REFLEXÕES RACIONAIS 32

O LIVRO-DEUS

https://drive.google.com/open?id=0B_Q1dy73C4FdT3JyLW5Qb3JYU014ZGQwblo0YWNxNUhPejNF

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(*)

(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira, RJ)

 

TUDO TÃO RACIONALMENTE COMO O RACIONAL DO RACIOCÍNIO

 TUDO TÃO NATURALMENTE COMO O NATURAL DA NATUREZA 

 

 POR QUE PERGUNTAS?

 

No MUNDO RACIONAL não se fazem perguntas por não existirem dúvidas nem desconhecimentos. O Raciocínio sabe tudo, conhece tudo, é omnisciente.

Vivemos neste mundo aqui de baixo atrofiados pelas aparências, embalsamados na matéria, perfumados pelas essências da Natureza deformada; nascendo, vivendo, falecendo e voltando a viver, por esta vida ser um estado falido de ser, em infindáveis transformações.

Todos vivendo sem se conhecer e todos sofrendo sem saber o porquê, e o porquê do por que.

 Esta a razão de existirem perguntas; a ignorância.

Tudo porque nada sabemos, senão perguntas não existiriam.

Neste mundo de matéria, quem não pergunta não sabe nada e quem pergunta é um mal informado, pois passa a saber um tudo que não vale nada.

Por quê?

Porque na matéria degenerada, deformada e poluída, a ignorância regente é devida a todo o conhecimento existente ser de domínio do pensamento, que por sua vez é dominado por sua dona, a Natureza, cujo natural é elétrico e magnético. O vivente é um mero instrumento de lapidação dessas duas energias que lhe impõe o que desejam. E o vivente sempre achando que o que pensa se origina e emana dele, que pertence a ele, e que ele é o verdadeiro e único realizador do que pensa.

Um gênio iludido e trapaceado pelo desconhecimento de si próprio, pelos artifícios e pelas aparências.

É por isso que perguntam tanto e só obtêm respostas que nunca satisfazem ou que satisfazem temporariamente.

Por exemplo: ninguém sabe quem causou esse efeito desastroso em que vivemos; o segundo mundo, consequência do primeiro. Acham tudo natural, acham que tudo deve ser assim mesmo do jeito que é, e tudo aquilo que não entendem ou não encontram solução, dão logo o nome de mistério, de fenômeno ou de enigma, e o desconhecimento permanece, e todos conformados com o estado de ser das coisas.

Ignorantes de si mesmo, de todos e de tudo mais. Vivendo ao sabor dos ventos até o furacão chegar. Vivendo no embalo das águas até o maremoto acontecer. Vivendo na solidez da terra até a terra estremecer.

Mas não param de pesquisar, porém, pesquisas materialistas científicas, filosóficas, doutrinárias e religiosas que não levam a nada e acabam em nada, por tudo na matéria ter duração limitada.

Nela nada é confiável ou garantido, por tudo ser assim, com começo e com fim.

Então, a próxima pergunta é:

E tem saída?

E a resposta é: só uma.

A nossa existência aqui na matéria foi causada por havermos desobedecido a DEUS, o RACIOCÍNIO Superior a todos os RACIOCÍNIOS, o RACIOCÍNIO que nos gerou à SUA semelhança e perfeição, em corpos de massa cósmica puros, limpos e perfeitos.

Uns tantos de nós decidimos por livre vontade e iniciativa, adentrarmos indevidamente uma parte da Planície Racional que não estava pronta para começar a progredir. Fomos inúmeras vezes alertados por nosso Pai, mas não demos atenção aos seus chamados. Em decorrência, essa parte da Planície teve suas energias perturbadas pelas energias invasivas, dando início a um movimento de deslocamento e descida, levando todos que nela se encontravam, sem que ninguém notasse nem sentisse à perda de suas virtudes puras, limpas e perfeitas.

