores, pensadores e mortais?”       

Ninguém sabia dizer, porque todos viviam sem se conhecer.

E todos pensavam sem saber por que pensavam, então, não tendo o que dizer, diziam que o pensamento era um dom pessoal de todos.

Mas não sabiam dizer o porquê desse dom.

Hoje é que estão cientes, porque passaram a se conhecer e sabendo que o pensamento foi feito pela dona do pensamento.

A dona do pensamento, essas duas energias, degeneradas, deformadas, poluídas, enfraquecidas, por serem enfraquecidas, desequilibradas.

Por serem enfraquecidas é que há a desregulagem da Natureza, do pensamento e de tudo.

Por ser enfraquecida há o desequilíbrio e as aparências, mantendo o equilíbrio que não existe.

E por isso, no íntimo, estão pensando uma coisa, e na aparência, outra muito diferente do íntimo.

Se mantendo dois em um só.

Um por dentro, no íntimo, uma coisa e por fora, outro.

E daí, a causa do desequilíbrio, por serem dois personagens em um só.

E dois personagens em um só, desequilibra o “um só”.

Porque o personagem de dentro quer uma coisa e o de fora quer outra.

E às vezes, o personagem de fora quer uma coisa e o de dentro quer outra.

Então, há a confusão do choque de um só entre dois.

E daí, o desequilíbrio.

O de fora, da aparência pessoal, quer uma coisa e o de dentro, do íntimo, quer outra.

E daí, a confusão dos dois em um só.

Tudo isso, por quê?

Porque estavam sendo preparados por esta lapidação, feita pela dona do pensamento.

Para o pensador, a vida parou no pensamento, sem solução.

E por a vida não ter solução, todo pensador era um sofredor, porque no pensamento não encontrava a solução do sofrimento e para o pensador a vida não tinha solução.

E por não ter solução, se tornaram materialistas, por desconhecerem o porquê assim são.

A dona do pensamento é quem fez a máquina do pensamento.

A energia magnética fez a sua máquina e a energia elétrica fez a sua máquina.

Daí, elétrico e magnético.

Dois comandos em um só.

Um por dentro do íntimo, e outro por fora.

Para a lapidação ser mais bem aprimorada e menos demorada.

E essa era a vida do pensador: viver por ter vida, mas sem se conhecer e por isso, sem saber o porquê da vida.

E daí, a lapidação era noite e dia e dia noite.

Agora, na Fase Racional, na fase Racional da Natureza, na fase do desenvolvimento do Raciocínio, é que passaram a se conhecer.

A saberem quem são, o porquê que assim são, de onde todos vieram e como vão.

Sendo o Raciocínio, o tudo do tudo da vida de todos.

Por no Raciocínio estarem todos os recursos precisos e necessários do seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

E só na origem de todos é que podiam encontrar todos os recursos precisos e necessários, para a volta de todos ao mundo de sua verdadeira origem.

Só a origem é que podia solucionar o que é de sua origem.

E agora é somente desenvolver o Raciocínio, o ponto positivo da vida, para voltar ao estado verdadeiro da vida.

Sendo o Raciocínio o substituto e a continuação do pensamento.

Agora é não perderem mais tempo e tratarem de desenvolver o Raciocínio, lendo e relendo, para que o Raciocínio se desenvolva o mais depressa possível.

Para que todos sejam contemplados com sua ligação ao seu verdadeiro mundo, o MUNDO RACIONAL.

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2017/02/28/rational-moment-52/

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para MOMENTO RACIONAL 52

  1. Pingback: RATIONAL MOMENT 52 | RACIOCINAR SEMPRE! Pensar nunca.

  2. Irmão Racional disse:

    A gênese do pensamento e da imaginação é muito fácil de ser apreendida, a partir do conhecimento de Cultura Racional.

    O pensamento, a energia elétrica e a imaginação, a energia magnética são energias degeneradas e deformadas oriundas da PLANÍCIE RACIONAL que não estava pronta para entrar em progresso.

    Essa parte da PLANÍCIE RACIONAL que se degenerou e deformou, antes de passar por esse processo, era pura, limpa e perfeita. Ao se degenerar e deformar diferenciou-se em energia elétrica e energia magnética, na sua composição.

    Nesse processo de degeneração e deformação da PLANÍCIE RACIONAL, a Energia Racional, pura Luz, que fundamentava a PLANÍCIE RACIONAL, condensou-se em terra e água, transformando-se em matéria.

