SOBRE CIÊNCIA E PENSAMENTO

SOBRE CIÊNCIA E PENSAMENTO.png

https://drive.google.com/open?id=1TVy4UNcKQ8XPunXjRCcLiSEobjpqqgtf

(Clique no link para ouvir o áudio)

download1

(*)

Minha Gente:

 

Tudo que a humanidade fez ao longo dos tempos foi imaginando e pensando, mas, nunca soube porque pensa e imagina e a origem do pensamento e da imaginação, que também desconhecia.

Somente agora, no Terceiro Milênio, nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, vamos ter o conhecimento completo sobre esse assunto.

A imaginação e o pensamento são funções primárias, tanto assim que todos animais irracionais também têm essas faculdades. Bem mais limitadas, mas, têm.

E o que nos dizem os Livros Universo em Desencanto sobre o pensamento e imaginação?

Esses Livros nos provam e comprovam que ambos são de origem deste mundo mesmo em que vivemos, são de origem da matéria, para nos manter na matéria, muito ao contrário da humanidade, que é um ser de origem Superior, de um Mundo Superior a este em que estamos vivendo. Sendo essa a razão de termos confundido o pensamento e imaginação, que são inferiores, com o raciocínio, que é superior e da mesma origem do ser humano, e que agora neste Terceiro Milênio é que alcançamos a fase certa para o seu desenvolvimento, devido ao nosso amadurecimento.

O ser humano sempre sentiu que tinha algo superior no seu interior, algo puro, e pensou que o pensamento e imaginação fossem esse algo puro. Se enganou, o pensamento/imaginação é da matéria, e a matéria é um ser repleto de impurezas e imperfeições, e o raciocínio é um ser puro, por não ser do chão, por não ser da matéria.

Então, anteriormente ao Terceiro Milênio, estávamos apenas pensando e imaginando, sendo assim preparados para a chegada da Fase do Desenvolvimento do Raciocínio, que entrou em vigor em 1935.

E assim, o pensamento/imaginação desconhece a origem do ser humano, por ser um ser invisível da matéria, que cria falsas realidades, por desconhecer a verdadeira realidade que é o Primeiro Mundo, que deu origem a este segundo mundo em que estamos, com seus seres visíveis e invisíveis.

O pensamento, desconhecendo a origem da Natureza que nos governa, não poderia mesmo criar verdades e, sim, falsas verdades, colocando a humanidade contra a Natureza, para lapidação dessa humanidade. Essa lapidação, constituindo a preparação da humanidade para a última fase da vida da matéria que estava para chegar, a Fase Racional, na qual nos encontramos agora, para finalmente conhecermos e desenvolvermos o raciocínio.

Como se explica essa preparação pela lapidação?

É que lapidação é sofrimento. E somente através do sofrimento o ser humano se interessa por algo novo que lhe tire do sofrimento. Então, teria que vir sendo lapidado para, ao chegar a Nova Fase, ter interesse em conhecê-la e adotá-la.

Portanto, até que chegasse a Fase do Raciocínio ser desenvolvido, tudo foi criado pelo pensamento/imaginação através de muitas experiências, que deram origem à Ciência no campo científico, religioso e filosófico, entendendo aqui o termo Ciência, como o Saber.

Um saber todo fundamentado na matéria, que nada é, tanto a visível como a invisível, por ser a matéria um ser em constantes transformações, devido estar fora do seu Verdadeiro Natural, no Primeiro Mundo, Origem de tudo e de todos.

Conclusão: a humanidade, como ser pensante, ficou como um robô do pensamento/imaginação, para criar tudo que era preciso e necessário para sua própria lapidação, para seu próprio sofrimento, pensando ser autora do que fazia, por desconhecer a sua Verdadeira Origem, caso contrário jamais teria se deixado conduzir pelo pensamento e pela imaginação.

Mas, tinha que ser tudo assim mesmo, até que chegasse o tempo certo de esclarecimento dessa humanidade, e que é agora, nesta jubilosa Fase do Terceiro Milênio.

Então, depois dessas explicações, fica fácil entender porque sempre erramos tanto, muito mais do que acertamos, e quando acertávamos era tudo tão provisório e passageiro.

Está aí a razão do caos no mundo, que esse caos é a soma de erros e mais erros passados de gerações em gerações, pelo fato de ninguém se conhecer, vivendo sem saber: quem somos, de onde viemos e para onde vamos.