Essas virtudes se reuniram em um foco de luz fria e prateada que posteriormente começou a aquecer e se transformou no sol. À proporção que o calor do sol aumentava, mais deformados tudo e todos se tornavam, até que da Planície começou a sair uma resina, que com o aquecimento começou a empolar, a queimar, a torrar para finalmente virar cinza, ou seja, virar terra.

A outra parte dessa Planície com o calor começou a derreter e a amolecer, tornando-se gomosa e depois um líquido espesso que foi afinando até virar água. Essa água penetrou na cinza que se encontrava por baixo da resina e mofou, criando condições ideais para a formação de vírus e microvirus visíveis e invisíveis, micróbios e bactérias.

Essa água é energia viva transformadora, geradora de vidas imperfeitas e degeneradas, máquina produtora de males artificiais e naturais, mãe das transformações, ela mesma, vinda de outra transformação. Se existe água, existe vida, se não existe, não existe vida.

Foi em cima dessa terra e dessa água choca da Planície materializada, que se extinguiram os seres então puros, limpos e perfeitos, agora desvirtuados e deformados, mas ainda com seus corpos eternos de origem.

Extinguimo-nos em cima da terra e da água em início de formação, e passamos a brotar do chão no Primeiro Milênio como se vegetais fôssemos, porém na forma de monstros e selvagens; depois, no Segundo Milênio, passamos a animais Racionais, livres-pensadores, e no Terceiro Milênio, a partir de 1935, a Aparelhos Racionais, aparelhados com o verdadeiro Mundo de Origem.

Essa é a verdadeira história da humanidade, agora chegada ao conhecimento de todos na forma de um Livro intitulado “Universo em Desencanto”, que em suas páginas veio entregar a cada Habitante do MUNDO RACIONAL materializado na glândula Pineal do vivente, a carta de alforria de sua prisão ocorrida há vinte e uma eternidades.     

Quem se interessar a ler, reler e estudar com atenção esse Transcendental Documento de Cultura Racional terá sua liberdade garantida através da desmaterialização de seu corpo, incumbindo-se a própria Fase Racional de sua transformação para a nova forma corpórea de massa cósmica Racional. Daí então será conduzido para seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

“Universo em Desencanto” é o livro que põe fim às perguntas, já que trás todas as respostas.

É o livro que porta os conhecimentos e as soluções para tudo e para todos.

É o livro que recupera e salva o leitor.

“Universo em Desencanto” é o Livro de Cultura Racional que tira o ser humano de sua condição inferiorizada de degenerado, degradado e poluído e eleva-o a mais altaneira condição que lhe é reservada; a de ser puro, limpo e perfeito em seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.

Este é o Livro cuja Energia Racional fluidificada, faz com que o estudante desaprenda de pensar e aprenda a Raciocinar, desenvolvendo o Raciocínio para tornar-se um Aparelho Racional, para deixar de perguntar e passar a responder e a ensinar aos que lhe fazem as perguntas, esclarecendo quem eles realmente são, de onde vieram, para onde vão, como e quando irão.

Explicar-lhes que nunca fizeram ideia do por que assim são por serem escravos da imaginação e do pensamento; por ainda se encontrarem na fase de animal Racional em extinção e por a Fase Racional ser ainda uma fase recém-chegada. Porque tudo na Natureza tem a sua ordenação através de fases.

Assim como houve a fase da imaginação, seguiu-se a ela a fase do pensamento, e hoje estamos na Fase do Raciocínio, a Fase do Terceiro Milênio, a Fase da Dádiva Divina da Divina Providência.

As perguntas passam a escassear à proporção que adentramos a fase do pleno conhecimento, do conhecimento Racional dos dois mundos em um só, do MUNDO RACIONAL.

E aí está o verdadeiro caminho da volta de todos para seu Mundo de Origem, para o reencontro com nosso Pai, o RACIONAL SUPERIOR, no MUNDO RACIONAL.