    A terra, a parte mais densa, regida pela energia magnética, e a água, regida pela energia elétrica, responsável pela modelagem da matéria nos diversos reinos: animal, vegetal e mineral.

    A água passou a fecundar a terra, formando uma bicheira, ou seja os microorganismos que originaram os reinos: animal, vegetal e mineral.

    Ou seja, a vida como a conhecemos é gerada do chão, pois energia elétrica e magnética, combinam-se, na parte que é visível para nós, a partir do chão e lançando um olhar mais profundo, percebemos que, também, como comprovamos pelo Conhecimento de Cultura Racional, a parte invisível, repleta de vida, também degenerada e deformada, localizada no Vácuo existente entre a Terra e o Sol, volatilizou-se da terra e da água que se encontram no chão.

    Logo, conclui-se que ambas energias, elétrica e magnética, tanto na parte visível, como na parte invisível, por serem energias do chão, geraram a vida visível e a vida que há no invisível (existente no Vácuo localizado entre a Terra e o Sol).

    Por surgirem do chão perderam, a forma original, de Energia Racional, desconfiguraram-se de tal maneira, assumindo nova identidade, ou conteúdo degenerado e deformado, ausente da referência de origem.

    As energias elétrica e magnética passaram a nortear-se com o único propósito que lhes cabia, qual seja, a geração, formação, manutenção e renovação dos componentes do reinos animal, vegetal e mineral. Cumprindo, assim, nobilíssima missão, que resumia-se no ciclo da vida: gerar, formar, nascer, crescer, reflorescer, fenecer, morrer.

    Disso elas não podiam, nem tinham como sair, pois se degeneraram e deformaram, perdendo a forma verdadeira de ser, desconfigurando-se da forma original.

    No reino dos animais, cuja categoria de bicho racional, dividida em duas classes, animal Racional e animal irracional, a energia elétrica e magnética combinaram-se da seguinte forma: para o animal Racional, a energia elétrica regendo o pensamento e a energia magnética regendo a imaginação, ambas em contraponto ao Raciocínio, que se manteve aguardando, numa espécie de hibernação, até a entrada da Fase Racional em 1935; para o animal irracional, somente a regência das duas energias elétrica e magnética, dotando os animais irracionais de lampejos do pensamento e uma imaginação, instintivamente selvagem, cujo foco é a luta pela sobrevivência, onde o mais forte come o mais fraco.

    Com a entrada da Fase Racional, em 1935, o Raciocínio foi desperto por intermédio do Conhecimento de Cultura Racional, contido nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO.

    Esse Conhecimento, então, explicou ao ser humano de onde ele veio, como veio, porque veio, assim como a origem do mundo em que ele habita: pensamento e imaginação passaram a ser iluminados pela Luz da Razão e, por tal motivo, entenderam quem são, percebendo que originalmente, antes de degenerarem-se e deformarem-se eram Energia Racional.

    O pensamento e a imaginação do animal Racional, foram iluminados pela Energia Racional, contida nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO iniciando, assim, o processo de retorno do Habitante do MUNDO RACIONAL, que está “adormecido” na Glândula Pineal, ao seu Mundo de Origem.

    Proporcionando ao animal Racional não mais variar entre o pensamento, num momento, e a imaginação, noutro momento, um por fora e a outra por dentro, ou uma por fora e o outro por dentro, segundo imposição da necessidade transitória aparente: porque a Energia Racional, que é uma só e sempre a mesma, e não varia, passou a comandar a personalidade humana, agora sob a égide da individualidade verdadeira.

    O animal Racional, ao passar a SE CONHECER, por intermédio do Conhecimento de CULTURA RACIONAL, tomou consciência do ponto positivo da vida, não lhe restando outra alternativa, a não ser desenvolver o Raciocínio, para adquirir o equilíbrio: o retorno ao seu verdadeiro estado natural.

    Assimilando a compreensão de que lugar de Racional é no seu Mundo, o MUNDO RACIONAL.

    Curtido por 1 pessoa

    • GILBERTO disse:

      Nada nem ninguém consegue se sobrepor ao linguajar Racional, porque se trata do meio de comunicação superior à todos os meios. Agora, para aqueles que ainda não alcançaram esse estágio, a leitura da Obra magna UNIVERSO EM DESENCANTO torna-se imprescindível para despertar o poder supremo que todos têm dentro de si, que é o RACIOCÍNIO. A cultura que dela emana leva ao leitor essa benesse Racional que o reconduzirá inapelavelmente ao seu verdadeiro Mundo de Origem na PLANÍCIE RACIONAL.

      Saudações Racionais ao Irmão Racional!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s