Nada dá certo, porque está tudo errado, fora da linha verdadeira da Natureza. Fora da linha RACIONAL, e que RACIONAL é a energia que mantém todas as vidas, todas as existências, inclusive as energias que se deformaram em elétrica e magnética, pensamento e imaginação, por terem saído da linha RACIONAL, da LINHA DA ETERNIDADE, da linha verdadeira da verdadeira NATUREZA.

E um povo desligado da Natureza, fora da linha DELA, é um povo endiabrado, um povo rude, sem obediência às leis naturais universais, por desconhecê-las. E aí se torna um povo sem respeito, sem sentimento, que coloca suas vontades acima de tudo, inclusive e principalmente acima da Natureza, ignorando, por conveniências imundas que abraça, que dependemos da Natureza em tudo para viver.

E por a maioria esmagadora assim se encontrar, devido a vaidades absurdas, está essa maioria ligada às forças das trevas, forças inconscientes, tendo essas forças como divinas – a prova disso são as várias facções religiosas em guerras que não cessam, guerras em nome, cada qual, de seu “deus”.

Assim veio caminhando a humanidade, desconhecida de si mesma, por virar as costas para a Verdadeira Natureza, que é DEUS VERDADEIRO, morador do Primeiro Mundo, o MUNDO RACIONAL.

A pesquisa que todos deveriam ter investido nela, é a pesquisa interior, para se moldar como bom filho da Natureza, respeitador de suas leis naturais.

Filhos respeitadores, se todos assim fossem, não teriam precisado investir em pesquisas na matéria para descobrir a solução de seus problemas.

Os problemas existem porque as pessoas não se moldam à Natureza. ELA tem poder para resolver tudo para seus filhos, sem precisar investimentos, pesquisas, sacrifícios!  Tudo resolvido naturalmente! Mas, vejam como hoje tudo é tão difícil!

Por quê?

Por tudo estar na linha das aparências, devido terem afastado da linha da Natureza, abraçando o artificial intuído pelo pensamento, entrando na linha da COBRANÇA DA NATUREZA, que são os problemas de toda ordem, as doenças e tudo mais de ruim que acontece pelo mundo afora.

E aí, quando a barriga da humanidade começou a doer, quando tudo começou a desandar, começaram a investir em pesquisas científicas para achar o conserto de tudo, ignorando que quanto mais pesquisam fora de si, mais estão desrespeitando a própria Natureza, como se dissessem:  “A Senhora, NATUREZA, não resolve nossos problemas, mas, nós vamos conseguir resolver na matéria.”

Mas tudo isso agora poderá ter fim, todo esse sofrimento e desequilíbrio, para quem investir no estudo da Cultura Natural da Natureza, a Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto, para RACIOCINAR SEMPRE, acertar sempre, e nunca mais pensar, ou seja, nunca mais errar.

 

(*)  Texto em Inglês:

https://nalub7.wordpress.com/2018/05/02/talking-about-sciences-and-thought/

(*)  Texto em Espanhol:

https://nalub7.wordpress.com/2018/05/10/sobre-las-ciencias-y-el-pensamiento/

(*)  Texto em Francês:

https://nalub7.wordpress.com/2018/05/18/en-parlant-des-les-sciences-et-de-la-pensee/

(*)  Texto em Alemão:

https://nalub7.wordpress.com/2018/06/05/uber-wissenschaften-und-gedanken-sprechen/

Sobre nalub7

Uma pessoa cuja preocupação única é trabalhar em prol da verdadeira consciência humana, inclusive a própria, através do desenvolvimento do raciocínio, com base nas leis naturais que regem a natureza e que se encontram no contencioso da cultura natural da natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Esse post foi publicado em AUTOCONHECIMENTO, Livros, Saúde e bem-estar e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para SOBRE CIÊNCIA E PENSAMENTO

  1. mary sana disse:

    Dentro da ordem natural tudo corre a favor.
    As soluções brotam da capacidade vital inteligível do ser humano, que é o raciocínio, nossa condição máxima, direcionando e clareando a mente, com orientações certas, positivas, naturais.
    A verdade tem bases sólidas, pois é alicerçada, consolidada nas leis universais imutáveis, definitivas, que garantem o fortalecimento do ser, ou seja o seu pleno desenvolvimento e equilíbrio.
    Portanto, seguindo a linha da Mãe Natureza, do desenvolvimento do raciocínio, estaremos guiados pelo “Poder Máximo Universal”, completamente independentes da escravidão do artifício.
    Na simplicidade original, encontramos Sabedoria, autenticidade e o caminho de retidão, segurança e libertação de princípios que a limitada inteligência humana criou e não mais dá conta de sustentar.
    Universo em Desencanto, o Livro da Sabedoria Natural, a Verdade Universal!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s