Sem mais dúvidas, sem mais perguntas, sem mais incertezas; sem sofismas, confusões, ignorância, rudez, brutalidade e brigueiros infernais. Todos se conhecendo, todos cientes e conscientes de tudo e de todos, aparelhados com a Voz Suprema do RACIONAL SUPERIOR.

Finalmente chegou ao fim a classe de animal de Origem Racional na Terra. Infelizmente não para todos, pois muitos ainda permanecem iludidos, atraídos e apegados às coisas terrenas.

Daí a importância e o dever dos que já acordaram alertarem e esclarecerem os que ainda dormem, divulgando-lhes a Obra “Universo em Desencanto”, pois esses obnubilados nem mais  perguntas fazem, por viverem petrificados, sonhando de olhos abertos, encantados com a materialidade da vida terrena.

Portanto, todos nós que já nos conhecemos, sabemos também que o verdadeiro saber básico é o MUNDO RACIONAL e o verdadeiro saber lógico é a Confraternização Racional que é amar o próximo como a si mesmo e fazer o bem sem olhar a quem, para alcançarmos um bem muito maior ainda, que é o de nos Imunizarmos Racionalmente e voltarmos a ser o que éramos; puros, limpos, perfeitos e eternos, no MUNDO RACIONAL.

 

 

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2018/03/25/rational-reflexions-32/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para REFLEXÕES RACIONAIS 32

  1. nalub7 disse:

    Gilberto, sua pessoa chamou todos à atenção para algo inquestionável: QUEM PERGUNTA É PORQUE NÃO SABE.
    E a humanidade, desde que nasce até que morre, ficou submetida à imposição da busca de respostas para poder viver e resolver as questões mais simples do seu dia a dia.
    Para quem sabe ler um pingo é letra.
    Que essa sua reflexão leve o maior número possível de pessoas a concluir a nulidade de um viver sem se conhecer, ignorando quem somos, de onde viemos e para onde vamos.
    PARABÉNS!
    Louvado seja o RACIOCÍNIO!

    Curtir

    • Gilberto Carnasciali disse:

      SALVE NÁGEA!
      O TEXTO E SEU COMENTÁRIO ME TRAZEM A VISÃO DAS ÁGUAS CHOCAS E POLUÍDAS JÁ FLUINDO EM CORREDEIRAS E SE SEPARANDO NO DIVISOR DE ÁGUAS DA FASE RACIONAL. ESTA A GRANDE SEPARAÇÃO DO JOIO DO TRIGO QUE ESTÁ EM FRANCO PROGRESSO NO TERCEIRO MILÊNIO.

      AS ÁGUAS DA ESQUERDA, Á PROPORÇÃO QUE FLUEM EM RÁPIDAS CORREDEIRAS, SE LANÇAM E DESPENCAM DO ALTO DO PRECIPÍCIO NAS PROFUNDEZAS DE UM MUNDO INFERIOR DE CLASSE IRRACIONAL QUE JÁ HABITA A REGIÃO DESDE 1935.

      AS ÁGUAS DA DIREITA, SE EVAPORAM E SE ELEVAM EM SUA ÚLTIMA TRANSFORMAÇÃO NA FORMA SUPERIOR DE SER DE CORPOS DE ENERGIA RACIONAL PUROS, LIMPOS, PERFEITOS E ETERNOS QUE RETORNAM PARA SEU MUNDO DE ORIGEM, O MUNDO RACIONAL.

      EIS A DIFERENÇA ENTRE O IGNORAR E O SABER. EIS A DIFERENÇA ENTRE O QUE LÊ E O QUE NÃO LÊ O LIVRO “UNIVERSO EM DESENCANTO”.

      GRATÍSSIMO POR SUA RESPOSTA. QUE OS LEITORES DO BLOG POSSAM VIR A PARTICIPAR DO MESMO COM SEUS COMENTÁRIOS E PERGUNTAS ENRIQUECENDO A MATÉRIA.

      SAUDAÇÕES RACIONAIS!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s